Vale a pena comprar carro e moto para “pegar” mulher?

por Doutrinador

A esmagadora maioria das mulheres adora carro e moto. Pedem caronas, abrem sorrisos ao ver que não precisarão andar e pegar ônibus, atribuem altíssimo valor masculino ao homem que os possui. Existem três motivos básicos do por quê mulheres adoram homens com veículos:

1. Inspiram poder financeiro

É claro que estou me referindo aqui a motos estilo 500cc ou mais caras e carrões estilo mega-empresário/agroboys, importados como Maseratis, Lamborghinis, Camaros, BMWs ou mesmo os GTIs e esportivos populares por aqui.

Mulheres são viciadas em atribuir o valor masculino à posses materiais e obviamente carro e moto são sinais evidentes disso. Um veículo age como um extrato bancário ambulante e sinônimo de poder. Elas possuem um lema entre elas que é “se quer saber se um homem vale a pena e é bem sucedido, olhe para o carro dele”, além de provocar invejas nas rivais ao sair por aí num carrão.

Da mesma forma, um homem com carro ferrado comunicará que é um pobretão ferrado (foi daí que se originaram os xunings: uma tentativa de sair do status de pobretão sem precisar trocar de carro). Note que até em comerciais de veículos e montadoras o apelo psicológico motorizado é implantado, onde a mulher entra no carro do cara como se fosse a rainha e ele o chofer serviçal que atenderá a todos os caprichos dela.

Está chocado? Vai dizer que tu esperava que ela te valorizasse pelo seu volume de trabalho? Hahaha.

2. Conforto

Mulheres são sedentas por conforto, desde que isso não prejudique a vaidade. Elas possuem 300 pares de calçados no guarda-roupa porém todos são desconfortáveis para andar. Isso é prova de que mulher coloca a vaidade acima do conforto e não gosta de andar (não me refiro ao esporte), portanto nada como um paspalho com moto ou carro pra dar aquela carona básica pois 1 minuto andando com aqueles saltos já é motivo para trocentas reclamações.

Homens também gostam de conforto, mas estão melhores programados psicologicamente para aguentar longas e tortuosas caminhadas se necessário, e sem precisar exigir que alguém do sexo oposto lhe dê uma carona.

3. Efeito psicológico

Além do aspecto material e de conforto (transporte), a moto é associada com o perigo e velocidade.

Psicologicamente, a moto representa ela frágil e indefesa completamente entregue ao acaso e as habilidades do macho que a está guiando.Estão submissas ao cara e se ele for um cafajeste isso é o delírio para elas. Portanto, no aspecto psicológico, motos são instrumentos perfeitos para induzir emoção, mais do que os carros.

Podemos dizer que o veículo automotor lembra uma montaria, algo que remeta ao velho e bom ideal de cavalaria na idade Média, ou então à simbologia do príncipe encantado montado no alazão fogoso. Claro que estamos no século 21 e não na idade Média, mas a cabeça feminina, apesar dos pretensos avanços (sic) em relação à sua sexualidade e equiparação com o gênero masculino, carrega em si simbologias que ficam submersas no mais profundo estágio da sua alma e que se erguem em momentos inesperados, como diante de um cafajeste sedutor numa moto de 500cc.

Observações importantes

O fato delas darem importância excessiva homens com carros e motos não significa que você sempre terá sucesso usando essa artimanha psicológica. Existem namoradas que se recusam a subir na moto do namorado caso ele seja muito paspalho, pois pra ela não tem emoção alguma subir na moto de um cara frouxo e ser guiado por um bunda mole.

Idem para um motoboy ferrado com suas CGs 150 que ostentam uma vida sofrida no asfalto cheios daqueles adesivos de motel de beira de estrada deprimentes. Não espere que ela vá cair de quatro ao ver você chegando na sua motinha sem escapamento. Nestes casos, é necessário haver um contexto para que o apelo emocional seja despertado.

É por isso que é uma grande ilusão comprar carro ou moto pensando em pegar mulher: você se atolará em dívidas e ainda dependerá de contextos para provocar atração. Além disso, caso perca o carro, perderá o seu ponto de apoio e consequentemente o respeito dela. Neste caso, um homem a pé tem chances mais sólidas de se relacionar com elas do que um homem que usa carro e moto como muleta para sua completa falta de recursos emocionais. Um homem sem carro procurará compensar essa desvantagem adquirindo outros sinais de poder enquanto um homem endividado com carro/moto tentará fazer justificar seu gasto com o veículo usando o mesmo como muleta.

O segredo é comprar o carro que você gosta quando você puder pagar por ele, tendo paciência para esperar o momento certo ao invés de parcelar uma moto em 24x ou um carro em 60x feio um idiota para servir de chofer de vadia de balada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: