Como a empolgação pode atrapalhar seu desenvolvimento

por Doutrinador

Um dos segredos do homem bem sucedido não é o dinheiro em si ou sua inteligência, mas o controle emocional equilibrado. Nem todos os homens são bem sucedidos porque nem todos conseguem controlar as próprias emoções ou equilibrar suas atividades de forma a não deixar lacunas.

Procure estudar casos midiáticos de homens que pareciam bem sucedidos na vida, com tudo para dar certo mas acabaram se dando muito mal. Veja onde erraram. Na maioria dos casos, quando não por questões de caráter, se deram mal em virtude do fraco controle emocional, ou por terem negligenciado algum aspecto de seu desenvolvimento. O que aprendemos é: para atingir a excelência na sua vida, não adianta você ter um ponto muito forte se tem um ponto muito fraco. Tenha isso como um lema.

Existem caras ricos, com a vida financeira e profissional que muitos sonham em ter. Mas por que é tão comum vê-los reclamando da vida, entrando e saindo da merda o tempo todo ou se dando mal com tantos problemas?

Porque se deixam levar pela empolgação e pelo deslumbre.

Veja por exemplo os típicos empolgadinhos que entram numa academia para “malhar”. Só falam em academia, tudo para eles é academia. Ficam enchendo o saco de quem treina sério já por muitos anos, querendo saber detalhes sobre suas rotinas justamente na hora em que estão concentrados. Horas infindáveis são gastas olhando pelo espelho se apareceu algum caroço novo no braço. Suas redes sociais estão repletas de mensagens sobre virar monstro, virar hulk, no pain no gain, #partiu academia, o dia inteiro falando de academia e postando suas fotos na internet na remota hipótese de que alguém se interesse em ver as pernas finas de um falastrão. Na teoria, parecem amantes do esporte. Na prática, são pouco disciplinados e pouco realistas. Acham que se transformarão num Hulk tão rápido quanto Bruce Banner nos filmes. Meses depois, caem na realidade de quão duro é treinar corretamente e se frustram. É aí que muitos desistem, viram turistas na academia ou pior: partem para o uso de drogas visando agilizar os ganhos, sem sequer terem atingido seu limite genético.

É daí que surgem os clichês masculinos do “fortão burro” e do “magrelo inteligente”. Um se empolga tanto com o desenvolvimento físico que negligencia o desenvolvimento mental. O outro se empolga tanto com o desenvolvimento intelectual que negligencia seu desenvolvimento físico. Sem a menor necessidade. Existem grandes fisiculturistas que são homens inteligentes e cultos, verdadeiros professores. Existem também grandes gênios e cientistas que não abdicam de seu condicionamento físico. Não deixe que a empolgação te transforme num clichê.

Mesmo que seu objetivo de crescimento não seja corporal/físico, o exemplo do cara empolgado com a academia mostra como seu desenvolvimento pode ser comprometido pela empolgação e pelo descontrole emocional. Entrou para a academia? Ótimo. Está tendo resultados? Melhor ainda. Mas não precisa ficar o dia inteiro falando disso igual a um imbecil, postando fotos de seus músculos na Internet e adotando uma “filosofia de vida” em torno disso negligenciando outros aspectos. Você não é monotarefa. Casou ou começou a namorar? Não precisa engordar e largar mão do condicionamento físico com a justificativa que “agora que arranjou uma namorada tem outras prioridades”. Estabelecer prioridades é importante, mas nunca se empolgue demais a ponto de largar mão de outros aspectos de seu desenvolvimento.

Certifique-se de ter pelo menos um programa de desenvolvimento para cada uma dessas áreas:

1. Físico (foco em saúde, não apenas estética)
2. Mental/intelectual (inclui-se aí seus objetivos profissionais, trabalho)
3. Emocional (leitura, estudo do comportamento humano)

Conforme seu tempo permitir, estabeleça mais programas para outras áreas, como espiritual (se julgar importante pra você), financeiro, e assim por diante. O grande segredo do desenvolvimento está em balancear suas atividades. Nunca se empolgue demais com um aspecto a ponto de deixar de se desenvolver em outro. Só assim você conseguirá superar o clichê de que os homens são “monotarefa” e será bem sucedido em seu programa de desenvolvimento pessoal.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: