Dicas de fodelança para o Badoo

bitch hunterpor Bodyhunter, do Mundo Realista

Como alguns já sabem, eu fiquei junto de uma pessoa nos anos 2005 a 2010. Após o término do namoro, minha auto estima estava em franca decadência. Nem sabia mais como chegar e ficar com uma mulher. Os dias foram passando e eu conheci o site badoo através da comunidade “OLODM”. Diziam que as mulheres de lá eram “fáceis” e que bastava ter dinheiro ou um rosto ajeitado que faria sucesso 90% das vezes.

Fui no site e fiz meu cadastro. Acredito que deva ter sido lá para Maio de 2010. Coloquei 3 fotos minhas (as mais ajeitadas ) e comecei a testar o site.

OBS: Não sei explicar, mas tenho uma TARA violentíssima por COROAS SAFADAS (as famosas MILFS). Desde os meus 12, 13 anos de idade, já acordava de madrugada escondido da minha mae para assistir CINE PRIVÊ (era um punheteiro violento). Só foi eu assistir a um filme chamado “Amor Incontrolável 2 ” com a atriz Shannon Tweed que fiquei louco por MILFS. Nesse filme ela ensinava um menino de 17 anos Matemática, mas acabou dando pro rapaz toda vez que ia na casa dele. Aí surgiu as taras por milfs (mothers i like to fuck) haha…

Voltando em 2010, entrei no badoo e limitei a idade de conhecer as mulheres de 18 a 45 anos. Eu queria mesmo era curtir sem compromisso, pois já tinha saído de um relacionamento longo.

OBS: Sou concursado de nível médio, porem não tenho carro. Tenho juntado meu dinheiro para comprar um carro à vista ou então investir em outra coisa. Além disso, tenho usado 20% dos meus vencimentos em livros para concursos públicos e inscrições. No badoo, já comecei a perder alguns pontos, pois não ter automóvel é uma coisa que marca mesmo a negatividade na hora de arrebatar uma marmitex.

Pensei… se eu não tenho carro e a maioria dessas ninfetas de 18 a 23 anos também não tem, vou investir mais nas balzacas. 95% das ninfetas ditas medianas para cima do badoo só ficam contigo se tiver carro. Pensei..”poxa, devo investir mais nas semi balzacas e balzacas (idade de 27 a 45 anos de idade). Dito e feito: os resultados começaram a aparecer.

Primeiramente, eu chegaria nas MILFS e diria que meu carro estava no conserto ou então que teria vendido e que pegaria outro. A maioria que fiquei passavam la perto de casa e íamos direto pro motel. 70% das milfs pagavam o motel e ainda me deixavam perto de casa. Quando eu ainda estava na faculdade, tive 2 marmitas coroas que passavam na faculdade só para irmos ao motel direto e sem frescuras.

A maioria das coroas do badoo são divorciadas, com filhos na idade de 10 a 25 anos e com a “Tcheca” pegando fogo. Por serem divorciadas, já fisgaram grande quantia do patrimônio dos ex maridos. Muitas com 1, 2 apartamentos que ganharam no divórcio. Outras que adquiriram fazendas, automóveis, etc.

Eu sempre conversava com essas balzacas a respeito de casamento. E todas, sem nenhuma exceção, disseram-me que o ex a teria trocado por uma bem mais nova (10 a 20 anos mais nova que a ex) e enxuta ou então por que o casamento já estava totalmente na rotina e sem graça.

De 2010 a 2012, acredito que tenho comido umas 25 mulheres do badoo. Dessas, 95% eram mulheres acima de 30 anos. Novinhas somente 5% (nessa hora se não tiver carro é bem mais complicado).

Cheguei a um ponto de 2011 ficar que nem o Pragakham… Olhava somente o corpo. Se fosse gostosona, metia o barulho e marcava de sair.

Ultimamente tenho ficado com novinhas no badoo, porém somente com aquelas que moram sozinha e que eu possa ir na casa das mesmas. Mais prático, barato e econômico. Aprendi muito com as REGRAS DE TOM LEYKIS postado pelo Barão aqui. Você consegue economizar bastante com as suas regras, principalmente aquela de jantar antes de sair com a rapariga.

Devo ter ficado com umas 50 do badoo ao longo desses 3 anos (25 devo ter comido). Um grande feito por não ter carro. Dessas que fiquei, só 1 serviria para namorar. Por incrível que pareça, essa fez uma conta no badoo para conhecer o site e, depois de 2 dias deletou a conta. Mulher muito na dela, católica praticante, cuidou integralmente do pai em estado terminal por 1 ano ininterrupto (ela largou o emprego). Além disso, não gosta de balada, lava as cuecas, cozinha lava e passava as coisas da família (a esposa disse que jamais lavaria algo), e ela assumiu esse papel. Contudo, ela tem 29 anos e eu 25. Daí não rola mesmo. ESSA AÍ É 0,005% DO BADOO. Nesses 3 anos só vi 1. O resto de lá são balzacas, mães solteiras e vadias interesseiras.

Além disso, tomar cuidado com CASADAS. No badoo tem muitas CASADAS sacaneando os pobres maridos. Enquanto eles ficam ralando no serviço, essas “dondóquinhas” ficam marcando de transar com outros rapazes. Tanto de mulher solteira, não arrisque sua vida por causa de uma bandida dessas, além de ser desonrado pra porra.

Sobre mães solteiras.. É algo extremamente assustador. 80% das mulheres do badoo são mães solteiras. Idade entre 18 a 25 anos. A tendência é só aumentar esse número. Essas do badoo, estão atrás de um provedor para ela e os filhos.

Agora vou falar do meu melhor amigo. Ele também namorou por 5 anos. De 2007 a 2012. Em Julho de 2012, tomou um pé na bunda bem dado da ex namorada do nada. Ela, médica, rachando de ganhar dinheiro e ele, um advogado correndo atrás de clientes e ganhos nesse mercado altamente saturado da advocacia. Se ele ganhar 1500 a 3mil reais é muito. Já sabem que quando uma mulher ganha muito mais que um homem, as chances de um relacionamento darem certo são mínimas.

Esse meu amigo estava bastante frustrado. Apresentei a ele o site badoo. O cara é classe média alta, tem 4 carros na garagem (C4 Pallas preto, Sandeiro Stepway, Astra turbinado e um Vectra) e é mediano. Acreditem se quiser,em 5 meses de site, comeu 30 mulheres. Nesse quesito, ele soube utilizar o seu ponto forte: os carros e a lábia. Não adianta ter os equipamentos necessários em mãos e não souber utilizá-los. Deve ter gasto muito com essas cachorrinhas do badoo (motéis), porém pegou várias. Como ele não curte MILFS como eu curto, ficou mais com ninfas de 18 a 25 anos. Desativou o site em janeiro, pois começou a namorar uma pessoa que conheceu no cursinho dele.

E outro conhecido meu do trabalho que apresentei o site badoo. Nunca vi alguém tão miserável quanto ele. Ele segue à risca as regras de Tom Leykis sem nunca ter lido hahaha. Em 5 meses de site, comeu umas 10 mulheres… Contudo, o máximo que gasta é levando as mesmas pro PITDOG (lanchonete comer um x-tudo) para depois ir na casa da mesma (mulher que mora sozinha) e a levar pro ABATEDOURO. Ele tem gastado muito pouco para esvaziar o saco.

Fecho aqui esse texto dizendo: para quem saiu de um relacionamento e queira somente diversão sexual, aconselho a entrarem no site badoo. Além dele, temos também o POF (menos movimentado, contudo rende algumas “fodinhas”) e o TAGGED (o mais fraco de todos, pois tem muitos FAKES).
Não sejam esses retardados que entram no site badoo e já chegam querendo marcar sexo com a mulher. Muitas vão rejeitar essa tacada. Finja que não quer nada com nada. Vá falando pelas “beiradas” e na hora certa, dê o “bote”. Sempre fiz isso no badoo. Como dia NA: se a mulher notar que você quer sexo na primeira jogada, ela vai te cortar sem dó.

OBS: Dediquem-se principalmente ao seu desenvolvimento pessoal. Mesmo comendo mulheres por lá, se você não se desenvolver profissionalmente, só tem a perder. Mulheres são consequências. Você é a pessoa mais importante dessa vida. No final, só restará você. Mesmo estando na merda, é você quem deverá agir para sair dela e não uma PAIXONITE, etc. Portanto, às vezes é bom descarregar o leite, mas sem perder o foco nas suas conquistas maiores e essenciais nessa trajetória amarga e dura da vida.

Finalizando, já tomei milhares de foras por lá por algumas descobrirem que não tenho carro e também deixei de comer algumas marmitas por não quererem mesmo. No final digo a vocês: é muito mais prático, rápido e econômico usar o badoo para sexo do que buscar em boates. Como diriam os antigos membros do fórum: “boate é um antro de mulheres ególatras inflando o EGO atrás de homens que banquem suas bebidas, fazer inveja em outras mulheres“, etc. No site badoo, a maioria está lá por motivos que vocês já estão cansados de saber.

fonte: http://mundorealista.com/forum/viewtopic.php?f=14&t=10692

===

Querendo boas recomendações de livros? Não deixem de acessar nossa área Livros Recomendados, com dicas e recomendações quentes de títulos e autores.

Não deixem de acompanhar nosso mais novo projeto: Podcast A Voz da Real

Descubra BR 500x500

58 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Passe as dicas companheiro kkk tenho 17 anos quero aprender com quem já viveu

  2. Eu lendo isso agora em 2020 só me faz lembrar dos meus bons tempos de caçador de bucetas na internet.
    Comecei cedo e jovem, lá pelo inicio dos anos 2000 no glorioso Mirc. Eu era bem novo e cabação, mas ainda assim consegui garantir umas fodas ao longo dos anos, entre elas a mulher que se tornou a minha principal MENTORA e PROFESSORA de sexo. Na época eu tinha 19 anos e ela tinha uns 30 anos. Era uma MILF de responsa, morena magra, bunduda e peituda. A lata era meio cansada, mas quem fode cara é boxeador. Essa mulher trabalhava numa loja de venda de artigos de informática perto de onde eu morava na época. Conversamos pouco pela internet e marcamos de nos conhecer. No mesmo dia fomos beber uma cerveja num bar catrevoso da região e a noite encerramos num motel de quinta, daqueles que você entra andando mesmo. A mulher era bem humilde, simples e muito gente fina. Não se sentiu superior por ser mais velha e experiente enquanto eu era meninão playboyzinho. A mulher era louca por piroca e isso que interessava. Quando chegamos no quarto ela ficou pelada e foi tomar um banho.. fui atrás dela tomar meu banho também. Lá já começou a putaria, a mulher tinha um corpo maravilhoso.. fiquei de pau duro na hora. Já na cama, depois de meia hora tentando engolir meu pau inteiro, ela me olhou e confessou: “eu sabia que você tinha a pica enorme quando te vi.. só de te ver eu já sabia.. eu sempre acerto”. E ela não estava errada, eu era meninão novo, mas sempre tive a rola avantajada. Acontece que nesse dia a mulher me deu uma AULA de fodelança. Sentava com extrema maestria, não se cansava. Quando ela percebia que eu ia gozar ela parava.. Não deixou eu gozar até ela gozar. Fiquei impressionado. Sempre fui doido pela metelança, mas depois desse dia eu me tornei um viciado. Passamos a nos encontrar regularmente e eu fui me aperfeiçoando cada vez mais, me tornei um CAVALO, roludo, incansável e insaciável. Aprendi a ter muito prazer e a dar muito prazer. Isso foi tão importante na minha vida que por causa dela eu ganhei mais confiança com as mulheres no geral. Nenhuma mulher me colocava medo. Eu me garantia porque sabia que na hora do “vamovê” eu ia arrebentar qualquer uma no meio e ia impressionar. Eu perdi a conta das vezes que ouvi “meu deus, esse foi o melhor sexo da minha vida”. Claro que tinha as vezes que não batia a química, nem toda mulher curte uma meteção desenfreada, e tem as que tem buceta rasa e não aguentam uma tora de responsa. Mas no geral era sempre “reviews positivos”. O que gera um círculo vicioso, porque mulher bem comida sempre conta pras amigas, que por sua vez ficam curiosas e querem experimentar. Enquanto isso ia só me dando bem e aperfeiçoando minhas técnicas. Nesses anos utilizei toda sorte de rede social pra transar. Skype, msn, facebook, tinder, happn, badoo, couchsurfing… e por aí vai. Até aquele “Ashley Madison” eu usei no período que morei por um ano nos EUA. Lá o desafio era bem maior porque a abordagem com as gringas é completamente diferente das brasileiras. Eu já tinha comido umas gringas antes, mas no Brasil mesmo.. o que é completamente diferente porque quando essas mulheres vem pro nosso país elas vem abertas a qualquer experiência. Lá na casa delas é diferente. Elas esperam que você aja como o resto dos panacas de lá e por isso lá eu tive um período de seca. Mas as redes sociais me salvaram da punheta eterna e consegui descolar umas fodas bem interessantes por lá, incluindo uma coroa “soccer mom”, mãe de 4 filhos com o corpo sarado, peitos absurdamente grandes e uma buceta inchada e suculenta, a qual me acabei diversas vezes chupando que nem manga doce. Foi a mulher mais gritona que já fudi. E ainda fez uma propaganda minha pra duas amigas taradas que mandei vara sem dó.
    Durante esse tempo eu quase sempre estava namorando ou até casado mesmo. Nesses períodos diminuia a quantidade de mulheres que eu pegava pelos sites, mas sempre acabava dando um jeito. Depois que terminei um casamento de 5 anos, fiquei solteiro por uns 2 anos entre 2014 e 2016. Esse foi o período que mais me entreguei a putaria. Como já estava melhor financeiramente e o tempo foi mais generoso com a minha beleza, pude me dar ao luxo de selecionar as mais gatas. Comi muita mulher gata, muita mesmo. Teve um tempo que meu nome rolou na boca de um grupo de 9 amigas. Comi uma e ela espalhou que eu era pauzudo e fiz ela gozar 5 vezes. Depois disso não tive mais paz e tive que fazer o esforço de comer 5 das 8 amigas dela. As outras só não comi porque duas eram casadas e não queriam trair o marido e a outra eu relaxei porque ela tinha bafo. Cheguei ao cúmulo de comer uma coroa extremamente gostosa, ela começar a gostas de mim e me chamar pra frequentar a casa dela e lá acabei descobrindo que ela tinha uma filha adolescente muito safada. Juro que tentei não ser esse filho da puta, mas não deu. Comi a filha dela de 17 anos na cama da mãe. A guria transava mais gostoso que a mãe dela, era uma leoa. E ainda me confessou que várias vezes espiou eu comendo a mãe dela enquanto ela se masturbava.
    Nessa época eu fiz até uma tabela no excel catalogando todas as mulheres que eu comi na vida e foi nessa época que ultrapassei a marca das 100 e me aproximei da marca das 200. Isso sem contar com garota de programa (a exceção de uma que acabou virando minha amiga e depois de um tempo me dava sem cobrar).
    Enfim.. me desculpem pelo texto imenso e pelas histórias cruzadas.. mas deu vontade de escrever sobre as minhas aventuras. Afinal, eu era MUITO BOM nisso. E quase sempre comendo quieto, pois quem come calado come duas vezes. Hoje sou casado novamente, pai de uma menininha linda e querendo demais me aquietar. Já curti muito nessa vida e hoje eu vejo que a putaria uma hora tem que ficar pra trás. Confesso que é dificil e infelizmente dei umas duas escapadas desde que casei. Mas tento ao máximo não procurar e me afastar de situações que levem a traição. Hoje no trabalho tem uma magrinha da bundinha arrebitada que me deixa num tesão absurdo. Pior que a bandida me dá mole. Meus colegas de trabalho todos já perceberam e sempre me perguntam quando eu vou comer ela. Só respondo: “esses dias já se foram, meu amigo.. eu nos meus bons tempos já tinha dado um banho de porra na cara dessa garota.. hoje sou um cara sossegado.”

Carregar mais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: