[Pragakham] Uma noite e nada mais

por Pragakham

Mulher tem a verdadeira artimanha, o total controle de uma arma chamada DÚVIDA. Dúvida é o que mata, o que corrói e o que nos estraga. Se você é uma pessoa centrada em saber definir bem as situações, sem margem de dúvidas, você já tem a solução.

Toda mulher gosta de deixar o gosto de açúcar na boca de nós machos , para que depois  fiquemos totalmente ludibriados e embriagados pela mesma coisa doce.  Isso é a duvida se teremos ou não aquele belo corpo, e podendo dilacerar ele no prazer. Continue lendo

Um indiano persistente e a inventividade: uma das diferenças fundamentais entre os sexos

por Barão Kageyama 

Esses dias li uma matéria que me chamou muito a atenção tanto por ser bastante inusitada e por mostrar algumas coisas muito interessantes quando o assunto é a inventividade humana: um indiano promove a melhora da saúde das indianas ao criar um absorvente que pode ser fabricado e vendido a baixo custo (em inglês).

Como todos devem saber, a Índia é um país que mesmo estando em franco processo de desenvolvimento ainda é um lugar muito pobre, onde milhões de pessoas tem condições precárias de vida. Segundo um estudo, 70% das indianas nem tem condições financeiras de comprarem absorventes, então tem que se virarem com folhas de  árvores, panos sujos, jornais, o que acharem pela frente, o que pode contribuir para diversos problemas de saúde. Neste caos, entra o indiano da 1ª reportagem que passei.

Continue lendo

Desvendando o paradoxo da felicidade feminina

por The-Spearhead 

Algum tempo atrás, num artigo que demonstrava que feministas tem um entendimento equivocado sobre o que realmente excita as mulheres, Heartiste linkou um artigo de 2009 do New York Times sobre a sexualidade feminina. O artigo, que tem 9 páginas, era surpreendentemente franco e revelador. Algumas das descobertas mais curiosas incluem a natureza nebulosa do desejo feminino, que é muito menos específico do que o masculino. Homens e mulheres foram colocados em situações que testavam a sua excitação, e os resultados apontavam que a mulher responde sexualmente para coisas e circunstâncias muito mais diversas que os homens, incluindo alguns resultados que poderiam sugerir a que a bestialidade e o homossexualismo são mais comuns na mulher do que no homem. Entretanto alguns podem ver isto uma evidência da depravação feminina, um dos pesquisadores entrevistados no artigo veio com uma teoria muito melhor sobre o que move o desejo feminino.

Marta Meana, uma professora de psiquiatria da UNLV, concluí que o desejo feminino é na sua essência narcisista; mulheres se excitam com a ideia de serem desejadas. Algum tempo atrás, eu levantei uma conclusão sobre o amor, e sugeri que o amor de uma mulher por um homem é baseado em como o apego que ela tem por ele melhora sua excitação, mas sobre as origens do erotismo feminino acredito que a dra. Meana esteja mais correta. Entretanto, uma síntese dessas idéias provavelmente explicam muito do processo da sedução. E também pode nos dar uma pista do porque as mulheres relatam estarem mais infelizes neste mundo dominado por um viés feminista. Continue lendo

Dick Proenneke – Um homem seguindo seu destino

Primeiro post de 2012 do novo Canal do Búfalo!

por The-Spearhead.com

O canal americano PBS está tentando levantar sua audiência, então estão reprisando programas realmente interessantes ao invés de sua programação pedante, ofensiva e politicamente correta que costumam passar. Então, como de costume, eles estão reprisando alguns vídeos que Dick Proenneke fez enquanto vivia sozinho no Alasca durante as décadas de 1960 a 1970. Eles recentemente lançaram uma sequência do programa original “Alone in the Wilderness“, que mostra Dick construindo sua cabana em um lugar remoto nas Aleutas.

Proenneke era um homem extraordinariamente engenhoso de uma era onde os homens, por necessidade, geralmente eram mais criativos e independentes que os homens de hoje.  Ele se educou apenas numa escola técnica, e ganhou a vida como um trabalhador habilidoso, trabalhando como carpinteiro, mecânico, fazendeiro e pescador. Continue lendo

[Autêntico] As 3 piores MENTIRAS sobre baladas

Mais algumas reais sobre as baladas. Abre o olho, paspalho!

[O Autêntico] – Mulheres e as cantadas

A diferença entre a cantada do carinha comum e a cantada do cafinha.

Coréia do Norte e o declínio de uma dinastia

por The-Spearhead  

Agora que Kim Jong-il morreu e seu filho foi elevado ao cargo de imperador, nós temos a 3ª geração comandando este “reino ermitão”. Eu conheci alguns norte coreanos quando fui à China, e vi em primeira mão o que o regime fez com o povo de lá. Os norte coreanos eram originalmente bem altos para os padrões asiáticos, mas muitos dos jovens e mulheres norte coreanos que eu via trabalhando nos restaurantes de cozinha coreana em Beijing tinham marcas profundas da mal nutrição que sofreram na adolescência (Beijing tem a maior população coreana fora da Coréia, e muitos refugiados norte coreanos procuram trabalho por lá). Espero que um dia este regime pague pelos seus crimes, mas agora que os Kims tem bombas nucleares acho que teremos que esperar um pouco até isso acontecer.

Todavia, a família Kim nos dá um belo exemplo de como os governantes hereditários modernos tendem a decair com o tempo. Tipicamente, o fundador da dinastia é um homem muito enérgico, um senhor da guerra que surge como um conquistador com a espada em punho. Como recompensa, ele pode escolher entre as melhores e mais femininas mulheres do “reino”, mas geralmente ele tem como objetivo arrumar uma mulher com mais substância para ter seus filhos. Se tudo corre bem, o sucessor é um cara do tipo responsável que tem como objetivo seguir os passos do pai e continuar com o seu trabalho. Entretanto, a influência corruptora do poder começa a agir imediatamente, e seus filhos crescem acostumados a terem belas mulheres, comida boa, bebidas finas e todas as mordomias que o poder pode oferecer. Continue lendo

Um novo padrão: Gostosas, porém barrigudas

por lawlyet_w, usuário do Fórum do Búfalo

Se compararmos as mulheres de hoje com as mulheres 10 ou 15 anos atrás, veremos uma diferença que poucos percebem. Elas podem se tornar mais magras, usar roupas mais decotadas, silicones e até alguns músculos mais torneados, mas ao contrário das do passado recente, suas barrigas estão aumentando.

Os confrades podem estar estranhando a minha afirmação de que poucos percebem essa diferença. Explico. É verdade que somos visuais para o sexo, mas isso significa somente que nos sentimos atraídos pelo imagem da mulher, especialmente se a mesma for voluptuosa. Em contrapartida, as mulheres são mais visuais do que homens, mas para símbolos de status e não para o desejo sexual em si. Voltando aos homens, por mais visual que seja nosso instinto sexual, temos a tendência de ignorar pequenas imperfeições como barriga, celulites, estrias e muitas vezes até mesmo um rosto feio se a mulher for fisicamente atraente. Continue lendo

Grupo de discussão de feministas radicais tem ramificações no Brasil

O usuário Bastion, do fórum do Búfalo, nos dá um alerta importante sobre um grupo de discussão feminista na internet  que prega o ódio contra o homem de forma asquerosa e criminosa, e pra “melhorar”, tem brasileiras metidas nesse meio. Abaixo eu transcrevo o que Bastion informa no fórum. Peço atenção nisso, senhores!

por Bastion

Saiu estes dias no A Voice for Men uma matéria sobre um cara (Agent Orange) que tinha se infiltrado no maior forum feminista radical conhecido, o RadFem Hub.

Este cidadão expôs o que nós da Real já sabemos de cor, mas com uma profundidade que assusta os desavisados. Elas já estão em posições governamentais, ao mesmo tempo que cuidam de crianças, ganham prêmios internacionais, fazem sites e planejam como extirpar os homens da terra. O pior disso é que já estão entre nós! Continue lendo

Como argumentar

por Navarre, usuário do Fórum do Búfalo

Existem temas que são muito complicados de se discutir: Religião, futebol, política, e feminismo.

Esses temas são mais difíceis de serem discutidos porque os participantes (ou as vezes apenas uma das partes) possuem um envolvimento emocional muito forte com o tema.

O interlocutor fez um “investimento ideológico” na sua fé, no seu time, na forma de governo, ou na capacidade do seu gênero. Toda a sua meta de vida pode estar sendo guiada por essa ideologia.

A dica mais importante que eu posso dar sobre como argumentar com alguém é: Nunca, jamais, se envolva emocionamente em qualquer discussão. Não odeie a outra ideologia oposta, assim como não vanglorie a sua própria. Continue lendo

%d blogueiros gostam disto: