Barão Kageyama

Administrador do blog e tradutor. Articulista nas horas vagas.

Posts mais comentados

  1. Transtorno de personalidade borderline – um doente ou somente um imbecil maluco? — 945 comentários
  2. Como saber se o filho é seu sem o DNA? — 209 comentários
  3. Porque os homens preferem as prostitutas? — 102 comentários
  4. Mulheres infiéis – saiba como identificar — 71 comentários
  5. Um caso curioso no programa “Largados e Pelados” — 64 comentários

Publicações do autor

A Flecha do Desejo – Homens sexys e não confiáveis – Final

Caso não leu a 1ª parte, clique aqui! por Whiskey’s Place  Steve Sailer postou uma das melhores observações que já li. Ele falava da falta de “diversidade” entre as mulheres (e homens) que jogam nos times americanos de futebol. Entre os pontos expostos, destaco aquele que ele afirma que os pais das classes mais abastadas investem pesado …

Continue lendo

A Flecha do Desejo – Homens sexys e não confiáveis – Parte 1

Um tapa na cara daquelas que falam que mulher quer um “homem companheiro e compreensivo”. por Whiskey’s Place  Alguns artigos publicados um tempo atrás no site de Larry Auster e no Wall Street Journal demonstram bem como o desejo das americanas (e na realidade, pode se estender a todas as mulheres ocidentais) mudou através das décadas. …

Continue lendo

Todos os homens não prestam

por Angry Harry  Quantas vezes já tivemos que escutar isto? Entretanto, se uma mulher diz que “todos os homens não prestam” isso só pode ser por experiência própria dela. Deve ser a experiência que ela teve com TODOS os homens que ela se relacionou, TODOS os seus colegas maculinos e TODOS os seus amigos homens (isso se ela tiver algum). Agora, tanto …

Continue lendo

[Pragakham] Carência da mamãe vista em uma bandida qualquer

por Pragakham O grande segredo para que tu, seu merda, não veja sua vizinha gostosa e bucetuda como uma mamãe que não te deu carinho e peito é começar desde cedo a praticar a lei do corpo. Vá a zona mais cedo, descabace mais cedo, vá meter em mulheres pagas, putas civis safadas, etc. Antigamente …

Continue lendo

O problema é, eu ainda a amo – Relato de violência doméstica

Por 6 meses, Daniel Hoste foi espancado repetidamente por sua namorada, geralmente por pequenas transgressões, como entrar de sapatos na casa. Foi só depois de separar-se dela que ele viu que esta situação está longe de ser incomum. The Guardian, Segunda, 11 de março de 2002 Relato Imagine sendo socado no rosto por um estranho, …

Continue lendo

O declínio da masculinidade é acompanhado pelo declínio da liberdade

É bem claro que a vida dos americanos se tornaram muito mais regulada e tediosa que a vida dos americanos de uma geração atrás. Nós tecnicamente ainda temos liberdade, mas elas vem sendo sistematicamente retiradas de nós por pressões econômicas e institucionais. Por exemplo, o politicamente correto nas universidades, do que era uma mera expressão …

Continue lendo

Caras legais – O papel higiênico emocional das vadias

por Dust Storm  Esta é a primeira vez que te vejo – e aquele carrão. Fico pensando se é o seu primeiro dia na faculdade, ou se é a primeira vez que você vem com este carrão para cá. Espero que você venha falar comigo. Eu adorei aquele carrão. Todos me amam. Sou linda e todos …

Continue lendo

Auto controle – Uma qualidade masculina

por The-Spearhead  Tempos atrás, uma feminista que conheço veio contestar quem era contra o aborto em seu blog: “O que as mulheres que não desejam ter filhos devem fazer? Não abrir as pernas?” perguntava ela sarcasticamente. Sim, porque não? Até as pedras sabem que se elas mantiverem suas pernas fechadas elas não engravidarão. E é precisamente …

Continue lendo

Sexo sem prazer? Uma excelente leitura para as mulheres

Uma estória de ficção científica onde um estado totalitário força as mulheres a ter um sexo sem romance com homens e os proíbem de ter propriedades ou emprego, está surgindo como um livro que está mudando a vida de inúmeras mulheres. por John Elliott O livro “The Handmaid’s Tale”, uma sátira escrita em 1986 pela …

Continue lendo

A princesa miserável e a grande máquina americana de vadias

por Paul Elam Começo, sem exitar, tirando meu chapéu para as mulheres tradicionais que ficam ao lado de seus homens na saúde e na doença, não importa o que aconteça na vida deles. Também saúdo as mulheres que trabalham e contribuem igualmente em seus relacionamentos em termos de finanças e fazem alguns esforços para carregarem o …

Continue lendo

%d blogueiros gostam disto: