COMPLEXO DE PIGMALIÃO MODERNO

O texto a seguir foi escrito por: Daniel Antonio Lima Ferreira, março de 2020 São Gonçalo — RJ, Brasil
facebook.com/daniellimaferre
twitter.com/dan_limabr
* retirado da página Médium do Pensador Selvagem

Pigmalião e Galetéia

Penso que o futuro do feminismo será apelar para o tradicionalismo — por mais contraditório que possa parecer. A 5° onda do feminismo já se faz notar e não será levada adiante por feministas com pelos nas axilas e seus capachos sem amor-próprio os ‘feministos’, mas sim pelas (neo)conservadoras — que atuarão em conforme nos costumes que lhes convir mas sempre progressistas quando o assunto for privilégios estatais e leis. Tudo isso com o apoio daquele que é o principal inimigo dos homens que seguem seus próprios caminhos: o tradicionalista ‘cavaleiro branco’ cristão.

O modo de vivência MGTOW (Men Going Their Own Way, em português Homens Seguindo Seu Próprio Caminho) já inicia também a se espalhar para fora da internet, ainda que timidamente. E é nítido que começa a incomodar o status quo feminista/ginocêntrico político-cultural seja à “esquerda” ou à “direita” e suas visões distorcidas e ignorantes das naturezas biológica e psicológica dos sexos.

Uma forma bem ilustrativa de notar esse incômodo é ler comentários depreciativos por parte de mulheres e o shaming dos ‘cavaleiros brancos’ ao fenômeno das waifus (personagens femininas atrativas de ¹animes e jogos) e das sex dolls e contra aqueles que as apreciam ao invés de serem um “homem de verdade” assumindo, provendo e protegendo invariavelmente mães-solteiras muitas vezes com a aparência física e fertilidade já decadentes, com filho(s) de relações anteriores e ao custo de pagar mais e maiores impostos ao estado, tudo isso no fio da navalha de leis como a ‘Maria da Penha’ e outras excrescências jurídicas abertamente misândricas.

Talvez a primeira personagem que fez o sistema ginocêntrico ter sentido uma espetada (ou ‘bundada’) virtual foi a primeira camgirl 3D ²hentai, chamada Melody que fez um grande burburinho deixando as camgirls humanas nas sombras do esquecimento e com raiva no início de 2020, a ponto de fazer em uma campanha na internet pedindo o cancelamento do projeto! Hipergamia reversa?…As waifus na minha percepção podem converter-se numa concorrência em curto prazo às mulheres, enquanto as dolls em médio prazo conforme se desenvolvem incrivelmente a cada ano e ficam financeiramente mais acessíveis a maior parte do público masculino comum; já as potenciais androides com útero artificial poderiam causar em longo prazo praticamente a obsolescência da mulher cis. Ora, quiçá por tais prognósticos alguns mandatários e seus asseclas ideológicos já percebendo a iminente ameaça ao ginocentrismo começam a se mexer fingindo supostas boas intenções porém agindo como verdadeiros inquisidores propagando um deslocado e sem sentido (vindo de quem vem) moralismo contra as waifus, as dolls e claro contra quem gosta delas. Atualmente a Austrália parece estar na vanguarda dessa nova inquisição a julgar por notícias vindas de lá.

Creio que muito mais do que apenas relegar o crescente interesse nessas alternativas afetivo-sexuais como meras substitutas às mulheres por parte de incels“virjões fracassados sem vida social”, a perspectiva deveria ser mais ampla ao se abordar esse talvez complexo de Pigmalião moderno, que se apresenta ao mundo literalmente à velocidade da internet! Pois em que pese o assunto das waifus e love dolls vir sendo tratado um pouco mais abertamente na ³man-o-sphere anglofalante (nota da mente dos Estados Unidos) e Japão e com um interesse razoável em países de língua espanhola e no Brasil, no geral a questão é quase apenas comentada no underground da internet por ⁴honk pills e perfis anônimos nas redes sociais mas muito pouco aprofundada.

Certamente fatores como o arrefecimento dos costumes e quebras de tabus que empoderaram o sexo feminino através de muita representatividade forçada em praticamente todos os espaços, nas últimas décadas, também começa a agir como desinibidores nos homens solteiros modernos, liberando-os do fardo de serem um “homem de verdade”. Desnecessário apontar que tudo isso provavelmente terá consequências civilizacionais invulgares no longo prazo, pois que hoje já é notório o fosso dos relacionamentos que começa a verdadeiramente se aprofundar entre homens e mulheres.

Fato é que as waifus e as love dolls vieram pra ficar. E as mulheres modernas, tão pouco femininas, têm pouca chance em competir com elas. As vantagens e desvantagens entre são latentes; o que possivelmente fomentará uma maior expansão da interação homem x “mulher” virtual como mostra dono filme ‘Ela’ (2013) estrelado entre outros pelo ator Joaquin Phoenix.

Obs.: Sobre o título ‘Complexo de Pigmalião Moderno’, utilizei-me de uma licença poética lembrando o grande escultor da mitologia grega e sua paixão por Galatéia uma de suas obras e o conceito da chamada Síndrome do Complexo 2D, também conhecido como Nijikon, Schediafilia ou Toofilia, que é como se refere à atração emocional e sexual por personagens fictícios, principalmente os de quadrinhos, mangá, anime e videogame.

Glossário:
Waifu — corruptela japonesa de wife, noiva em inglês
Sex dolls — bonecas sexuais, hoje hiper-realistas e customizáveis
1 Anime — abreviação de animation; refere-se a animações japonesas (séries, filmes)
2 Hentai — mangás e animes com forte conteúdo sexual explícito
3 Man-o-sphere — Numa tradução livre do inglês ‘esfera masculina’.
A manosphere seria tudo o que promove a masculinidade em sites, blogs e fóruns online, reunindo homens com interesses e assuntoscomuns.
4 Honk Pill — é como se denomina uma parte da manosphere com uma visão mais cética, quase cínica da vida moderna. “Se o mundo está todo fodido e sempre será assim, então vamos parasitá-lo e rir da cara do gado. Um homem de verdade tem compromisso consigo mesmo, não uma sociedade quequeira escravizá-lo e matá-lo a todo custo”.
* Projekt Melody, criação do animador norte-americano identificado como Digitrevx, trata-se de uma V-tuber (“criadora” de conteúdo virtual ) que possui um canal no YouTube e Patreon onde faz lives eróticas pagas na webcam
* Incel — involuntary celibates (celibatário involuntário)

Os que vilipendiam os “waifuafetivos” por se apegarem a coisas irreais poderiam também explicar ao governo australiano sobre a irrealidade de tais personagens: https://vocesabianime.com/senador-da-australia-quer-banimento-de-animes-que-mostram-abuso-infantil/

Censura e depois perseguição: https://vocesabianime.com/funcionario-da-comissao-de-trabalho-na-australia-sera-investigado-por-ter-figures-ecchi/

https://vocesabianime.com/livraria-na-australia-retira-eromanga-e-mais-6-mangas-apos-reclamacao-de-politico/Vols 1, 2 e 9 de No Game No Life tem Classificação Recusada na Austrália – Você Sabia Anime?Caso você não saiba o que aconteceu, leia este post aqui primeiro, pois esse aqui é uma atualização deste caso. Pois…vocesabianime.com

A profetisa do futuro entardecer feminino? Melody (Projekt Melody) incomodou bastante as camgirls humanas que se sentiram ultrajadas por perderem de uma personagem virtual:

https://olhardigital.com.br/noticia/esta-camgirl-virtual-inspirada-em-animes-rouba-a-audiencia-de-mulheres-reais/97111

Nota do Barão: episódio lá do Voz da Real sobre a Projekt Melody:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: