Riscos: o que são e como lidar

por Petulas

Os riscos são basicamente alguma merda que não aconteceu ainda. É uma bomba que vem por aí e que você pode tentar prever quando vai acontecer e as chances de acontecer. Se a coisa já aconteceu, ela já é um problema, ela já não é mais um risco.

Ou seja TODO problema na VIDA é um risco que não foi antecipado e trabalhado.

As pessoas se protegem de um terremoto no Japão, mas não se protegem no Brasil. Porque evidentemente a PROBABILIDADE de acontecer aqui é quase inexistente.

Porém o comportamento individual do ser humano não é sujeito a cálculo de probabilidade, pois a loucura, as decisões erradas, SEMPRE vão acontecer.

Exemplo que posso dar é que todo projeto que eu faço, eu coloco o risco de cada membro da equipe pedir as contas. Já me falaram que eu não precisava fazer isso, porque afinal o fulano tinha mais de 10 anos de empresa. Eu insisti e fiz. E adivinha quem pediu as contas no meio do projeto?

Na questão da mulher e relacionamento devemos aplicar a mesma regra, prepare-se pra tudo. MAS TUDO MESMO! Porém, você tem que evitar ficar paranóico, porque se for assim você vai ter que se preparar até pra não receber facada no peito enquanto estiver dormindo.

Sendo assim, como que eu encaro a coisa:

Eu vejo pelo dano causado. O dano que ela pode fazer na sua vida é irreversível? Então se prepare e tenha um plano de contigência, ou larga da mulher. O dano em questão é mínimo? Então deixa quieto, e se acontecer só administra as consequências. Vou deixar dois exemplos:

Risco da mulher dar pro seu melhor amigo, fugir com ele e roubar seu dinheiro.

Compensa se Proteger? (Sim e Não) Como? Quebramos a situação em duas partes:

Risco A – Fugir com seu amigo. Não faça nada, se ela fugiu com ele, ela te livrou dela mesma. Assume a conversão do risco em problema. Agradece a deus e segue em frente.

Risco B – Roubar seu dinheiro. Esse você tem que ter um plano. Aí você estabelece ações: não contar quanto ganha, não abrir conta conjunta, não guardar dinheiro em casa, não compartilhar senha do cartão. etc…. etc…. etc….

Como demonstrei acima, foque seus planos nos riscos que causarão maior impacto para você (seja eles emocional e/ou financeiro).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: