A Verdadeira personalidade da mulher

Por Speed Racer no antigo fórum Homens Honrados

As mulheres não são tão difíceis de entender como pensam os desinformados.

Acostumaram-se a pensar que a mulher é um ser profundo e de sentimentos nobres, que nenhum homem pode entendê-las completamente e que seria um crime julgá-las, porque são seres cheios de amor e de bons sentimentos.

Tenho pena dos que pensam assim. Mulheres são apenas seres de beleza passageira, mas que denotam muito mais fragilidade, irresponsabilidade, insegurança e irracionalidade que os homens.

Embora sejam fisicamente mais frágeis, são mais espertas e ligeiras em compreender o lado emocional das coisas; e é no campo emocional que elas se locomovem com desenvoltura.

O homem na sua natureza racional e lógica não é capaz de enfrentar uma mulher usando as mesmas armas. Se aventurar contra uma mulher nesse campo é mergulhar de cabeça no inferno.

Se você observar verá que as mulheres de forma geral, são muito parecidas umas com as outras. Diferente dos homens – que possuem maior amplitude de responsabilidades e estilos, gostos e aptidões diferentes – a mulher é responsável apenas por uma tarefa em toda a sua existência: a concepção. Razão essa porque são tão emotivas competitivas e de índole duvidosa.

Não há entre elas uma desmedida comparação de forças e por serem unitárias em suas funções, acabam sendo vitimas de competições, por vezes violenta.

A mulher é por natureza um ser bastante competitivo.

Os homens são por natureza indiferente uns aos outros, no entanto, as mulheres são, por índole, inimigas.

Acredito que isso tenha origem na sua missão unitária fortemente ligada à maternidade.São altamente competitivas e capazes das maiores loucuras para conquistar o homem “que acreditam” amar, e esse será sempre o destacado, poderoso e influente entre todos na hierarquia masculina.

Razão essa porque se comparam umas com as outras, muitas vezes, com inveja e rancor.

A mulher não nasceu para galgar lugares de honra e poder e nem foram criadas para grandes esforços físicos ou intelectuais. No entanto são as mais perfeitas e idôneas parceiras que um homem possa ter.

Com especial inteligência psíquica e terrível esperteza é capaz de compreender com facilidade o lado obscuro das pessoas e sentir por intuição coisas que nós homens não compreendemos com facilidade.

A natureza da mulher se inclina muito mais para o abstrato do que para o palpável, o que dá a elas uma capacidade extraordinária de imaginação e organização fora do comum, sendo que as cores e os pequenos detalhes são para elas mais importantes do que o todo.

São ótimas organizadoras e decoradoras. Possuem uma natureza mais flexível e tratável que os homens, e por viverem uma vida mais ativa e cheia de atividades peculiares, são por naturalmente capazes de fazer varias coisas ao mesmo tempo, como cuidar dos filhos, fazer comida, limpar a casa e mantê-la limpa.

A mulher, assim como a maioria das fêmeas animais, não desejam o macho por sua beleza física; mas sim, pela personalidade, destaque e poder que o mesmo representa, a capacidade de oferecer segurança também são muito importantes. São facilmente seduzidas pelas emoções que um homem inteligente e divertido possa despertar nelas.

Querem roubar o homem de uma mulher linda, querem o mais rico, o mais forte, o chefe, o poderoso, o maior dentre todos os homens. Assim como na selva as fêmeas animais querem os melhores machos para a reprodução, (conhecido como macho alpha) e a herança dos melhores genes. As mulheres desejaram, sempre, a melhor opção disponível entre todos.

Possuem pouca impulsividade e por isso se adaptarão à espera; como não possuem grandes impulsos sexuais e pouca força física, a paciência e a dissimulação são inerentes da personalidade feminina.

A mulher não tem nenhuma afeição ou mesmo respeito pelo mais fraco, antes tem repudio, ódio e nojo de homens fracassados e débeis. Mesmo que tal homem não seja realmente um perdedor, leva em conta a opinião das outras e a fantasia que ela mesma criou sobre tal homem, oriunda de suas primeiras observações. Por isso são tão artificiais e mesquinhas em quase todos os aspectos. Por essa razão, é que a indiferença e a neutralidade, como também a frieza da parte do homem é indispensável no trato com mulheres difíceis ou em crises emocionais.

Geralmente a mulher tem personalidade inversa ao homem, mas só se dão bem com aqueles poucos que ignoram suas freqüentes variações de humor e seguem seu caminho sem se importar com elas.

Há uma conclusão equivocada sobre o conceito do que é puritano ou não sobre elas.

Como são emocionais e a lógica delas é inversa ao raciocínio lógico, e difícil para o homem compreender a origem de seus sentimentos, mas faria bem se simplesmente as perdoassem e as esquecessem por um tempo.

Por isso é tão difícil principalmente para os maridos e namorados, saberem se a mulher com quem se relacionam são santas ou putas enrustidas.

O amor e a ternura da mulher são objetivos, e ao contrario do que pensam os idiotas, o homem nunca foi à conclusão e nem alvo de seus sentimentos mais nobres. No entanto, sentem-se felizes quando descobrem que um retardado mental ou qualquer um desses idiotas românticos, passionais e ciumentos se apaixonam por elas, pois confirmam seu poder de sedução e personificam o ego através desses dementes.

Porém jamais, em circunstancia alguma, lhes darão o amor e o carinho (muito menos sexo) que procuram. Todas as amabilidades e carinhos são destinados aos filhos e não ao macho.

Há uma grande mentira, quase religiosa que dizem sobre o amor da mulher; talvez a pior de todas.

Muitos pensam que o amor é algo gregário e romântico, mas não é.

As pessoas confundem amor com paixões carnais, como por exemplo, o amor de um homem por uma mulher. A idéia atual é que o amor é uma retribuição ao afeto e dedicação dados pelo homem e que em retribuição a mulher daria o mesmo amor em troca.

Isso talvez funcione em outros aspectos, mas no trato com as mulheres as coisas são totalmente diferentes e por vezes até ingrata. O homem se acostumou a acreditar que o amor da mulher é uma retribuição aos carinhos e mimos oferecidos, mas as coisas não são assim.

No amor de natureza sexual, há uma distinção ferrenha entre as peculiaridades do macho e da fêmea.

O amor da mulher nunca e jamais será um ato de retribuição gratuita.

Os imbecis geralmente acreditam sinceramente que o fato de serem submissos carinhosos e românticos irá conquistar o amor das mulheres, mas estão enganados.

Elas amam a masculinidade e a agressividade, são frias em analisar a força e o poder do mais forte e desprezar com repulsa o mais fraco e carente; são rápidas em qualificações de poderes e comparações, muitas vezes tendenciosas e cheias de malicia, e fazem isso com uma crueldade impressionante.

Por essa mesma razão que existem tantos babacas nesse mundo.

Um dos maiores sofrimentos das pessoas ultimamente, principalmente da parte dos homens tem relação com as suas frustrações amorosas.

Como as mulheres são mais espertas e emocionais que os homens, conseguem ver as entrelinhas do subconsciente e pode com facilidade, mesmo com a pouca inteligência que possuem enlouquecer o homem com suas torturas psicológicas, levando muitas vezes ao suicídio.

E não pense o ingênuo leitor que a “vampira” sentirá piedade ou compaixão pelo morto, pois na sua avaliação criteriosa e fria, a vitima será, (e por boas razões) um perfeito fracassado merecedor de todo o desprezo. A mulher ficará satisfeita e alegre por saber que um homem sofrido e desprezado se sacrificou por ela e não haverá nenhuma piedade ou pesar pela morte desse infeliz.

Em controvérsia, a mulher não tem poder algum diante do homem que as domine e seja um representante genuíno de masculinidade. Como amam a superioridade e o poder, perdem as estribeiras quando vêem suas armas psicológicas não surtirem o efeito, e daí a razão de se apaixonarem pelos cafajestes, pois são frios, dominadores, arrogantes, seguros e cheios de sensualidade, que para elas, embora afirme convincentemente ao contrário, é o homem ideal.

O interessante é que, para o homem, rejeitar uma mulher pode soar como uma atitude anti-masculina e às vezes até homossexual. Para a mulher, o ato de rejeitar é algo muito comum, uma coisa normal. Note que os homens, geralmente mais desesperados e carentes, dificilmente rejeitam uma mulher, mesmo que ela seja feia e gorda, com poucas exceções. Para a mulher, a rejeição é encarada como uma oportunidade de seleção de acordo com o padrão de beleza que a mesma possui ou acredita ter.

Assim – como nós homens temos o desejo de sermos superiores a outros homens em tamanho, força e poder aquisitivo – elas também querem ser superiores a outras, e são, na verdade, muito mais competitivas que os homens. 

Note que a mulher sempre passa uma imagem de estar sendo amada e desejada por um homem, costumam enganar otários inexperientes colocando fotos deles no celular delas só para dizer para as amigas que tem um cara babando por elas, e o coitado fica feliz da vida por pensar que a moça está gostando dele, mas não se da conta da malicia que tal atitude esconde.

Pobre coitado, não sabe que caiu numa armadilha perigosíssima e que é ele que esta sendo conquistado.

Este texto faz parte do projeto: Segunda das Relíquias Perdidas.

===

Querendo boas recomendações de livros? Não deixem de acessar nossa área Livros Recomendados, com dicas e recomendações quentes de títulos e autores.

Descubra BR 500x500

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: