«

»

dez 03 2015

A real quer que você morra – Renascer para o próximo

Olá, confrades.

Estou escrevendo esse textículo aqui para exemplificar melhor o que eu quis dizer no meu primeiro texto, no qual eu falava dos princípios de morte que norteiam a real.

Primeiramente: Daonde eu tirei isso tudo?

A origem histórica de morte vem dos ensinamentos de Cristo, eu grifei histórico porque eu não quero que pensem que estou tentando ensinar religião a ninguém, muito pelo contrário.

HISTORICAMENTE, nos primeiros séculos, muitos cristãos eram perseguidos e mortos, era uma igreja com “cheiro de morte” e podemos imaginar uma igreja acuada, escondida, onde qualquer membro que professasse amar a Cristo poderia morrer a qualquer hora, mais cedo ou mais tarde pela tirania do governo romano, muitos faziam pouco da sua própria vida porque pensavam que morrer como mártir era trabalhar para a causa de Deus.

Paulo já dizia: “Morrer para mim é lucro” e em vida Jesus disse: “Aquele que quiser me seguir, nege a si mesmo, pegue sua cruz e siga-me”. (Crucificação eu não preciso explicar né? Morte.)

E o que seria negar a si mesmo?

Brincadeiras a parte (daqueles que brincam), eu sei que existem dentro da real muita gente calejada, muita gente que sofreu bastante com relacionamentos ou que assumiu posições por causa deles ou da situação atual do mundo.

Muitos aqui na real são extremamente orgulhosos, egoístas, egocentricos, narcisistas e posso até dizer que até um pouco misóginos e suicídas. Sim, isso parece ser doideira, mas muitos realistas odeiam a si mesmos ou se sentem sem sentido no mundo.

E o sentido de negar a si mesmo até Nessahan já falou, então não sou eu quem estou falando, eu só estou reforçando aquilo que eu já aprendi com diversos realistas:

“Negar a si mesmo é você matar tudo o que você é e passar a viver para o próximo”.

Isso eu já ensinei na teoria, mas…

Negar a si mesmo na prática:

  1. Sua auto análise: Você olha para si mesmo e vê tudo aquilo que te faz egoísta, tudo, claro, dentro de suas próprias limitações, você não vai ser doido de doar seus olhos para uma pessoa enxergar se você necessita dos mesmos para o mesmo fim.
  2. O amor se estende a todos: Mães solteiras, vadias de facebook,  esquerdistas, homossexuais, ladrões, etc. Não quer dizer, claro, que você tenha que compactuar com as coisas deles, que fique bem claro! Se você apoiar as atitudes erradas de quem está no erro você apenas está andando na mesma engrenagem que eles, você tem que ser o contrário, a cadeia oposta.
  3. Deixe o orgulho de lado e ame ao próximo como a si mesmo: Sim, sabe aquele amor todo que você tem por seu desenvolvimento pessoal? Cuide do seu próximo como se fosse você.
  4. Ame, mesmo que isso te traga consequências: Jesus amou 12 e foi traído por 1, negado por outro e negligenciado pelos outros 10 que nem sequer apareceram. Quem é você para dizer que relacionamentos não dão certo? Que você não namora porque mulher é atraso, que você prefere viver para você do que para os outros? Observe Cristo, sofreu uma das maiores injustiças do mundo e continua sendo exemplo e salvando milhares de milhares todos os dias. Sua vida de “sofri muito” é uma ilusão, uma hora ou outra você vai se decepcionar, mesmo que seja com você mesmo.
  5. Passe a viver não para você mesmo, mas para o próximo: O sentido da vida é o amor ao próximo, é a comunhão, é viver em sociedade. É melhor serem dois do que um. Então se você é solteiro e deseja se relacionar, mas não encontra solução porque todos os relacionamentos você encontra defeitos…Simples! A resposta está na sua morte! Morra para você mesmo, assim como sua mulher tem que morrer pra você também, e passem a viver como casal. O segredo de um bom relacionamento é viver como casal, você não é você, mas “servo” da sua mulher, assim como o contrário também.
    E entendam de uma vez por todas, compromisso é para quem tem bolas o suficientes para dedicar a vida a outra pessoa, então se você continua inventando desculpas para não viver para a sua mulher eu sugiro: ou morra em seu egoísmo e egocentrísmo ou corte suas bolas fora e vire uma borboleta. (Assim como Nessahan sugere)
  6. Awaken, mas eu sou solteiro por não poder, ou não pretendo me casar porque tenho outra missão, existe sentido na vida pra mim?: Claro que sim, meu nobre cavalheiro, viver para o outro não é só relacionamentos amorosos, também se extende a amigos, família e outros também. É incontável o número de “ministérios” que você pode ter, desde que… isso não passe a ser o centro da sua vida e você volte a cair no mesmo centro egoísta de achar que tudo é você, para você e somente para você.
  7. O custo? O que você ganha?: O custo é sua vida, e o que você ganha? É mais valioso do que ouro… é sua eternidade no legado daqueles aos quais você ajudou e te ajudaram.

Espero ter sido claro, já é tarde e eu já não estou mais funcionando tão “quente” das idéias.

Gostaria de escrever mais, mas o sono me pega. Espero ter sido suficiente.

martir

2 comentários

  1. nascimentorichard

    Muito interessante colega.. porém vc se desviou do fundamental.. o correto é “viver para o próximo(outro) que está dentro de vc e esse próximo(outro) está mais perto do que mãos e pés”. é isso que Jesus falava, não só ele como Buda, Mani, Platão e todos os outros mestres.
    é o processo da redenção dos mortos, conhecido hoje como a transfiguração da alma mortal para a alma eterna e divina.
    esse próximo(outro) é o homem divino em nós, que aguarda pacientemente nossa morte (morte do eu egoista) para nascer.

  2. Rodrigo

    Concordo. Vivemos em sociedade e temos que conviver. Mas não devemos desviar dos nossos objetivos em pró de terceiros, apenas devemos ajudá-los, sermos educados e fazer o que está ao nosso alcance. E para isso, devemos matar o ego.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: