«

»

nov 17 2015

[Investimentos bufalescos] O Medo

medo

Dando prosseguimento ao artigo anterior sobre os “4 Cavaleiros da Pobreza“, vamos falar de um cavaleiro extra na história.

por Diamante Negro

OBS: Só não vou me aprofundar no Medo no geral, porque esta situação já é mais complexa e vai exigir um profissional especializado na área de Psicologia. O objetivo do tópico é falar do medo em si, na área de Finanças.

Medo: A principal razão que impede a maioria das pessoas de conseguir o que almeja

O Medo no mundo das finanças é caracterizado por uma série de fatores. As pessoas que almejam a Liberdade Financeira aproveitam as oportunidades que surgem. Em contra partida, as pessoas paralisadas pelo medo, focalizam obstáculos. É aí que está o segredo. Oportunidade vs Obstáculos. Foque nas oportunidades, sempre.

Vou dá um exemplo recente do fator Medo: Tesouro Direto

Muitas pessoas estão retirando seus recursos com a preocupação do país quebrar. Só digo o seguinte: “Se o nosso país quebrar, estaremos em apuros. Independente onde seu investimento esteja investido em território nacional. Antes do Tesouro “falir”, o dinheiro (simbolicamente falando) debaixo do colchão, perderá o valor para inflação. Os Bancos e as instituições financeiras quebrarão, e logo em seguida o FGC. Para que depois de um longo caminho, chegue ao Tesouro Direto”.

Nota: Este medo é o que chamamos de ‘Efeito Manada’, ou o famoso: “A Maria vai com as outras”.

Motivo: Muitas destas pessoas, são controladas pelo medo, não buscam o conhecimento para administrar a situação (o exemplo desta história citada). Nota: Graças aos conhecimentos na área, pude investir ainda mais no Tesouro. Por quê? Por que busquei justamente o conhecimento na área, lendo e estuando o investimento. E também usando a lógica ao meu favor. Pensei assim: “Não vou tirar o meu investimento, porque o país é o lugar mais seguro para se investir, não há razões ou motivos plausíveis para retirar os recursos, se os mesmos estão progredindo tão bem com uma boa taxa de juros”. Como adquirir este pensamento? Lendo e estudando.

Como superar o medo na área de finanças:

Conhecimento, Foco, Proteção e Ação.

O oposto simbólico dos 4 cavaleiros da pobreza.

Conhecimento: Primeiramente, leia! Busque conhecimento no empreendimento que você almeja. Eu por exemplo: Obviamente, não nasci sabendo. Estudei e busquei conhecimento até chegar aonde cheguei (sempre fui autodidata nesta área). Se eu pensasse assim: “Vou esperar a sensação do medo e insegurança desaparecerem para poder agir.”, “Investir é só para os ricos”. Caso eu aguardasse tal situação, estaria estagnado até hoje.

Foco: O que você quer? Quais são os seus objetivos? Muitos podem responder assim: “Quero ser rico”. Nota: Pra mim, esta frase clichê, não quer dizer nada. Para ter foco, você precisa ter um planejamento pessoal e foco(s) realista(s). É através do foco no objetivo, que estimulará seu interior para domar o medo na área de finanças.

Proteção: Ao investir, tenha proteção. Tanto pelo conhecimento na área, tanto pela proteção financeira. Os mesmos o protegerão de alguma eventualidade financeira (caso apareça). Estas duas proteções, o protegerá de resgatar seus investimentos prematuramente.

Ação: Saia de sua zona de conforto criada pelos sentimentos de incertezas. Você irá *errar algumas vezes, porém, fará parte do aprendizado. Por esta razão, busque conhecimento na área específica.

*Este termo é o que chamo de Risco Calculado. Invista aos poucos (nos empreendimento no qual ainda esteja receoso) para ir perdendo a insegurança, vá se acostumando até você pegar o Modus Operandi da operação.

FONTE

3 comentários

  1. Nao Existo

    O que você acha sobre as poupanças?

    1. Barãozin

      Seja específico.

    2. Diamante

      A Poupança nos tempos de hoje só recomendaria a ser usada para ser guardada uma parte da Reserva de Emergência e/ou para projetos que viabilizam compras no curto prazo. Caso contrário o dinheiro será corroído pela inflação ao longo do tempo.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: