Um caso curioso no programa “Largados e Pelados”

por barbarossaa

Estou assistindo um interessante programa chamado “Largados e Pelados“. Basicamente, o programa pega duas pessoas, um homem e uma mulher, e os larga em algum lugar remoto do nosso planeta com apenas um item que eles escolheram previamente. Os dois então tem suas roupas retiradas e são deixados para se virarem, no melhor estilo neolítico, por 21 dias nos quais no fim do desafio eles tem que encontrar um caminho até um ponto de extração. Eu já começo avisando que tais shows são, obviamente, feitos visando audiência e não se preocupam muito em mostrar os verdadeiros aspectos da sobrevivência em ambientes hostis, sem falar que os dois indivíduos contam com uma equipe de apoio que os monitora o tempo inteiro. De forma alguma ambos estão realmente por conta própria e este “reality” show se compromete a mostrar qualquer senso de realidade para seus espectadores. É uma bizarria que gosto de assistir, nada mais.

Mas pelo menos, os dois participantes devem procurar comida, construir um abrigo e se proteger dos elementos. Mesmo estando sob constante supervisão, a equipe só está ali para agir caso alguma coisa saia errado. Os participantes são mostrados tremendo de frio, desidratando sob o sol escaldante, fazendo fogueiras, caçando e coletando alimentos da flora e fauna nativa… o que quero dizer é que eles realmente tem que fazer algum esforço para sobreviver.

Dado que os participantes são sempre um homem e uma mulher, é previsível esperar que todo aquele papo sobre “as mulheres serem fortes e independentes” acabar sendo desmontado com uma saudável dose de realismo nas mãos frias e implacáveis da natureza. Longe estão as facilidades da civilização onde a mulher é paparicada, protegidas pela armadura do politicamente correto e dos confortos materiais de uma sociedade ginocêntrica tecnologicamente avançada. As vezes uma mulher verdadeiramente competente, treinada nas artes da sobrevivência, se mostra valiosa para seu parceiro e até mesmo se destaca sendo a parte mais forte da dupla em termos estratégicos, mas no geral o que vemos é algo semelhante a isto.

O homem está tentando chegar ao seu destino, sua parceira o acompanhando, ambos cobertos de lama para tentar refrescar o calor infernal e então a mulher começa a desabar, no caso logo no primeiro dia do desafio. Ela, como seu parceiro, estava sentindo os efeitos nefastos da desidratação. O homem simplesmente aceita o fato de que não há outra saída a não ser aguentar isso e continuar seu caminho, já a mulher decide que ela precisa de um descanso e fica plantada em pleno sol infernal, forçando o seu companheiro a suportar os efeitos do calor infernal no processo.

Ele fica parado perto dela apenas esperando, tentando esconder sua impaciência, e então ela apenas constata o óbvio:

Me desculpe, não quero atrapalhar

O cara imediatamente tenta consolá-la,

Não você não está, não temos pressa, temos o dia todo… eu acho.

A maneira em que ele fala “eu acho“, combinado com sua linguagem corporal o entrega. Fica claro que ele a vê como um fardo e está visivelmente aborrecido de ter que lidar com ela, mesmo com ele tentando de forma envergonhada confortá-la, dizendo a ela que está tudo ok, ele sabe que não está. Temos aqui um microcosmo de duas pessoas que é um retrato de nossa sociedade moderna, onde o homem tem que fazer o serviço enquanto a mulher fica atrasando tudo, nesse meio tempoo homem tem que arrumar desculpas por ela o tempo todo. Quando ele foi entrevistado pelo câmera sobre sua parceira a verdade vem a tona, ele expressa sua frustração ao ver que sua parceira já está abrindo o bico após poucas horas. Vemos algumas variações deste cenário expostas na grande maioria dos episódios que foram exibidos durante as 4 temporadas do programa que foram ao ar.

lençóis

Lençóis Maranhenses, Brasil

Nenhum episódio foi mais ridículo quanto o que os participantes foram um cara chamado Matt Strutzel e uma mulher chamada Honora Bowen. Os dois foram designados a sobreviver os 21 dias no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, no Brasil, um lugar desolado de infinitas dunas de areia que tem como característica única possuir uma camada de rocha subterrânea que represa a água da chuva, que forma lagoas nos vales entre as dunas.

Os dois se encontraram pela primeira vez e mostraram imediatamente o que cada um trouxe para ajudá-los a sobreviver. Matt trouxe um facão que ele mesmo forjou (ele é um cuteleiro amador) e que se mostrou bem útil no decorrer do desafio. Já Honora trouxe uma lente de aumento, que segundo ela ajudaria a “purificar a água”.

Então ela ficou um bom tempo tentando usar a tal lupa para purificar uma quantidade irrisória de água, enquanto o sol fazia seu trabalho desidratando ela. Todo o episódio pode ser assistido aqui:

Matt por sua vez decidiu construir um abrigo, se esconder na sombra e apenas procurar comida quando o sol dava uma trégua, para evitar seus efeitos danosos o máximo possível. Sendo vegetariano, Matt se alimentou de cactus e de frutas, se movia pouco durante o dia e fez o melhor possível para conservar energia. Depois de alguns dias, Honora começou a ter desidratação severa por causa do seu método de purificação de água e inúteis tentativas de encontrar comida.

Ficando cada vez mais impaciente, ela jogou suas frustrações em cima de Matt, exigindo que ele a ajudasse em seu custoso método de purificação de água. Matt se recusou e ela começou a xingá-lo, dizendo o quanto ele era gordo, fedia e como ele era um inútil. Ela então numa mesquinha demonstração de vingança insistiu que deveriam desmontar o abrigo e se separarem, exigindo que ele dividisse metade dos materiais do abrigo que ela pouco ajudou a construir, bem parecido com as demandas de inúmeras mulheres hoje em dia durante um divórcio. O próprio Matt não poderia deixar de mencionar o quanto tudo aquilo era semelhante a um divórcio.

Honora então resolveu seguir seu caminho, e já que ela é uma mulher forte e independente, depois de muito procurar ela consegue encontrar um simples coco. Precisando usar o facão de Matt para abri-lo, ela oferece um relutante e hipócrita pedido de desculpas a todos os insultos que ela largou anteriormente. Matt, aparentemente não guardando nenhum rancor contra ela, a perdoou e deixou que ela usasse o facão.

Pouco após isto Honora desmaia por insolação e desidratação e teve que ser hospitalizada, desistindo do desafio no processo. Matt vai até o fim, provando a si mesmo e a todos que estavam assistindo que sua estratégia era superior a de Honora em todos os aspectos. Depois que ambos retornaram para casa, de volta ao conforto da civilização, Matt concorda em reencontrá-la, dando a ela palavras de encorajamento e até mesmo devolvendo sua lente de aumento a ela. Este artigo não tem outro objetivo a não ser mostrar o fato que o homem por padrão são os líderes generosos e as mulheres demonstram por padrão um comportamento incompetente, aproveitador e egoísta. É muito divertido assistir, mesmo que esteriotipada e artificial as vezes, pelo menos um ou dois episódios deste programa. Eu recomendo.

FONTE

Obs: Um pequeno adendo meu a este artigo, onde comento sobre outro episódio interessante.

largados e pelados

60 comentários

Pular para o formulário de comentário

    • Demóstenes Jr. em 04/25/2016 às 12:59
    • Responder

    De fato, sempre ouço que os homens tem que “mudar” seu comportamento e valores, mas nunca em parte alguma ouço ou leio que as mulheres devem mudar seu comportamento e valores, como se fossem seres perfeitos por natureza, isto nos diz algo bastante óbvio sobre a ideologia de gênero: simplesmente uma farsa ideológica.

  1. Esse texto é fruto de uma incrível misoginia, patriarcalismo e machismo. Que absurdo ainda hoje esse tipo de gente ainda existir e ainda se expressar com esse vergonhoso discurso. Pena. Mas esse tempo está acabando. Tenham certeza!

    1. Obrigado.

      E estamos só aumentando de número.

      Tenha um bom dia.

        • Gabriel Rosa de Carvalho em 06/28/2016 às 13:48
        • Responder

        Com certeza!

  2. Concordo plenamente com seus comentários sobre o episódio em questão. Mas no geral percebi que nas duplas em que o homens foram mais pacientes e amistosos, as mulheres produziram muito. Foi o caso do episódio das Filipinas em que a menina no começo parecia uma patricinha fútil, mas no decorrer teve muitas ideias promissoras. Esse episódio achei injusto, fizeram um buraco de mais de 2 metros pra achar água, mas em poucos dias o lençol freático da ilha simplesmente sumiu e tiveram que desistir. O episódio da Mamíbia também foi fantástica a relação de amizade e cumplicidade que surgiu entre o cowboy cinquentão e a ex policial lésbica. Trazendo isso pra vida, vejo que a compreensão, a ajuda mútua e o sorriso são excelentes aliados para se trabalhar em equipe.

    • Nicola Nucci em 03/28/2016 às 17:44
    • Responder

    A verdade é que ela é bem gostosinha e o balofo perdeu a chance de papá-la.

    • Lucas Landi em 03/28/2016 às 0:35
    • Responder

    Eu já assisti a quase todos os episódios de Largados e Pelados.. inclusive este da Honora e do Matt que foi gravado aqui no Brasil.
    Posso dizer que concordo em partes com o artigo, realmente na grande maioria das vezes o homem é que faz todo o trabalho pesado e sujo.. e a mulher muitas vezes só atrapalha.. mas também já vi muitos episódios que as mulheres foram simplesmente fundamentais pro sucesso da dupla.. quando não até se destacando muito mais que o homem.
    Eu não gosto quando alguns homens começam a bancar o OGRO.. o que acontece muito.. se sentindo O Macho Alfa.. e no decorrer do programa se mostra um verdadeiro inútil.. frustrando a mulher e à ele próprio.. e também não gosto quando a mulher tenta se igualar ao homem “forçadamente” quando quer se impor (típicas feministas).. acho que cada um deve se colocar no seu lugar ali.. afinal é uma questão de sobrevivência.. não de luta por egos.. a mulher tem que saber o seu lugar, assim como o homem tem que respeitar sua parceira e sua importância pro sucesso da dupla.
    Concordo com o autor do artigo sobre a “Mulher Perfeita”.. com certeza a parceira que eu escolheria se pudesse.. seria a Ky que participou com o Billy nos pantanos da Louisiana.. aquela mulher foi incrível.. tinha uma saúde mental impressionante.. diferente do Billy.. que tinha excelentes habilidades e técnicas avançadas de sobrevivência mas em contrapartida tinha uma certa “deficiência mental”.. enfim.. um completava o outro!! Foram jogados no pior lugar do mundo e sobreviveram àquele inferno graças às habilidades que ambos tiveram se complementando um ao outro.. enfim.. foi incrível!!
    Se todas as mulheres tivessem a saúde mental que a Ky teve neste episódio.. e soubessem o seu lugar dentro do time.. não haveriam desistências.. é claro que homens com todas as habilidades e técnicas que o Billy teve não são tão fáceis de se encontrar…

  3. Segundo a Bíblia, a mulher foi criada para ser a ajudadora do homem: Ele trabalha, provê e ela ajuda, não atrapalha; ou seja: Ambos se completam sendo que ao homem é dado o domínio: “O homem é o cabeça da mulher” Tudo o que passar disso é por conta do espírito rebelde de ambos.

  4. Essa foi a mulher mais idiota do programa além de não ficar quieta sem fogo no cú igual Matt que consegui sobreviver o programa debaixo de uma sombra comendo bambú sem fazer draminha igual essa égua jamula idiota que ficava tentando purificar água com uma lupa sem usar a inteligencia de pegar uma palha e botar fogo com a lupa ao inves de ficar 30m no Sol torrando igual a uma retardada,Matt escapou essa égua se fudeu e não estava preparada,essa é a realidade da mulher,se estressa atoa e não usa a inteligencia e da nessa merda.

    Matt ainda consegui zuar o desafio enquanto essa égua ficava fazendo drama.

  5. Essa fdp tinha mais e que se fode para lagar a mao de ser tao egoísta honora foda se

  6. O que muitos deveriam leva em conta é que cada pessoa tem sua personalidade, eu assisti o episodio e muitos outros, Matt é um exemplo de pessoa equilibrada, mérito dele , nem todo homem tem essa característica, e já honora é uma pessoa teimosa e precipitada, o que não é uma característica comum a todas as mulheres, afinal cada individuo possui seus traços de personalidade, quanto ao artigo desculpe a critica mas foi claramente tendencioso, e machista, citou divorcio (considerando que este normalmente é definido legalmente ou em comum acordo e que até mesmo a mulher que se dedicou a cuidar da casa e do marido e filhos tem sim sua contribuição no patrimônio e é legalmente assegurado tudo quanto for seu conforme o regime o qual foi realizado o casamento e a situação da separação) e tratou a mulher como um ser inferior tanto em capacidade quanto em caráter, o que só pode empobrecer mais esse mundo, com essa visão mesquinha e desumana, é essa forma tão cruel de pensar que tem feito do Brasil o 5º País no mundo em que mais se mata mulheres, é fácil tendo mais vigor físico e se julgando superior concluir que se possui o direito de agredir e violentar este ser menor, Claramente os homens desta pagina não gostam de mulheres , devem ser bebês de proveta tirado de tubos feitos em laboratório, e pior não vivem na sociedade atual, onde a participação da mulher no mercado de trabalho é de 58,5% e em muitos casos mantem suas famílias, nunca amaram uma mulher em suas vidas ou foram feitos de bobos, pisados e humilhados por alguma e tem tanto ressentimento por mero orgulho ferido, não importa qual seja a resposta grosseira que eu receba quanto ao meu comentário, o perfio do autor já está claro, para mim resta torcer sinceramente que a vida e você mesmo tenha a oportunidade de melhorar sua percepção das pessoas de ambos os gêneros, e pois na vida tudo pode ser aprendido, tudo pode ser revisto e sempre haverá em mim pelo menos a esperança de somos capazes de mudar e de nos melhorar.

  7. Bando de hipócritas ! Misóginos !!!!! Discurso de puro ódio ao gênero!
    Vão se tratar

    1. Loro quer biscoito?

  8. A verdade é q essa mulherada é muito chata. As mulheres são horríveis e mesquinhas. Tem muito a aprender com os homens.

    • Cleo Serra em 02/01/2016 às 20:52
    • Responder

    Eu nao consigo acreditar que algo neste programa seja verdadeiro. Impossivel. O povo passa por tudo aquilo em troca de que?

  9. Acho bem legal este programa porque mostra pessoas que se submetem a coisas absurdas só p se superarem.
    Ainda mais pela descontração com que eles aceitam ficar totalmente sem nada, roupas ou sapatos, num ambiente agressivo.
    Eu JAMAIS aceitaria o risco de pegar uma doença ou ver meu cérebro se consumindo só por uma aventura dessas, mas dou o maior apoio a quem aceita e suporta tudo até o fim, poucos desistiram.
    É muito interessante.

  10. Eu quero saber como eu me escrever no programa do largados e pelado

    • Alex Fontoura em 12/06/2015 às 21:27
    • Responder

    Muita coincidência chegar uma turma bem na hora que está pronta a enguia.

  11. Senti este artigo um pouco tendencioso e quem assiste a vários episódios, como eu, não noto muito disso não. Inclusive com muitas mulheres se superando e infelizmente, muitos homens somente querendo bancar o “macho”. São poucos os que trabalham em equipe realmente, se tolerando e ajudando um ao outro, sendo um parceiro verdadeiramente.

    1. Eu também vi umas cacetadas de episódios e vi muito disso que é falado no artigo.

  12. Nao se deve generalizar. Nem todas as mulheres são loucas, histéricas e psicóticas iguais a ela. Assim como nem todos os homens são, fortes, masculos e etc.. bla, bla, bla..

    1. No próprio artigo se fala isso, deveria ter lido melhor…

  13. A honora foi cortada por tentar sabotar os companheiros. E a Discovery Chanel vai demora pra divulgar as imagens do episódio. Ela só aparece no ep1e ep2 de largados e pelados a tribo.

  14. A quem escreveu isto, veja a performasse da Honora no Largados e pelado A tribo, vai gostar rs

  15. O programa e bom contudo acho q tem armaçoes.

    1. sempre tem.

  16. Parabéns pelo comentário. Em Nova temporada do programa, a Honora está participando, mas ao invés de tentar se redimir do fiasco anterior, ela conseguiu dobrar a meta e ser ainda mais monstruosa, desequilibrada e egoísta. Histérica mais uma vez, ela simplesmente jogou em um rio os equipamentos de TODOS os participantes de sua equipe(dois homens). Mais uma vez a lindinha parecia incapaz de seguir no desafio, resolveu então eliminar os participantes da própria equipe ao desaparecer com os equipamentos deles. De novo os homens tentam ajudar além do limite, mas ela continua se vitimizando e acusando sem nem coordenar o que fala, como uma criança mimada de dois anos. Me lembrou uma entrevista recente que vi de estrelinha Global(thaisAraújo) rica e mimada, em que ela falava e praticamente exigia que a platéia e o apresentador endossasse cada uma de suas teorias conspiratórias e mimimis. O padrão de comportamento das mulheres é cada vez mais influenciado por divas insanas, é uma catástrofe, até as mulheres mais feias estão virando harpias arrogantes, vide as barangas da marcha das vadias.

    • Walter Garcia em 10/18/2015 às 21:18
    • Responder

    Também vi este episódio e concordo com o fato de que as mulheres são em geral um estorvo nestes ambientes. Vi outros tantos episódios e são raros os que as mulheres se destacam. Mas acho que isso é normal não é mesmo.

  17. como ser fas para paticipa??

  18. Esse episodio foi fantástico mostra como a maioria delas são imaturas e tem pouca visão do tamanho das coisas que enfrentam. A mulher se matando no sol e ainda culpa o parceiro de que não tinha comida e nem agua.. Pra mim mesmo sendo em dupla os dois estão competindo pra ver quem suporta mais, quem suporta mais dor do ambiente hostil e as suas emoções, que vão vindo a tona(ele se mostrou mais frio e preparado; -é como estudar se você ja fez, tem um preparo melhor e não vai se assustar com a situação). Quando ela veio com aquele sentimentalismo com o pai falecido e choramingando o tempo todo era visível que ela não iria terminar a prova.

  19. É um programa de televisão entretanto não tem comida tão pouco água igual o outro no outro extremo do planeta.

  20. Os dois foram imaturos, ela muito mais.Porém ele deixou a desejar.Falta de comunicação. Certamente ela não terminaria daquela forma caso ele não se sentisse ofendido, a ofensa cabe aos tolos. Ela não estava preparada para o reality, estava óbvio, mas ele como homem foi um fracasso.Me lembra a pior parte do filme Lagoa Azul, que é quando o casal briga e o homem se ofende e se afasta deixando sua amante ao acaso. Não sou e nunca serei este tipo de homem, poderia ser ate uma mulher feia e velha.Pois os homens nasceram para cuidar bem delas e dar bastante amor.

  21. EU ASSISTI ESSE EPISÓDIO. FATO VERIDICO CONFORME O TEXTO. A PARTE QUE ELA BRIGA COM O CARA E LEVA METADE DO ABRIGO QUE ELA NÃO CONSTRUIU FOI DE MATAR. MASCARA NO CHAO. NO 16 DIA ELA TOMBOU E FOI PRO HOSPITAL.

  22. “Temos aqui um microcosmo de duas pessoas que é um retrato de nossa sociedade moderna, onde o homem tem que fazer o serviço enquanto a mulher fica atrasando tudo, nesse meio tempo homem tem que arrumar desculpas por ela o tempo todo.” Precisa de mais alguma palavra? isto resume tudo… ou quase tudo.

  23. “Numa ilha deserta, a mulher so amaria o homem, pois a protegeria(…)” – the truth

    Se fosse as ‘verda’ isso dai, ela ficaria o dia inteiro numa sombra de uma arvore, e no fim do dia daria a xana dela como recompensa (esther vilar) pelos esforços desse homem.

  24. Ela esqueceu a lupa no desafio. A lupa tinha um valor sentimental, pois era presente do pai de Honora. Quando Matt, ao encontrar Honora, entrega a lupa perdida, ela demonstra o reconhecimento da superioridade de Matt, que mesmo sendo humilhado no programa ainda faz um bonito gesto.

Carregar mais

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: