«

»

jan 05 2015

Colhendo frutos

frutospor Le Grand Specter, do Fórum do Búfalo

Uma humilde reflexão para os confrades…

Quando nós realistas damos ênfase no desenvolvimento pessoal, é porque experimentamos os frutos que colhemos dessa prática, do ato de construir-se e ser dono de sí mesmo.

Muito paspalho chega na Real precisando de ajuda por causa de alguma desilusão amorosa. Então nós ajudamos, por já termos passado por experiência(s) semelhantes, o cara sai do buraco, mas por burrice e ignorância cai em um buraco maior ainda: na manginisse.

São caras que só falam de mulher 24 horas por dia, só querem saber de comentar quanto pagam em putas, que tem num sei quantas marmitas, ficam o dia todo em whatsapp ou facebook dando cantada em vagabunda e esquecem essencialmente de quem são, ou ainda, jamais entenderão quem são por jamais prestar atenção em si mesmos e nunca tentam se enfrentar e torna a própria existência algo mais prazeroso.

Quando nós falamos pra vocês largarem de ser manginas, estamos falando resumidamente isso: plante coisas que importam na sua vida. Muitos paspalhos não acreditam que isso traz felicidade, mas é a unica coisa que traz. Salomão, o cara mais sábio que já existiu, entendeu isso milênios antes de nós:

“Sei que nada há melhor para o homem do que regozijar-se e levar vida regalada; e também é dom de Deus que possa o homem comer, beber e desfrutar o bem de todo o seu trabalho” (eclesiastes 3:12-13).

Quando você começa a ver os resultados do estudo na forma de notas na sua prova você entenderá isso.

Quando perceber os músculos crescendo, a barriga diminuindo, a capacidade cardiopulmonar melhorando você entenderá isso.

Quando receber elogios do seu chefe, aumentos, condecorações, então entenderá porque batemos tanto na tecla do desenvolvimento pessoal.

Esqueça as vadias, as vagabundas, elas não devem interferir na sua vida, você não deve precisar delas, mas elas devem somar na sua vida, na forma de aventuras e noites de prazer, isso, na maior naturalidade com que a vida apresenta esse tipo de situação. Parem de confundir poder com sexo, ou medir o desenvolvimento pessoal com base em mulher, a sua felicidade é o impulsionador do seu desenvolvimento.

FONTE

9 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Diego Menezes

    òtimo artigo, pena que descobri esse blog agora com 33 anos é foda..mas tudo tem seu tempo!!!

  2. Lucas Florencio

    Falou tudo!!
    Quando damos enfase a nos mesmo, o resto nos serão acrescentado…
    Hoje em dia muitos amigos meus “PUAs”, Cafas, Matrixianos, Maginas, ficam adimirados com meu jeito natural de sedução!
    Ser Macho Alpha não tem preço e olha que tenho muito, mais muitoooo para evoluir!!!!!

  3. Drako

    Pode crer Barãozin…literalmente temos que COMEÇAR O ANO COM O PÉ DIREITO …chutando gostoso O TRASEIRO DE TUDO QUANTO É VADIA METIDA A MACHO …Só falta essa nojentas começarem a deixar os pelos crescerem…

    desenvolvimento pessoal = independência + dignidade + liberdade + VADIAS DE TODAS AS RAÇAS …etc…

    A MULHER MODERNETE NÃO VALE BOSTA … vamos ir atrás do que REALmente vale a pena… vadias são consequências..afinal…o Planeta este infestado delas …

    Proteja o seu patrimonio e de a elas o devido valor : 1 noite = alguns reais e ponto final.

  4. Carlos Vinicius Orlandin Vinicius

    Essencial para adolecentes e jovens com vontade de vencer.

  5. dillon

    Vcs não estão ajudando mais ninguém, infelizmente.
    O ataque de trolls no fórum de vcs, fez com que vcs ficassem na defensiva e hoje saem banindo todo mundo lá que é novato .
    A real salva vidas, mas tá mt intolerante.

    Eu to me desenvolvendo mas depois de tudo eu colocar uma mulher, (seja exceção ou não) na minha vida, nem pensar.

    1. Barãozin

      Só se bane trolls e idiotas.

  6. Arthur Vinicius

    O problema é que muito jovem acha que a época certa de se curtir a vida é na faixa dos 20 e 30 anos, enquanto têm energia de sobra, e isso é reforçado pela influência dos amigos. “Vamos beber, vamos fumar um baseado e passar o rodo na mulherada”, é o que muitos pensam. Depois, quando acordam para a realidade da vida e já estão lá com seus 30 ou 35 anos, sentem que alguma coisa está lhes faltando, e que esta coisa está longe de ser alcançada, que é a independência financeira, Claro, plantaram vento na juventude toda. Agora que colham a tempestade.

    O certo é o jovem fazer que nem pilotos e corredores experientes fazem, que é poupar energia no começo, mantendo-se concentrado o tempo todo até chegar uma hora em que resolver acelerar de maneira a cruzar a linha de chegada na dianteira, por ver os rivais cansando ou abandonando as provas por excesso de energia dispendida no início. É dar um jeito de fazer um curso técnico ou faculdade (esta recomendável apenas para quem tem alguém para bancá-lo após a formatura ou para complementar os conhecimentos em sua área de trabalho) aos 18 anos, ou se interessar por investimentos em ações e mercados futuros, ou ainda se dedicar a um negócio de marketing de rede, para chegar aos 30 com tudo. Aí,sim, nego pode gastar energia à vontade (mas cuidando bem da saúde, é claro – dica de site bom pra compra de bons suplementos pra deixar a saúde em dia http://www.natue.com.br), sem medo de ser feliz, pois já conquistou sua independência financeira.

  7. chimer4

    Excelente texto, perfeito. Começamos bem o ano!

    1. Barãozin

      Tem que começar o ano com o pé direito!

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: