«

»

jul 04 2014

[Investimentos Bufalescos] Investimento no Tesouro Direto

tesouro direto* ressuscitei a série Investimentos Bufalescos porque fazendo uma manutenção no Fórum do Búfalo encontrei este bom resumão das opções de tesouro direto, feito pelo meu confrade Groo. Boa leitura!
por Groo
Num momento de crise econômica como esse, muitos investidores buscam alternativas de investimento seguras. Uma das que mais estão se destacando nesse momento é o Tesouro Direto.
O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um programa de vendas de títulos públicos.
E o que são Títulos Públicos?
Títulos Públicos são ativos de renda fixa que possuem a finalidade de captar recursos para o financiamento da dívida pública e financiar atividades do Governo Federal, como educação, saúde e infra-estrutura.
Quais as vantagens de investir no Tesouro Direto?
Existem várias vantagens ao investir no Tesouro, entre elas posso citar algumas:

  • Com apenas R$100, um investidor já pode comprar Títulos;
  • Capacidade do investidor de gerenciar seus investimentos escolhendo Títulos de curto, médio ou longo prazo;
  • Capacidade do investidor de escolher Títulos que renderão de acordo com índices de inflação, taxa SELIC ou prefixados;
  • Alta liquidez. O Tesouro Nacional garante a recompra do seu título todas as quartas-feiras;
  • As taxas de administração e custódia são baixas e o IR é cobrado só no momento de venda ou vencimento do título, isso significa que o valor que você pagaria de IR renderá enquanto manter o investimento;
  • Após a data de vencimento, o seu investimento será creditado automaticamente em sua conta.

O que é melhor? Tesouro direto ou Fundos de Renda Fixa?
Muitos Fundos de Renda Fixa investem grande parte do patrimônio em Títulos Públicos. A maior vantagem de investir no Tesouro Direto, além das citadas acima, é que você fica livre de intermediários, ou seja, você não pagará para as instituições financeiras a taxa de administração que ela cobrará por gerencias seus títulos.
Posso vender Títulos Públicos antes do vencimento?
Pode. Há apenas um porém, o Tesouro Nacional não pode afirmar se o investidor obterá ganho ou perda financeira nesse caso, dependerá das condições de mercado na referida data.
No entanto, se o investidor manter os títulos até a data de vencimento, ele receberá o valor correspondente à rentabilidade bruta pactuada no momento da compra.
Vamos ao que importa. Em quais os títulos que posso investir?
LTN: Letras do Tesouro Nacional
ɉ um título prefixado, o investidor tem a exata noção do retorno do título se mantê-lo até a data de vencimento.
Vantagens e indicações:

  • O investidor sabe exatamente a rentabilidade a ser recebida até a data de vencimento;
  • Grande variedade de vencimentos;
  • Rende a juros compostos, a rentabilidade mensal é automaticamente reinvestida;
  • ɉ indicado para o investidor que acredita que a taxa prefixada será maior que a taxa de juros básica da economia.

Desvantagens:

  • Rendimento nominal. O investidor está sujeito a perda de poder aquisitivo em caso de alta de inflação;

Perfil do investidor: Pouco conservador
NTN-F: Notas do Tesouro Nacional Série F
Também é um título prefixado, porém o investidor recebe “€œpagamentos” semestrais de juros, ou seja, o rendimento do título no final de um semestre é depositado na conta do investidor.
Vantagens e indicações:

  • O investidor sabe exatamente a rentabilidade a ser recebida até a data de vencimento;
  • Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
  • Indicado para o investidor que acredita que a taxa prefixada será maior que a taxa de juros básica da economia.

Desvantagens:

  • Rendimento nominal. O investidor está sujeito a perda de poder aquisitivo em caso de alta de inflação;

Perfil do investidor: Pouco conservador
NTN-B: Notas do Tesouro Nacional Série B
Proporciona ao investidor uma rentabilidade em termos reais. ɉ um título que paga um valor fixo mais a variação do IPCA (inflação). Assim como o título acima, ele faz pagamentos semestrais.
Vantagens e indicações:

  • Proporciona rentabilidade real acima da inflação;
  • Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
  • Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA;
  • Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos, inclusive para aposentadoria, compra de casa e outros.

Desvantagens:

  • Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros

Perfil do investidor: Conservador
NTN-B Principal
Idêntico ao título acima, porém ele não faz pagamentos semestrais, o juros é reinvestido
Vantagens e indicações:

  • Proporciona rentabilidade real acima da inflação;
  • Rende a juros compostos, a rentabilidade mensal é automaticamente reinvestida;
  • Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA;
  • Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos;

Desvantagens:

  • Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.

Perfil do investidor: Conservador
NTN-C: Notas do Tesouro Nacional Série C
Proporciona ao investidor uma rentabilidade em termos reais. ɉ um título que paga um valor fixo mais a variação do IGP-M. Ele faz pagamentos semestrais.
Vantagens e indicações:

  • Proporciona rentabilidade real;
  • Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
  • Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IGP-M;
  • Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos.

Desvantagens:

  • Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.

Perfil do investidor: Conservador
LFT: Letras Financeiras do Tesouro
Proporciona ao investidor uma rentabilidade igual a variação da taxa SELIC.
Vantagens e indicações:

  • Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada É taxa de juros da economia (SELIC);

Desvantagens:

  • Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.

Perfil do investidor: Muito conservador
Fontes:
BMF Bovespa
Fazenda.gov
Investidor Jovem
ɉ isso confrades, este é um resumo sobre os Títulos do Tesouro do governo brasileiro conhecidos como Tesouro Direto. ɉ uma forma bem segura de investimento, pois está garantida pelo Governo Federal. E em tese só correria risco de não ser pago, ou desaparecer; caso o Governo Brasileiro também caísse ou sofrêssemos uma invasão estrangeira devastadora..rs. Ou caso aqui entre governo diferente que não siga o capitalismo…
Qualquer cidadão pode comprar os títulos, basta abrir uma conta em alguma corretora de valores. A compra e venda será feita pelo seu Home Broker.
Não fiquem pastando na vida, pois o mundo não vai carregar vocês nas costas!
Comentário do Barão: Confirmo que esta é mais uma boa opção de investimento para quem quer diversificar em suas economias. Eu, além de possuir meus FIIs e Ações, também comprei alguns títulos para mim e pretendo aumentar minha posição em breve. Outra boa dica para quem queria fazer uma previdência privada de forma conservadora é usar Títulos do Tesouro com vencimentos longos (de 2035 para cima). Assim, todo mês você deposita lá seu dinheiro e quando chegar o vencimento do título (de preferência escolha um vencimento que seja perto da data em que você pretende se aposentar), você retira todo o saldo de suas economias e escolhe o que fazer com ela depois (se vai investir em algum título que pague cupons semestrais, se vai investir em ações que pagam bons dividendos e gerem uma renda passiva para você, etc).

4 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Kenneth

    Entendi certo? Mesmo para investir no tesouro direito tenho que abrir conta em uma corretora de valores?

    1. Barãozin

      Sim.

  2. Groo

    Valeu Barão! É uma honra poder ajudar. Abraço.

  3. Anjo Censurado

    Penso que trabalho por si só não deixa ninguém rico, tenta passar o dia todo quebrando só pedra, sem investir ou estudar para ver se fica rico!?
    Então, sou um curioso nessa área, sempre estou tentando aprender,
    Tenho um mico na mão, umas ações da Petrobras que despencaram, não pretendo desinvestir agora, mas perdi muito.
    Duas questões: 1 – Poderia falar algo sobre Cooperativas de crédito, trabalho com um pouco de dinheiro em uma e todo começo de ano eles repartem parte dos lucros, tenho um RDC longo nela, é melhor que “banco comum” trabalhar com elas?
    2 – Quando fala de investir a longo prazo, seria por exemplo pegar algo com três zeros e deixar rendendo mais de dez anos – como no caso onde a cada 6 meses os juros são somados no valor total? Tenho esse desejo, seria uma boa?

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: