«

»

maio 26 2014

[DCS 5] Conceitos e ideias em comum

puaUma visão geral do Mystery Method

O Mystery Method, desenvolvido por um cara que adotou o apelido de Mystery, é provavelmente o mais conhecido método dentro da comunidade da sedução. Sua popularidade foi aumentada com o livro de Neil Strauss, The Game. Eventualmente, Mystery ganhou seu próprio programa de TV no canal VH1, que teve 2 temporadas.

Os maiores nomes na indústria da sedução – Love Systems, Real Social Dynamics, Venusian Arts, Mehow e Sinn – tem uma influência pesada deste método. Alguns mudaram seus métodos depois, para ensinar algo que eles chamam de “jogo natural estruturado”, mas ele ainda se mantém como o método predominante. Na verdade, muitas das companhias menores parecem ensinar uma versão derivada dele.

O Mystery Method glorifica a aproximação indireta, o que significa que você se aproxima de um grupo de um angulo de 45 graus (!) e não conversa diretamente com a garota que te interessa, mas com outra pessoa. Você ganha o grupo primeiro e depois muda sua atenção para o alvo principal.Ah, esqueci de mencionar: se você acaba tendo sexo com uma garota antes de 7 horas que você conheceu a garota, você não fez um jogo sólido, mas fez um mate do louco. Centenas de páginas não seriam suficientes para descrever todos os erros deste método.

“Todas as mulheres são iguais”

Nick Savoy, do Love Systems, frequentemente afirma que “todas as mulheres são iguais” e assim sendo, as mesmas técnicas irão funcionar com todas elas. Por algumas razões, ele e seu bando de instrutores parecem ser bastante incompetentes se isto for realmente verdade. Guarde o telefone, Nick, e e pense nisso antes de chamar seus advogados: como você explica uma falha se você sabe os passos certos necessários para seduzir qualquer mulher? Além do mais, como você explica a performance abismal dos instrutores Sphinx e Biscuit – belas escolhas de nomes! – no seriado Keys to the VIP (Temporada 3, Episódio 4)? Afinal, “instrutores profissionais” deveriam conhecer os tais passos, ou será que estou errado?

A verdade é que não existe uma receita de bolo. Todas as mulheres tem ideias diferentes. Algumas jamais irão dar para você na primeira noite ou encontro por causa de seus valores morais. Outras querem que você banque por semanas jantares caros. Algumas se recusam a fazer sexo oral, mesmo depois de casadas – como eu fiquei sabendo de alguns maridos frustrados. E também temos aquela fração que quer se manter virgens até se casar. No topo disto, temos aquelas que afirmam serem virgens e se recusam a fazer o intercurso vaginal, mas aceitam de bom grado a liberarem a bundinha ou pagarem um boquete (vamos agradecer a religião por isto!). Ou imagine que você está num país sem religião, o que provavelmente é uma das razões das quais, de acordo com alguns amigos meus, é muito fácil para que um cara branco e ocidental consiga transar em, digamos, Tóquio.

A linha que divide a tragédia da comédia costuma ser fina. Em Londres, um antigo instrutor do Mystery Method certa vez me disse, “cara, você é direto demais”. Aparentemente, era inconcebível para ele você poder conseguir mais num clube do que conversar com uma mulher, e quando ele viu mais tarde eu nos pegas com uma garota que tinha problemas em controlar sua excitação, ele ficou nos assistindo com seus olhos arregalados e salivando.

O modelo linear de sedução

Provavelmente o pior aspecto do Mystey Method é a suposição da linearidade. Primeiro de tudo, seu modelo tem uma base absurda, já que diz que todas são iguais e que você pode ter qualquer mulher. Tais afirmações são falsas, mas vamos focar na linearidade. Mystery afirma que qualquer processo de sedução tem que passar por estes 9 estágios:

Atração 1 (A1): Abertura (opening)
Atração 2 (A2): Fase da atração mulher-para-homem (“atração”)
Atração 3 (A3): Fase da atração homem-para-mulher (“qualificação”)
Conforto 1 (C1): Conexão
Conforto 2 (C2): Confiança
Conforto 3 (C3): Intimidade
Sedução 1 (S1): Excitação
Sedução 2 (S2): Resistência de última hora
Sedução 3 (S3): Sexo

Como resultado disto, você geralmente vê – isso nos vídeos que tais gurus soltam online – que as mulheres já estavam interessadas neles, mas mesmo assim esses caras estão lá focados em seus métodos. Ao invés de se tocar que a mulher está louca pra dar, e simplesmente levá-la para um local apropriado, eles tem que “acostumá-las com o toque deles”, “extrair seus valores” ou “construir conforto”.

Vamos considerar a possibilidade que o interesse da mulher em um homem é inteiramente sexual no começo. Se ela te acha atraente, você dá a ela a clara impressão que você é um ser sexual e não tem medo de agir como macho. Isto irá aumentar sua excitação. Você só tem uma chance se ela está interessada em você de qualquer forma. É claro, você pode ficar na zona de conforto e ficar lá entretendo ela com todas as suas historinhas e rotinas extravagantes. Mas se é assim que você seduz mulheres, então você não percebe que algumas garotas adoram que caras cheguem nela e fiquem lá batendo papo. Mesmo se ela não estiver interessada em você, ela irá ficar escutando você por um tempo. Ainda assim, isto não significa que ela irá transar com você. Talvez isto seja algo difícil de engolir. Mas não se preocupe se você não se tocou disto irmãozinho, os gurus também parecem que não perceberam isso também.

Demonstrando valor

O Mystery Method e o Love Systems adotam um modelo de sedução que é baseado no conceito de valor. Eles querem fazer você acreditar que você como um homem tem menos valor que a garota e para poder superar esta desvantagem, você tem que usar algumas rotinas para demonstrar um valor maior. Como se fosse uma concessão a sua base de fãs nerds, eles falam das Rotinas DHV (demonstrate higher value). Acrônimos são comuns no mundo da ficção científica, e também tem espaço neste modelo deturpado de sedução que se baseia em algoritmos.

Por toda as teorias pseudo científicas que são ensinadas na comunidade de sedução, ninguém parece ter tanto a capacidade mental ou a vontade de considerar os resultados da ciência real. É algo bem estabelecido que a seleção de parceiros é o domínio da mulher. No reino animal, dois machos podem ficar lá disputando uma fêmea, mas a fêmea é que irá escolher o macho no fim, que pode ser tanto o vencido quanto o vencedor.

O problema principal com este conceito de valor é que o valor é relativo a mulher. Jane Punk Rock e Sue Glitter podem procurar tipos de homens totalmente diferentes, tanto no assunto comportamento, idade, aparência, status e dinheiro. Enquanto é inegável que qualquer mulher quer ver alguma espécie de valor no homem que ela eventualmente escolherá, este conceito vago de valor como é ensinado comumente não explica nada. Se tem algo que toda mulher saudável tem em comum, é que todas elas podem se excitar (e é por esta razão que eu pude seduzir mulheres com diferentes histórias de vida).

“Peacocking”

Se vestir bem requer algum conhecimento de moda. De forma ideal, você faz parte de alguma tribo urbana ou subcultura. Se você não faz parte mas se interessa por uma, então vá até onde eles se reúnem algumas vezes e preste atenção no que os caras tão vestindo. A partir daí é contigo. Se ainda tiver dúvida, pergunte as pessoas dali aonde elas compram suas coisas. A maioria são gente rasa mesmo e vão adorar falar sobre si mesmos.

Por outro lado, a teoria do peacocking de Mystery pressupõe que você tem que vestir certas coisas para fazer você se destacar dos demais. Vá no Google e pesquise sobre imagens sobre isto. Prepare-se para rir! Em 2008 eu costumava ir muito a Londres. O “pick up” era relativamente famoso, e seus praticantes geralmente se vestiam muito mal. Com meu amigo Terry, que me ensinou muito sobre moda, eu costumava fazer um joguinho chamado “Identifique o PUA”. Era muito divertido e talvez você deveria tentar um dia. Sempre me garantiu boas risadas.

Itens típicos para o peacocking incluem cartolas peludas, óculos, correntes e braceletes de todas as formas e tamanhos. Ouvi também que alguns chegavam a usar casacos de pena, casacos de pele, ternos rosa, camisas de rede e botas com salto. Tudo para poderem se destacar e demonstrarem imunidade perante a pressão social. Tais extremos talvez não sejam comuns atualmente, mas vá para qualquer clube famoso em locais com muita atividade de PUA’s e não demorará muito para você ver tais pessoas. Se você parecer como se você não pertence a tal lugar, então você não pertence. Ao invés do peacocking, as pessoas estariam bem melhores caso trabalhassem em seu estilo de vestir.

A Regra das 7 Horas

“Eu li relatos de campo de caras que estavam com uma garota molhadinha em suas camas, mas não as comeram porque eles não queriam quebrar a regra das 7 horas e aplicar um mate do louco. Mystery é de longe o pior guru, na minha opinião.” – PUA Comic, PUAHate.com

Eu concordo que a ideia do “mate do louco” e a ideia que se leva umas 7 horas para ter sexo com uma mulher são extremamente bizarras. Primeiro de tudo, ficar todo esse tempo com uma mulher em fazer sexo levará a muitos problemas que o Mystery Method especifica detalhadamente. Um deles é a chamada resistência de última hora, ou seja, o cara surpreende a mulher com o fato que ele foi na verdade um idiota depois de se colocar firmemente numa friendzone depois de “construir conforto” por horas e horas. A garota se surpreende com isto – e como era de se esperar – não está mais afim de transar com ele como resultado.

Na verdade, você pode ter sexo com uma mulher muito, mas muito rápido. Meu recorde pessoal foi algo em torno de 3 minutos, e isto foi numa boate comum, não numa suruba ou numa casa de swing. Eu tive vários encontros com mulheres onde pude molhar o biscoito em bem menos de 15 minutos, e eu continuo a ter uma boa porcentagem de mulheres assim. Minha experiência pessoal, assim como a experiência de qualquer cara bem sucedido que conheço, acaba minando o conceito de “solid game” e se opondo ao “mate do louco”. Então, se você der de cara com uma mulher que está molhadinha e só esperando que você meta logo nela, é melhor fazer isto. Você não quer ser o cara que empata a foda porque não quer violar alguma regra idiota que algum cara bizarro da internet tirou de sua cartola (peluda).

fonte: http://www.aaronsleazy.com/files/Aaron.Sleazy.Debunking.The.Seduction.Community.pdf

2 comentários

  1. Anjo Censurado

    Qual a lógica disso?
    http://carplace.virgula.uol.com.br/coreia-do-sul-implanta-vagas-exclusivas/
    Certas coisas são inacreditáveis… então só mulher tem certos problemas, o que é feito em relação aos milhares de usuários de drogas homens, mulheres morrem tb vitimas de assassinato, mas e sobre os numeros de guerra civil que vitimam os homens no transito e no dia a dia ha uma politica para minimizar isso? O tal mês azul alguém ja viu na mídia? Então… logo homem vai virar coisa de zoo e museu. rsrs

    1. Barãozin

      Vagas exclusivas… se forem maiores q a normal, tão chamando elas de deficientes físicas rs

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: