«

»

dez 11 2013

As feministas “conservadoras” entenderam tudo errado mais uma vez

facepaltraduzido por Bradock

do blog Unmasking Feminism

Christina Hoff Sommers tem um livro novo saindo do forno – “Freedom Feminism”.

Obviamente eu não o li, mas muito pode ser dito observando seu sumário:

“Mulheres conservadoras, libertárias, e moderadas estão exigindo um lugar na mesa,” disse Sommers. “Há toda uma história completamente perdida do feminismo conservador”

Primeiramente se você está exigindo qualquer coisa você é uma mulher moderna com uma atitude. E não há nada de conservador nisso. Segundo, eu sempre disse que o feminismo conservador nasceu morto. Adicionar o conservadorismo ao feminismo não torna a semente do feminismo menos ruim. Não significa que porque se tem uma história perdida que esta necessariamente precise ser contada.

“Sommers termina seu livro com um plano de ação para as mulheres conservadoras e libertárias pegarem de volta o feminismo das mãos das esquerdistas igualitárias radicais. Elas devem pegar as lições positivas de igualitárias como Susan B. Anthony e Elizabeth Cady Stanton assim como de feministas maternalistas como Hannah More para criar um feminismo livre, uma combinação de duas correntes.”

Não há nenhuma lição positiva vinda de Anthony e Staton. Ambas fizeram declarações muito radicais. Eu fiz um post sobre isso há muito tempo atrás, eu chequei para fazer essa afirmação.

É da mentalidade esquerdista a necessidade de transpor e misturar pontos de vistas opostos. A igreja emergente também faz isso. Eles dizem que todos os pontos de vista da fé devem ser reconhecidos e que todos devemos fazer uma mesa redonda para aprender uns com os outros. Isso soa bem, mas se você é um cristão você reconhece que só há uma verdade. Você pode pensar que conservadores deveriam pensar o mesmo. Reconhecer que o único caminho é o caminho conservador, mas ao invés disso eles afrouxam, acabam cedendo e tentam misturar muitas outras crenças a sua.

“Na era em que o feminismo é sempre associado com a depreciação ao homem e a promoção de práticas como o aborto, é refrescante ouvir uma abordagem diferente sobre o que o feminismo realmente significa: apreciar a contribuição da mulher para a sociedade, assim como encorajar seu papel tanto na família quanto no mundo corporativo. O livro de Sommer foi lançado em 10 de junho, e será uma leitura obrigatória.”

Sim, o feminismo está sempre associado com a depreciação do homem, mas qual a solução conservadora? Adicionar mais enaltecimentos e apreciações as mulheres – “apreciando a contribuição da mulher para a sociedade”. Continuam se esquecendo dos homens. Elas são incapazes de perceber a ironia sutil. Um movimento vindo de dentro do conservadorismo que demonstre apreço pelos homens é capaz de derrotar o feminismo com muito mais eficácia que qualquer feminismo com um nome fofo. Mas a razão pela qual não elas fazem isso é porque então isso não seria feminismo. Não haveria plataforma para as irmãs conservadoras fazerem seus gritos de guerra. Elas precisam estar sob os holofotes. Estar esquecida em papéis no lar ou por estar dando suporte ao homem não é tão legal quanto lutar pelas mulheres. Elas desejam enfrentar o feminismo tradicional, não pelo bem de seus homens, mas pelo que eles podem fazer por elas. Se é para ser contra o feminismo, a mulher deve deixar seu ego de lado para lutar por uma causa maior e melhor. Isso inclui apreciar e confiar nos homens para que eles assumam a liderança. Uma mulherque se identifique fortemente com sua feminilidade, mais do que ser cristã ou até mesmo de ser humana, será sempre avessa a causa feminista.

Não seria estranho se eu propusesse que meu jeito de lutar contra o feminismo seria criando a “pílula vermelha feminista”? vocês todos me expulsariam a chutes do ambiente masculino e deixariam a porta me acertar violentamente. Isso é o que as feministas conservadoras estão fazendo exatamente – estão criando mais feminismo para combater o feminismo. Algo como criar mais dívidas para pagar as contas. Mas nenhum conservador ou grupo conservador tem a coragem de colocar as feministas conservadoras em seu devido lugar. Ninguém se responsabiliza. Elas realmente não tem a mínima idéia do que estão fazendo. Estão apenas recauchutando e reembalando o feminismo.

fonte: http://unmaskingfeminism.wordpress.com/2013/06/01/conservative-feminists-get-it-wrong-again/

Comentário do Barão: Só digo uma coisa: Feminismo Híbrido.

1 comentário

  1. Contrapondo Idéias

    Resumo o debate em trẽs períodos:

    “Uma mulher que se identifique fortemente com sua feminilidade, mais do que ser cristã ou até mesmo de ser humana, será sempre avessa a causa feminista.”

    “Isso é o que as feministas conservadoras estão fazendo exatamente – estão criando mais feminismo para combater o feminismo”

    “Elas realmente não tem a mínima idéia do que estão fazendo. Estão apenas recauchutando e reembalando o feminismo.”

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: