set 11 2013

A Evolução do matriarcado Ocidental

trincheiraTraduzido por Durga, do Fórum do Búfalo.

Por Dicipres, para o The-Spearhead.com

Este post não é escrito como oposição ao crescente poder e dominação das mulheres, em relação aos homens, no mundo ocidental. Estou começando a acreditar que “patriotismo de gênero” é ilógico, já que homens e mulheres são grupos inseparáveis. Alguns “patriotas sexuais” só entendem isso quando eles têm um filho do sexo oposto, para alguns nem mesmo isso ajuda. Eu apoio o movimento pelo direito dos homens, por agora, uma vez que … bem … Eu odeio a hipocrisia do feminismo moderno e seus seguidores fanáticos.

O objetivo deste post é descrever esta rápida e enorme mudança no poder entre os sexos, que terão efeitos significativos sobre as vidas e relacionamentos dos homens que vivem em tais países ocidentais feministas.

Existem diferenças entre homens e mulheres, as diferenças provenientes de seus diferentes órgãos sexuais e, portanto, diferentes agendas sexuais. Talvez as mulheres sejam mais aptas no mercado atual? Talvez o Estado e as tendências atuais sejam devido ao feminismo? Provavelmente, isto é uma combinação das duas. Seja qual for o motivo, nossos filhos vão crescer e vão entrar em um mundo que nunca conheceremos. Um mundo que as feministas nem sequer sonharam nos anos 70. Um mundo em que os nossos meninos vão crescer e ser, em média:

1. Menos escolarizados do que as mulheres;

2. Ganhando menos do que as mulheres (este é atualmente o caso dos jovens, homens e mulheres);

3. Mais vulneráveis em tribunais de divórcio e família;

4. Sem uma definição clara de o que o assédio sexual é, e leis que vêem duas pessoas bêbadas fazendo sexo como estupro;

5. Os homens serão menos saudáveis do que as mulheres e morrerão mais cedo, e ainda terão menores orçamentos destinados a eles na saúde pública;

6. Com cada vez menos casamentos e os laços entre homens e mulheres tenderão a ser mais curtos, facilmente desmontados, com base em menos emoções e mais sexo.

7. A maioria das crianças nascendo fora do casamento (este número é atualmente de 42% nos EUA e deverá continuar a crescer).

8. Os rapazes serão criados mais e mais sem a presença de um pai, e as figuras dos homens são substituíveis, enquanto a da mulher não é. A maioria dos meninos não terá uma linhagem da família do sexo masculino, as meninas terão uma fêmea.

O ponto 8 é crucial. Devido a este motivo acredito que estamos vendo atualmente a criação de uma sociedade matriarcal, uma vez que tais sociedades (tal como a sociedade matriarcal Masuo) caracterizam-se pela eliminação do pai da família. Isso dá às mulheres o poder dentro da família e os rapazes são criados sem a orientação masculina e sob a autoridade de uma mulher. Este já é o caso hoje na maioria dos lares monoparentais.

Além disso, ajuda social do Estado é efetivamente transferir a riqueza de famílias tradicionais e dos homens (em média) para estas famílias lideradas pela mulher. As mulheres de hoje podem obter o apoio dos homens, devido aos impostos e apoio à criança, sem dar qualquer palavra aos homens dentro da casa sobre como esse dinheiro é gasto. Este arranjo não parece ser sustentável.

Este dado é sem precedentes no mundo ocidental. Estamos em um mundo novo, com regras diferentes e estrutura de poder diferente. As feministas podem também ter um desfile de vitória e comemorar nas ruas (mas elas não vão porque as mulheres precisam se sentir como vítimas, não matriarcas poderosas, a fim de obter apoio público). Você pode amá-la ou você pode odiá-la, não importa. A realidade mudou, isso não é mais um mundo para homens e nossos filhos vão crescer em uma sociedade basicamente matriarcal.

Eu acho que alguns meninos não se importam se eles estão cada vez mais impotentes, há pornografia (pelo menos por agora) e vídeo games. Mas não é isso que eu quero ensinar o meu filho.

Nossos filhos terão de se adaptar. Isso não significa para eles aceitarem ter baixo status, baixo poder e intimidação judicial. O mundo mudou, mas eles podem controlar seu ambiente próximo. Minhas sugestões para o meu filho incluem coisas como:

I. Se libertar tanto quanto possível da cultura atual;

II. Manter seu corpo saudável;

III.  Manter sua mente afiada;

IV.  Saber que há uma parte inata em cada mulher que quer um homem forte e dominante;

V.  Tentar criar o patriarcado em sua vida, por ser líder em seus relacionamentos e seu trabalho;

VI.  Não se curvar a ninguém. Tenha cuidado, mas não viva com medo de ir para a prisão.

VII. Você provavelmente não poderá mudar o mundo inteiro, mas você pode definitivamente controlar a parte do mundo que está perto de você.

Precisamos chegar aos jovens de hoje e orientá-los de uma maneira que nenhum currículo escolar politicamente atual pode.

http://www.the-spearhead.com/2012/02/09/the-evolving-western-matriarchy/

11 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Vale lembrar que não há registros de sociedades matriarcais, só matrilineares. Existem povos em que não há a figura do pai nas famílias de baixa classe, e portanto, na familia, quem manda são as mães e avós. Entretanto, na sociedade, quem manda, são os homens da nobreza. Mais do que isso. Segundo o historiador chinês Cai Hua, o sistema matrilinear foi justamente forçado nas classes mais baixas do povo Mosuo citado no texto para enfraquece-los de forma que eles não representassem perigo para a nobreza.

    1. Se não me engano há uma sociedade asiática isolada q é matriarcal. (acho que é Mosuo o nome dela)

      Claro q ainda estão em um nível social comparável a algo anterior ao da Idade Média…

    • Anjo_Censurado em 09/12/2013 às 23:24
    • Responder

    O texto poderia receber o titulo de “manifesto do homem” pois é um fiel retrato.
    Ahh o futuro…..

  2. Vixi,mas isso nem vai chegar a durar por muito tempo,em 2050 ou 2040 isso ja vai se dicipar do ocidente,o Oriente vai dominar tudo.

    • Leandro Sousa em 09/12/2013 às 14:57
    • Responder

    Sociedades totalmente matriarcais não sobrevivem por muito tempo logo são dominadas por outras extremamente machistas e patriarcais como é o caso do ocidente que será dominado pelo Islamismo por estar promovendo políticas feministas. (2)

    VOCÊS DO CANAL DO BUFALO AINDA NÃO PERCEBERAM, ESSE REGIME NÃO VAI DURAR MUITO TEMPO, A TENDÊNCIA É QUE O ISLAMISMO TOME CONTA DE TUDO ATE LÁ

    1. … ou não rs

      O futuro a deus pertence. Vamo ver o q vai rolar…

  3. um império vaginante realmente não vai muito longe, já pensou um exercito afeminado?

  4. Isso se deve ao capitalismo selvagem, onde o excesso de consumo é o objetivo e quem gasta mais? O homem ou a mulher?

    Estamos caminhando para a buc*tocracia, onde o desejo da mulher é praticamente uma ordem (já está assim, devido ao homem fazer tudo por sexo) e daqui a pouco, apenas mulheres terão direito ao voto.

    • Lex Amoedo em 09/11/2013 às 12:06
    • Responder

    O ideal é tornar-se um “combatente” completo! Primeiro Alita no quesito obscuro feminino e relacionamento homem x mulher! Depois a questão política, estar a par do real quadro atual, O site O Marxismo Cultural do Mats é um começo, ai vem Olavo etc A questão física, ter um corpo saudável, não precisa ser giga, mas ter uma alimentação saudável, estar em foram, ter disposição física. Temos a questão espiritual, que ficar a par de cada um! E por ai vai

      • André Luiz em 09/12/2013 às 1:00
      • Responder

      Concordo plenamente com o seu raciocínio.

  5. Sociedades totalmente matriarcais não sobrevivem por muito tempo logo são dominadas por outras extremamente machistas e patriarcais como é o caso do ocidente que será dominado pelo Islamismo por estar promovendo políticas feministas.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: