«

»

jul 05 2013

Friendzonando uma m$ol

GordonGekko* m$ol significa “mãe solteira”. EAA, “esporrada alheia ambulante”, o filho da m$ol em questão.

* não deixe de ouvir a última parte do Real Talk Show com o Destro!

por Gekko, do Fórum do Búfalo

Senhores, vou relatar uma experiência que venho fazendo e a respeito da qual já conversei com o Barão e o John Romano em off. Trata-se de jogar o feitiço da friendzone contra o feiticeiro, ou seja, friendzonar uma mulher. Basicamente, a friendzone se processa devido ao baixo poder de barganha do homem, normalmente adolescente ou adulto jovem com pouco ou nenhum acesso a mulheres contraposto ao ego inflado de uma mulher sexualmente atraente e na flor da idade.

Neste caso, trata-se deste que vos escreve, um servidor público, dono de um apartamento recém comprado, investidor, solteiro e com um corpo mais ou menos. Do outro lado, temos uma M$ol de 37 anos, que tem  um EAA de 13 que mora com ela. É oriunda de outra capital do Nordeste. Prefiro não dizer de onde. Morou em uma outra e agora está aqui em Natal, há cerca de dois anos. Tem curso superior, cursa pós graduação e tem uma boa colocação no mercado de trabalho (carreirista). É dona do próprio apartamento e tem carro. Oriunda de família evangélica. Todas as irmãs e irmão casados, com filhos e com famílias aparentemente tradicionais.

Tinha um caso com um homem casado. Passou anos nessa relação, tentando fazer com que o cara deixasse a esposa para ficar com ela. Não conseguiu. Resolveu terminar e arrumou um namorado com quem casou, ainda apaixonada e louca pelo casado com quem teve um caso. Pouco tempo depois de casada, começou a trair o marido, que veio a ser pai do filho dela, com o ex caso. Algum tempo depois divorciou-se e passou a ter namoros, casos e fodas casuais até hoje, inclusive envolvendo-se com um cliente da empresa onde trabalha, o que colocou o emprego dela em risco. Foi durante o período em que ela estava com esse cara que ela começou a pagar de pessoa legal e a dar mole para mim. Ou seja, o poder de barganha está a meu favor.

A ideia me surgiu quando a mesma enviou para mim uma solicitação de amizade no facebook após me ver no grupo do condomínio, mesmo antes de eu receber o meu apartamento. Começamos a conversar via facebook a partir daí. Tomei o cuidado de nunca levar a conversa para o lado pessoal e sempre deixei claro que tenho namorada, muito embora aqui e acolá eu tenha dito que às vezes me sinto só, pois ela mora em outra cidade e só a vejo nos finais de semana. Contei também a ela que tenho uma ex um tanto quanto problemática, mas não entrei em detalhes.

Conversa vai, conversa vem, ela já cheia de entusiasmo pensando que vai ficar comigo (não dei a entender isso em momento algum) e de repente ela me pergunta se eu me sinto realizado com a minha namorada. Respondi que não (desde quando mulher é realização? ). Daí ela soltou a pergunta:

M$ol: se aparecer alguém especial na sua vida você termina com ela?

Gekko: tenho que sair agora, acabei de receber uma ligação. Depois conversamos mais.

Depois de alguns dias, a vejo online novamente e não toquei no assunto. Comentei com ela de um estresse que havia tido com a minha namorada e disse que minha ex continuava ligando para mim (verdade) e que estava indeciso (mentira) pois minha ex era problemática, mas parecia gostar mais de mim. Perguntei com qual das duas ela achava que eu deveria ficar e ela respondeu:

– Acho que você deve ficar comigo, que não sou fria como essa sua namorada parece ser e não sou problemática como você diz que a sua ex é.

Senhores, na hora me lembrei de um confrade, cujo nome não me lembro, que passou pela mesma situação, sendo que no caso dele uma das mulheres de quem falou era fictícia, mas ele ouviu a mesma resposta.

Eu apenas sorri e disse que ela era uma boa amiga e que agradecia por ela tentar me animar (como se eu estivesse triste hahaha). Mas deu para notar a decepção dela com a minha resposta. Tempos depois ela me revelou que estava de caso com um cliente da empresa onde trabalha ( ela tem um cargo até mais ou menos lá), mas que teria que terminar com ele para não se arriscar a perder o emprego e disse que ficaria sozinha a partir de então. Ou seja, a vadia tinha um compromisso com um cara e tava me dando mole. Depois entendi o porque. O cara era um coroa de 50 anos que estava só marmitando-a, e nem sequer aparecia com ela em público. 

Dias depois ela me deu o número de telefone dela, sem eu nem ao menos perguntar e pediu que eu ligasse para ela. Liguei, conversamos um pouco e a conversa foi bastante amistosa. Depois de uns dias, estava eu passando pelas proximidades do condomínio onde ela já estava morando e eu aguardava o recebimento das chaves, liguei para ela, entrei lá no condomínio e conversamos pessoalmente. Caminhamos um pouco pela área de lazer. Como era noite e poucas pessoas haviam se mudado para lá até então, a área de lazer estava escura e erma. Pelas atitudes dela (olhares, balanças de cabelos, tentativas de contato corporal) tive a clara impressão de que poderia ter metido a vara nela ali mesmo, com grau de dificuldade zero e investimento zero. Mas não fiz nada. Estava sexualmente satisfeito (havia trepado duas vezes no mesmo dia, pela manhã) e deu para me segurar numa boa.

Nos despedimos, eu fui embora e passamos alguns dias sem conversar. O tempo passa e foi marcada uma reunião de condomínio para a aprovação do regimento interno para a qual os futuros condôminos foram convocados. Compareci e ela estava lá. Sentei perto dela, que quase não me deixou prestar atenção na reunião, ficava o tempo todo querendo chamar a minha atenção, às vezes até me dando leves beliscões e sorrindo para mim. Em um determinado momento, ela colocou a mão na minha perna. Olhei para ela sorrindo e disse que ela estava muito atrevida e que eu não dava esse tipo de liberdade às minhas amigas. Ela sorriu meio sem graça e depois de alguns segundos disfarçou e tirou a mão.

Perto do fim da reunião, ela me convidou para ver o apartamento dela e os móveis projetados que ela havia encomendado. Fui lá. O EAA dela estava no ap, mas foi para a piscina. Ela tentou me provocar fazendo poses com uma roupinha provocante que ela estava vestindo, até de quatro no sofá ela ficou, com a bunda para o meu lado, com o pretexto de apanhar um objeto no chão. Nesse momento, mesmo tendo namorada, fiquei profundamente tentado, mas como o EAA chegaria a qualquer momento e não ia dar para comê-la mesmo, me segurei.

Passam os dias, eu sempre tratando-a como amiga, volta e meia uma conversa no face. Foi quando resolvi contar a ela de uma loirinha gatinha que estava me dando mole no face e que parecia ser uma pessoa legal (verdade). Daí ela perguntou porque eu estava contando isso a ela. Eu disse que é porque amigos conversam sobre essas coisas, mas se o assunto a estava incomodando eu não falaria mais. Daí ela rasgou:

– Não sei se vou conseguir continuar sendo legal com você, tenho fugido e evitado contato com você ao máximo, pois não posso me permitir me apaixonar por um homem que volta e meia desaparece por dias a fio.

Depois, entre outras coisas, disse que estava assustada e confusa com os próprios sentimentos em relação a mim. Eu respondi que jamais imaginei que ela sentisse isso e que a tinha como uma amiga e que ela seria a minha vizinha mais legal assim que eu me mudasse para o condomínio. Depois disso encerramos a conversa. Voltamos a conversar depois…

Algo que noto é que o que está causando inquietação na mente dela é o ego ferido diante da própria incapacidade de me seduzir. Se ela foi apaixonada um dia, foi somente pelo homem casado com quem se envolveu antes de casar e ter o EAA e com o qual traiu o marido e pai do filho dela.

Mas continuando a história, na nossa última conversa eu estava já de posse da chave do ap e estava lá recebendo um material de acabamento para depois me mudar. Já era início de noite e ela chegou depois do trabalho. Como eu já estava lá e ainda demoraria mais de uma hora enquanto o pessoal da entrega subia com o material, liguei para ela, perguntei se estava em casa e chamei-a para ir até lá para conversarmos um pouco. Ela foi.

Quando chegou lá, em pouco tempo de conversa, ela disse que estava muito fragilizada e perguntou se eu não achava que ela sentiu o que eu fiz com ela. Perguntei do que ela estava falando e ela disse que já estava se envolvendo e que eu dei esperanças e fui muito cafajeste com ela. Eu respondi que sempre fui muito sincero com ela, assim como sempre sou com todos os meus amigos e que essa nunca a minha intenção.

Daí ela respondeu que ia tentar separar as coisas e que continuaria sendo minha amiga. Quando eu ia saindo, ela disse que ainda queria dar uma volta de moto comigo. Eu dei um sorriso e disse a ela que se ela quisesse eu a levaria naquele momento do meu bloco até o bloco dela (uns 200 metros ) já que era caminho. Ela riu e disse que queria rodar comigo de verdade. Nos despedimos e eu fui embora. 

Por fim, parece que a vizinha M$ol arrumou um namorado. Vi o perfil dele no face e o cara tem até uma boa aparência. Não sei qual é a do cara, mas ele mora em São Paulo e assumiu um namoro com ela aqui em Natal. Estão de relacionamento sério no face e tudo o mais. Não sei o que é que uma pessoa ganha namorando alguém que está a mais de 3.000 km de distância… Ou melhor, sei: chifres. Quando fui pagar o serviço do pedreiro, ele estava lá com ela e o filho dela no ap. Não sei se rola alguma coisa entre os dois, mas…

Conversei um pouco com ela. Ela me disse que o que mais valoriza no atual namorado é que ele alardeia para o mundo todo que está com ela. Normal, já que ela está acostumada a ser marmitada às escondidas…

fonte: http://forum.bufalo.info/showthread.php?tid=4054

22 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. João

    “Acho que você deve ficar comigo, que não sou fria como essa sua namorada parece ser e não sou problemática como você diz que a sua ex é.”

    Este papo eu também já ouvi.

    Mulher assim melhor se afastar, ainda mais quando está comprometido, é encrenca na certa.

  2. marcelluslima

    Acho que alguns colegas não entenderam que se ele colocou ela na friendzone é porque tem melhores opções. Ter opções libera o cara para dispensar as menos cotadas. O croco aí em baixo acertou no ponto.

  3. Valdeci

    Se eu tivesse no lugar dele faria a mesma coisa. Hoje estou mais exigente, se acaso eu quisesse uma boa trepada vou escolher uma mulher novinha e gostosa, já cansei muito de comer baranga e muito usada e hoje também não tenho paciência com mulheres que gostam de enrolar. Ou dá ou cai fora.

  4. Crocodilão

    Friendzonadas são úteis pra dividir o Bucetocard

  5. kyle

    Por que o cara iria come-la se o intuito dele era deixa-la na friendzone? As mulheres que deixam os caras na friend não dão para eles e sabem muito bem que eles a comeriam.

  6. Fernando

    Usar a friendzone contra as próprias mulheres é uma excelente arma para ver a reação das vadias.

  7. Laveley

    Só não entendi qual foi o proposito disso tudo.

    Uma das coisas que mais criticamos nas mulheres é justamente essa tática suja de iludir os matrixianos para tentar tirar vantagens deles, oq chamamos de friendzone. Então pra que usar essa mesma tática suja com outras pessoas?

    Se fosse ainda com o objetivo de arranjar uma fodinha, mesmo que ele tenha namorada, mesmo não concordando eu não julgaria.

    Agora só pelo prazer sádico de fazer a outra pessoa sofrer… qual é o sentido?

    1. Barãozin

      Diversão.

      E ela q foi atrás, mesmo com ele deixando claro q ele não queria nada.

      Logo…

      1. Tenente

        Dê certo podemos tirar tudo isso como um laboratório de comportamento másculo defensivo.

  8. Jacobus De La Rey

    Poxa! Friendzone numa mulher e, ainda por cima, mãe solteira!!! Você é um gênio. Principalmente este tipo de mulher, gosta de ser amante e dar golpes da barriga. Merece isso msm!!!

  9. andre

    essa mulherada só serve para meter e pronto, fico puto d a vida como tem manginas que ainda paga d e gatinho perto dessas vadias, infelizmente muitos homens irão envelhecer no manginismo sendo capacho d e vadias.

  10. Ricardo

    A única coisa que não entendo é pq as putas somente tem a religião identificada quando é evangélica… (ja sei: pq são as que mais pagam de santa etc, mas se for assim, comecem a identificar as de famílias tradicionais e safadas como católicas (maior nº) tbm, espíritas, muçulmanas (alguém de SP já percebeu como são safadas no metrô?) senão fica parecendo a Globo que só noticia a religião de um bandido quando crente, parece uma sutil manipulação…

    1. Barãozin

      É pq realmente são as q mais se sobressaem.

      E também pq pra ser “evangélico” basicamente precisa apenas frequentar o culto (claro que deve ter mais processos em igrejas mais sérias, mas nas “igrejolas” é basicamente isso). Sem contar q a igreja evangélica atualmente tá atraindo uma legião de vadias reformadas…

      Claro q em outras igrejas tem suas pseudo-santas, mas a evangélica se sobressai nisso.

    2. Vasiliy Zaytsev

      Já eu não entendo a obsessão evangélica em tirar o corpo fora e querer culpar os outros. O cara tá contando uma história pessoal. Isso não é roteiro de novela, é a vida do cara, o cara conta o que ela era, queria que inventasse?

  11. NEW GOD FLOW

    Mandou bem. Eu acho que ela ainda está facilmente disposta para servir na marmita zone pois é prisioneira da friendzone do Gekko. Parabéns kkkk! Somos Masters of Puppets

  12. Ezequiel

    as m$ol sempre se fazem de especiais e vítimas,não quero saber dessa raça, nem pra lanchinho! kk

  13. marcio fernando

    chupa vadia
    tem q ser muito macho para nao colocar essa mãe solteira de merda na marmita zone

  14. Barry

    Perdeu umas fodas garantidas.

    1. Crocodilão

      O cara tá namorando

      1. Alex

        E daí? Vai perder uma foda por isso? E pode continuar deixando ela na FZ, seria uma amiga c/ benefícios.

        Sem dizer q a namorada dele tbm é de outro estado e ele fala do namoro da vadia c/ o cara de SP…relacionamento a distância não existe, é pura fantasia.

        1. Croco

          Bem, no fórum ele disse que pretende deixar ela como foda emergencial. Como além de comprometido, além dele tem pretendentes reserva de melhor barganha… FZ nela!

  15. Andre Luiz

    Que história legal kkkkk

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: