«

»

maio 21 2013

Definindo a misandria

dicionario* Traduzido por Vasiliy Zaytsev, do Fórum do Búfalo

por Tom Givens, do A Voice for Men

O que é misandria? A definição do dicionário é simples: ódio contra os homens. Outra definição oferecida é similarmente direta: um extremo ódio aos machos, frequentemente fundamentado em experiências infelizes ou culturais. O que eu quero mostrar é uma definição da palavra mais penetrante, mais baseada na realidade.

Misandria: desumanização do sexo masculino. A visão dos homens como não-humanos, sem valor intríseco.

OS HOMENS NA NOSSA SOCIEDADE SÃO VALORADOS PELA SUA UTILIDADE PARA OUTROS

Isso é verdade tanto hoje quanto a 5000 anos atrás. É verdadeiro na sociedade (empregador para empregado) assim como nas relações pessoais (mulheres adoram um “bom provedor”). Os homens são os protetores, os produtores, os criadores da sociedade – precisamente porque sem produção, proteção ou criação esses mesmos homens seriam considerados um peso na sociedade; um custo, não um benefício.

E a sociedade não gosta de dar suporte aos homens. Perguntem aos sem-teto sobre ajuda de custo e habitação social (NT: o chamado assistencialismo) . Tudo pelas “famílias jovens” (leia-se: mães solteiras). Pergunte sobre os abrigos contra a violência doméstica (se eles admitirem que existem vítimas masculinas) sobre os serviços para homens. Pergunte à sua Universidade sobre a ajuda que eles oferecem a garotos que desejam uma vida melhor através da educação.

A resposta resposta por toda a sociedade aos homens colapsando é sempre a mesma, de Kay Borowitz a Rush Limbaugh:

“Honre suas calças, seu preguiçoso” (NT: tradução livre)

Mais misandria.

O mundo em que vivemos é verdadeiramente ingrato para o homem que “derrapa na pista”. Esqueça as vítimas da ajuda infantil e os homens que perderam tudo no divórcio. Existe um bando de homens a quem isto nunca aconteceu, e eles ainda encontram-se enroscando-se de cheque em cheque por décadas a fio. Eles se dão conta de que não há nenhuma mão amiga.

Eles ainda se dão conta de que os impostos que eles pagam ainda vão para os programas de assistência a mulheres. Quero dizer… “famílias jovens” (leia-se: mães solteiras). É como se o Governo não soubesse acerca dos homens batalhadores. Claro, nós pensamos diferente, mas quando você enxerga os homens como uma bucha de canhão não-humana, a ameaça do governo de viés darwinista contra homens desamparados torna-se mais compreensível.

A mídia é uma grande culpada por esta mentalidade, reduzindo homens a meras estatísticas ou crachás de trabalho. Quando um grupo de mineradores ficam presos em um desmoronamento, é sempre “os trabalhadores estão presos” ou “24 mineiros foram mortos hoje”. Eles nunca dizem “os 24 homens estavam embaixo da terra por 3 dias antes de serem resgatados”. – o gênero deles é cuidadosamente omitido em todas as reportagens. Mas se uma chacina acontece em alguma cidadezinha, é “52 pessoas mortas até agora, incluindo mulheres e crianças”.

Percebe? Nós devemos nos importar, pois não são SÓ HOMENS que foram mortos, mas mulheres e crianças também. Homens não têm valor exceto como filtro. É pelas mulheres e crianças que você deve se preocupar.

A MISANDRIA ACONTECE NO DIA-A-DIA MUITO MAIS DO QUE NÓS ADMITIMOS

Toda hora que alguém coloca um homem num padrão diferente da mulher, é Misandria. Recusar-se a ouvir as reclamações porque é “chato” que um homem façam isso, também é Misandria (“homens não choram” é uma definição breve da misandria). Acreditar que não importa quantas forças estejam contra um homem, seu sucesso ou a falta dele é inteiramente sua “culpa”, também é misandria.

Essencialmente, recusar-se a acreditar que há forças em conjunto contra o sucesso do homem mediano é uma manifestação de misandria. A expressão “homens de verdade aguentam tudo” implica que “se você não suporta, você não é um homem de verdade e portanto não vale nada”.

Então como exatamente alguém pode saber que está na presença de um odiador de homens?

Simplesmente pergunte a essa pessoa suas opiniões sobre o assistencialismo a homens (seja claro em afirmar que isso vai reduzir os fundos destinados à mulheres). Se ele/ela for incapaz de ver vantagem em reduzir os serviços assistenciais para mulheres em troca de fornecer QUALQUER serviço aos homens… bem, você tem um odiador de homens na sua frente. Na verdade, você tem um/a feminista do tipo “essa questão é importante desde que todo o resto já tenha sido alcançado”.

Alternativamente, você pode apenas ouvir o que eles têm a dizer. A maioria dos misândricos irão expor suas opiniões bem facilmente, em alguns casos sendo orgulhosos de seu ódio. Qualquer mulher que pede “trate-me como uma mulher deve ser tratada” está pedindo servidão e status de burro de carga do respectivo homem. Isso é misandria. Também o são aqueles que demandam que os homens calem a boca e aguentem. Na gíria comum, “Man up!” (N: algo como o VIRA HOMEM nosso).

Aqueles que sentem que essas questões não podem estar afetando homens como um todo, a galera do “Não ligue para isso e honre suas calças”, também são Misandricos, pois se recusam a reconhecer a humanidade dos homens, em detrimento de vê-los como máquinas capazes de aguentar tudo não importando a circunstância.

Querer que homens vivam em padrões semi-impossíveis é Misandria. Recusar-se a ver homens como homens, é Misandria. Ver homens como burros-de-carga, como meios de produção em detrimento de vê-los como seres humanos com sentimentos e esperanças, é Misandria. Ver homens como uma classe em vez de pessoas, é Misandria. (N.T.: mais do que isso, é marxismo)

Precisamos de mais discussão sobre este assunto, mas eu acredito que é hora de nós como um movimento começarmos a definir alguns termos. Então mais uma vez, aqui está minha definição:

Misandria: desumanização do sexo masculino. A visão do homem como não-humano, sem valor intrínseco.

fonte: http://www.avoiceformen.com/misandry/defining-misandry/

18 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Marcus Valerio XR

    Este texto agora já está também disponível na versão brasileira oficial do A Voice For Men.
    http://br.avoiceformen.com/cultura-misandrica/definindo-a-misandria/

  2. GOAT

    eu andei pensando esses dias quando estive fora do brasil, que eu tambem vi misandria nos eua, a diferença é que la as mulheres saõ bonitas pelo menos, aqui no brasil várias feiosas se acham no direito de serem seletiva, minha ex namorada cabeça chata embora magrela, me trocou por um judeu rico, isso ja se fazem 7 anos, muito tempo passou. olha onde o matriarcado chegou no brasil, um judeu rico magrelo no maximo consegue uma mestiça meia boca. mas o matriarcado la nos eua ta pior, tanto que uma chinesa de 50 anos chegou em mim la achando que eu era americano, e quando ouviu meu sutaque de latino logo me descartou, o matriarcado ta absurdo mesmo, homens não podem aceitar virar capitão salva putas de arrombadas velhas de merda. mas entao, eu andei pensando que o mundo é extremamente misandrico e agora quando voltei de viagem vi esse texto e realmente confirmei isso

    o valor do homem é sempre no que ele pode fazer pela sociedade. o mundo sempre foi misandrico, num mundo misandrico como esse, principalmente o ocidental, a solução é virar macho zeta mesmo, man going their own way, essa é a unica solução. eu particularmente misturo isso com o que li de unabomber, sobre a psicologia esquerdista, baseada na sobressoicalização, e a sobressocialização faz mal a auto-estima, entao eu misturo misantropia com o ideal do macho zeta.

    a misandria ta tão forte atualmente que tem nazistas daqui do brasil que querem me eliminar por eu ser pega-ninguem e não ter um emprego, se eles saõ tão fodões assim, deveriam tentar me eliminar e não ficar só de conversa, eles tanto falam que devo ser eliminado. eu pelo menos tenho armas brancas pra me defender, e essa foi a grande razão de eu ter sumido das redes sociais, depois de ter recebido tantas ameaças de morte desses caras extretamente misandricos, eu prefiro viver como um semi-eremita urbano e não ter contato com ninguem mesmo. eu tambem não tenho nem um iphone de tanto que odeio essa humanidade misandrica. espero que aceitem meu comentario, falei coisas que as pessoas precisam saber.

  3. Aurélio

    Ótimo texto! Eu vejo isso mesmo no dia-a-dia, a misandria arraigada na sociedade.

  4. Ady Ramos

    Os homens são demasiado desunidos. As mulheres são vistas como invejosas mas elas se protegem muito mais que os homens. Homem troça de amigo quando esse é chifrado, as mulheres se compadecem umas das outras, alguns homens buscam pegar a namorada do amigo e troçar dele pelas costas, isso revolta homens contra outros homens. Não me levem a mal não estou a falar contra os homens mas acredito que é o bowling a causa de tanto ódio contra os homens. Pois já ouvi mulheres dizerem “o meu marido me fazia feliz e ele morreu uma morte terrível, mas bem feito, estou melhor assim”, “…deixar a coitada descansar, toda a hora receber pénis, ele bebia e maltratava a mulher e batia nela”. Quando se abre a televisão e se vê violência, alguém diz, homem é a desgraça da Terra. Mas mulheres misândricas não praticam violência física contra os homens, homens o fazem facilmente. É só prestarem atenção em alguns policiais, extremamente misândricos e violentos com homens. Há quem critica que só buscaram a profissão para se vingarem de seus irmãos, quem sabe se esses “irmãos” se refere somente a outros homens. As violências dos policiais nas esquadras, contra homens… Parem e pensem; esses homens NUNCA fariam isso com uma mulher, as mulheres às vezes desrespeitam obscenamente policiais na praça pública e nem sequer são presas, agora se fosse um homem… Outro motivo para tanto ódio é a calúnia. Um homem, caluniou uma mulher de estar com ele, ela foi agredida pela esposa e crucificada pela população em praça pública, e ELE TROÇAVA QUANDO SOUBE DE TUDO, NEM SE DESCULPOU. Não imaginam o ódio que ela tem pelo homem, ele depois disso desenvolveu uma anomalia na garganta de maneira misteriosa. E elas (a mulher e a família) aplaudem isso. Num local de trabalho eu estou forçado a ouvir comentários cruéis de mulheres contra homens, o ódio que têm é pela violência que outras sofrem, ou elas sofreram, além de ridicularizarem o género masculino.
    A violência dos homens uns com os outros é assustadoramente mais elevado quando comparado com a violência masculina contra a mulher. Há quem acredite que foram ALGUNS homens feministas que insuflaram o ódio das mulheres contra os outros homens. Por favor não apaguem esse comentário, isso é um aviso, não uma ofensa contra homens nem mulheres, mas precisamos repensar essas coisas, tentar combater os nossos erros e criar uma sociedade mais justa, AS PESSOAS PRECISAM SE CONSCIENCIALIZAR DISSO, POIS ALGUMAS MULHERES E HOMENS GENERALIZAM ESSES FACTOS CONTRA TODOS OS HOMENS. Precisamos mudar de maneira positiva, pois muitos homens são honrados, não fizeram mal contra as mulheres, trabalham e não são criminosos, mas são crucificados por homens e mulheres de maneira injusta e talvez até sádica, pelo que outros fazem.

  5. Brasileiro

    Barão, olhe este texto de um certo site que o pessoal da Real não gosta muito. De cara, uma contradição: se a autora diz que se sente mal de ser olhada e avaliada diariamente por diversos homens estranhos, por que ilustra a postagem com fotos dela própria desnuda para que seja avaliada por homens estranhos e, pior ainda, homens que ela sequer verá na vida?
    Outras bobagens que a tal autora escreve:

    1) Dizer que mulheres não tiveram a oportunidade de inventar coisas. Pelo que se sabe de estudos arqueológicos e de sociedades antigas, a agricultura foi descoberta por mulheres que, ao selecionar as melhores sementes selvagens (ainda mais que a tarefa de colhê-las era reservada às mulheres, ficando os homens com a caça) e descartar as ruins para consumo jogando-as na terra, notaram que no lugar onde jogavam as tais sementes, plantas cresciam e, com o tempo, passaram a sistematizar a coisa toda (ainda que neste caso os homens tenham sido os aperfeiçoadores até chegar ao ponto em que nos encontramos na arte de cultivar plantas que nos gerarão alimento). No mesmo trecho, ela vem com um textinho de Virginia Woolf dizendo que as mulheres sempre foram pobres desde o início do tempo e que a liberdade intelectual é ligada à posse de riquezas. Isso gera a pergunta: as mulheres que descobriram a agricultura no fim do Neolítico não eram muitíssimo mais pobres que uma Virginia Woolf que podia se dar ao luxo de ser exclusivamente dramaturga? Pela lógica, uma mulher ainda mais pobre que Virginia Woolf sequer poderia ter a liberdade intelectual de constatar que jogando uma semente em solo adequado, a mesma germina e, se tal germinação puder ser feita em ambiente controlado, facilita e muito a produção de alimentos (aqui sendo o princípio essencial e imutável da agricultura);

    2) Dizer que negros e pobres não têm liberdade intelectual devido às poucas condições materiais, algo que cai por terra quando vemos um pobre menino do Malawi criando geradores de energia eólica e a pedal com sucatas. Convenhamos que alguém que cria gambiarras funcionais para tirar pessoas da pobreza absoluta e ainda fazendo-as manter um bom grau de autonomia na prática é mais útil para o mundo em geral do que um poeta que escreve algo e as pessoas a seu redor tornam-se menos em menos autônomas;

    3) Vem ela com aquela história furada de que 2/3 das mulheres que conhecemos foram estupradas e têm vergonha disso, algo que é apenas uma das muitas versões de uma distorção estatística desfeita por Christina Hoff Sommers;

    4) Vem ela reclamar que a família estranha sua magreza e o cabelo, enquanto perguntam para o primo dela se está trabalhando e em que trabalha. É de se perguntar se o primo dela tem peso normal ou mesmo possa ter emagrecido, mas está usando roupas que não transparecem isso, de maneira que o assunto desvie para o trabalho e o estudo. Se ela usa roupas muito reveladoras, obviamente que isso revela a magreza e acaba concentrando o assunto nisso.

    E isso porque peguei apenas uma pequena amostra de postulados desmascaráveis do texto.

    1. Barãozin

      Hahaha, lógica feminina, a gente se vê por aí…

      Enquanto essa da criatividade dos negros e pobres, pode-se lembrar também dos negros americanos que revolucionaram a música com o Jazz e o Blues e foram a raiz do Rock atual. Tudo isso feito bem antes do movimento pelos direitos civis surgir e com os caras recebendo uma discriminação monstro da sociedade (uma discriminação que mulher em momento algum da história da humanidade sofreu, talvez as judias nas mãos dos nazistas tenham sofrido coisa igual ou pior. mas elas eram discriminadas por serem judias e não por serem mulheres).

      Agora, o tanto de filho de “burguês” (pra usar um termo q elas adoram rs) recebiam aulas de piano, música lírica, etc e onde está uma “Chopin” feminina?

  6. Charlton H. Hauer

    Essa é uma das minhas principais bandeiras: Combater a MISANDRIA e o eterno GINOCENTRISMO! Que continuemos a fazer nossa conscientização para que cada vez mais homens enxerguem a si próprios como Homens. Homens são e sempre foram os principais VITIMADOS e VULNERÁVEIS das sociedades e da loucura humana. Está mais do que na hora de lutarmos por nossos direitos e seguirmos o nosso próprio caminho.

  7. Renato

    NÃO SE CASEM meu jovens,vocês serão apenas caixas eletrônicos ambulantes,primeiro invistam em vocês,estudem,ganhem dinheiro,sejam empreendedores,parem de achar que “sem mulher vocês não valem nada”….parem de medir seu valor “em mulheres”,em agradar mulheres,em “pegar” mulheres.
    Ter mulheres é CONSEQUÊNCIA de uma série de coisas,é só,não pode ser seu objetivo de vida ou sua motivação pra tudo.
    .
    Mulher é consequência,ao ter status,dinheiro elas surgem,como o beija-flor procurando néctar das flores,porque elassão interesseiras,querem sempre o melhor PARA ELAS e no máximo para sua prole,você que se dane,você ou eu somos só mais um….o “que deu para arranjar” na visão delas.
    .
    NÃO SE CASEM! não sejam românticos, não existe mulher exceção.
    O casamento hoje é péssimo para o homem de bem.

  8. Anjo_Censurado

    A tal de Sara do FEMEN Brasil soltou algo interessante hoje….“O Femen tem ideias que não se aplicam a todo tipo de cultura. Nos fizeram vários pedidos inescrupulosos de protestos. Não posso contratar um helicóptero e pichar o símbolo do movimento no peito do Cristo Redentor. Isso é inviável aqui no Brasil, ao invés de ganhar apoiadores, vou conquistar a ira do povo brasileiro. Elas precisam começar a respeitar a cultura alheia. Nos pediram também para colocar uma cruz de madeira no meio de alguma metrópole como São Paulo ou Rio de Janeiro e serrá-la da mesma forma como elas fizeram em Kiev”, declarou.”
    Fonte: http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/lifestyle/2013/05/21/326308-queriam-que-pichassemos-o-cristo-redentor-diz-sara-winter-sobre-rompimento-com-o-femen#0

    Enfim, tem gente por ai na guerra e nem sabe de que lado é ou porque está lutando.
    Ela deve ter muito guardado com ela, a verdade talvez nunca apareça no meio da neblina, mas podemos evitar de cair no buraco como MUITAS e muitos manipulados ou interessados querem que aconteça com os o HOMENS.

    1. Barãozin

      CAra, esse femem brasil é uma das coisas mais bizarras do mundo.

      Vi q no Face essas porras criaram um cartaz contra a MISANDRIA!!!! Porra!

  9. andre

    como dizem por ai homem nasceu pra s e fuder mesmo, temos somente a nós mesmos, se tu vai em um posto d e saude 90% dos pacientes é mulher é todo dia a mesma merda, mulher paga d e vitimismo, para o homem só resta o trabalho suado do dia dia, é normal vermos mulheres pagando de fodonas, por ai lesbicas dizendo que são melhores do que homens, sabem porque? essa sociedade ultra moderna com um conforto numca alcançado pelos nossos antepassados fazem com que qualquer besta quadrada tenha uma vida facil, a geladeira esta logo ali cheia d e comidas, a agua na torneira, a energia eletrica pra acabar com a escuridão, a gaz no fogão, “antes tinha que arrumar lenha corta-la com um machado pra cozinhar”, a e o cavalo para percorrer grandes distancias imagine a dor nas costas, que isso temos carros, motos e todo meio de transporte possivel, tudo isso e mais uma gama de coisas feita por quem? por feministas? por lesbicas? quem levantoui essa porra toda e muitas vezes deu a sua saude e a vida pelo progresso humano, sim foi o homem aquele bicho inferior, tosco, burro como dizem elas, agora meu amigo só resta d a o troco, seja um cara que trabalhe bastante em prol do seu conforto seja financeiro, fisiologico, intelectual, para d e inflar o ego de mulé, pare com aquelas idiotices nas redes sociais d e ficar endeusando vadias, mulher tem a sociedade toda para protege-la , enquanto aos barbudos só nós resta a nós mesmos, vc é o responsavel pelo seu sustento se cuida em todos os aspectos da vida.

  10. Fulano de Tal

    Bom artigo, ajuda bastante a ampliar o conceito de misandria!

    Infelizmente, desde “os tempos das cavernas”, o homem é visto apenas como uma ferramenta para trazer recursos. Só que hoje em dia as mulheres, que antes eram protegidas e subsidiadas por eles estão tentando tomar o controle e substituir o papel dos mesmos (isso é, quando lhes convém).

    Mas quero ver mulher alguma aguentar o tranco dos trabalhos realmente difíceis, sem ajuda. Liderar sem ter as características e aptidão necessários para tanto. Quero ver dominá-las o poder sem ter mente forte e racional para fazer bom uso…

    Mesmo tendo o poder mas sem ter forma benéfica de usá-los (em benefício de outros), as mulheres vão acabar se corrompendo mais e mais na próprio egoísmo, vão rejeitar ou ser poucos atraentes para os homens e com isso as sociedades vão acabar se extinguindo aos poucos, por culpa do fenõmeno do feminismo e das mulheres enganadas por ele.

    Tal forma de ver o mundo não trará felicidade para ninguém, nem homens, nem mulheres…

    1. Jhon

      É verdade,basta,ver os noticiários pra ver como os governos do mundo(dominado pelo feminismo), estão utilizando esse poder,por isso essas crises financeiras só tem a aumentar,governos focados em prejudicar o trabalho comum,mas só que isso é tiro no pé,pq as riquezas que um pais gerar é gracas ao trabalho comum,sem isso pais nenhum se mantem,tecnologia pode substitui algumas áreas da mão de obra humana,mas não tudo.uns dos exemplo que acredito que todos da Real conheça é a Suécia,o paraíso do feminasimo.Se continuar desse ritmo o mundo afundará financeiramente,e entrará em caos e desordem,claro que infelizmente nos da Real teremos que tomar o controle e estabelecer a ordem mundial.

  11. Don Corleone

    E ai daquele que ousar falar que homens também precisam de apoio. É como diz o texto de ontem, quem vai contra o sistema é tratado como um herege. E dizer que toda essa misandria começou com homens. Estou lendo Engels, A origem da família, da propriedade privada e do estado, e começo a entender o porquê das feministas serem esquerdistas e comunistas (pelo menos no Brasil). O que esse Engels escreve é um prato cheio pra agenda feminista, é a pedra fundamental de toda a teoria feminista porque compara as relações entre homem e mulher como se fosse a exploração do patrão sobre o empregado. É de arrepiar

  12. Andrew

    A cada vez que acesso esse blog, que leio as matérias…sinto um acréscimo de estima por mim mesmo! Me pergunto: A quanto tempo eu passei sem enxergar as coisas? – É como se algo dentro de mim fizesse sentido. Barão,obrigado!

    1. Jhon

      Andrew,eu todos da Real ficamos felizes,que tem se libertado da Matrix,desejamos que pessoalmente continue crescendo e se desenvolva como homens honrado,vc vai ver a paz e a alegria que vc vai ter sendo o conhecedor da Real,infelizmente homens desde crianças sao condicionadas,a crer que o objetivo de vida do homem é obter a aprovação feminina,muitos que estão na Matrix sofrem até hoje por isso,e presencio desde jovem isso,os que tem sorte de conhecer a Real todos hoje somos libertos disso.

      É isso ae forca guerreiro.

      1. Andrew

        Eu agradeço a todos vocês. A cada vez que leio uma resposta, ou um comentário, vejo que não fui o único a passar por tudo isso! Eu quero aprender mais e mais com os veteranos da real para que eu possa, também, ajudar de alguma forma!

  13. Patrick Bartholazi

    Aprendo mais com esse site do que aprendi com 15 anos de escola! Puta lição.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: