«

»

mar 26 2013

A Zona do Casamento

cagamento

* não deixe de ouvir o podcast do EDR SP de Março!

traduzido por Rider, do Fórum do Bufalo

Muitos homens – homens medianos (beta) somente podem curtir a vida aos 29 anos, da mesma forma que mulheres fazem aos 19, porque esse é o tempo que eles levam pra conseguir os recursos (carro, casa, emprego, grana) que as mulheres acham atraentes. Esse ponto na vida em que mulheres e homens se encontram é a “zona do casamento”. Elas têm que fazê-lo casar-se com ela nesta hora antes que eles percebam que a vida deles está somente começando. Minha recomendação: ela curtiu sua vida “selvagem e livre” (piriguete, vadia, hipergâmica, caçadora de alphas, escolha a expressão), então, agora, evite o casamento e vá curtir a vida. Viaje. Transe com um monte de garotas. Explore seu hobby agora que você tem tanto recursos e tempo para fazê-lo. Resumindo: curta sua vida com acesso a garotas “livres e selvagens” de 19 anos.

O Gráfico:

graficodasputarias

(clique na imagem para ver maior)

Dos 15 aos 19 anos: nosso gráfico começa com 15 anos. Aqui, mulheres têm um “nível de acesso” valendo 8, o que significa dizer que elas podem fazer o que quiserem com quem quiserem. Com 19 anos e uma identidade falsa (NT: isso não vale para o Brasil), ela sobe para 10, o que significa que o mundo é o brinquedinho delas. O seu homem mediano (beta) nessa mesma idade é sortudo se ele consegue um boquete da feiosa do segundo grau, e realmente afortunado se consegue manter uma namorada e transar regularmente.

Dos 20 aos 25 anos: mulheres estão no seu máximo a maior parte do tempo, e mesmo que seu nível de acesso comece a declinar, ele cai somente porque elas começam a se tornar mais seletivas enquanto procuram por alguém para casar. Homens durante esse tempo estão firmemente aprendendo como agir com as mulheres e aumentando seu “valor de mercado”, portanto as coisas começam a se tornar melhores (para os betas). Mesmo assim, eles ainda não chegaram ao nível de acesso (ao sexo oposto) que as mulheres desfrutam desde os 15 anos.

Dos 26 aos 28: este é o começo da zona do casamento. Os relógios biológicos femininos (para terem filhos) começam a tocar, e os homens finalmente transformaram seus empregos em carreiras. Mesmo que o nível de acesso das mulheres ainda seja 8, elas começam a perceber que os homens a sua volta têm muito mais escolhas. Eles chegaram ao nível 7 e continuam a subir. Mesmo que ela sinta que ainda tem o mesmo nível de atenção dos homens, ela percebe que os homens estão muito menos interessados em se manterem presos a somente ela (NT: o autor fala de “oneitis”). Os homens se tornaram mais espertos e têm mais opções. Elas terão que fazê-los se comprometerem o mais rápido possível antes que eles percebam quão numerosas são suas opções agora.

Dos 29 aos 30: este é uma incrível época (para os homens libertos) viverem. As mesas viraram. As mulheres finalmente percebem que conseguir uma foda é fácil, conseguir uma foda “comprometida” não é tão fácil assim como falaram para elas (NT: nem preciso dizer quem “falou” isso pra elas, preciso?) Mesmo que elas tenham se ferrado na “zona do casamento” e não tenham conseguido comprometer um cara, elas vão continuar na caça para vencer.

Dos 31 anos para frente: a medida que o valor sexual e de casamento das mulheres cai no mercado, da mesma forma caem suas possibilidades de acesso a um cara que se comprometa. Ao mesmo tempo, os homens que foram espertos (ou sortudos) o suficiente para passar pela “zona do casamento” solteiros (NT: e se libertaram da Matrix), têm uma longa e feliz vida a sua frente. Mesmo aos 40 anos – se esses homens forem bem-sucedidos em seus objetivos e se mantiveram em forma – eles podem encontrar facilmente uma mulher por volta dos 28 anos para ter seus filhos (se assim lhe interessar, obviamente). Os homens não tem nada a perder. As mulheres continuam a declinar, até se “contentarem” com um beta inferior (ou ômega mesmo – Capitão Salva-Putas, matrixiano ou mangina), ou convencem a si mesmas que ser uma carreirista na “Cougarville” (NT: ou seja, uma papa-anjo em português claro) era o que elas sempre quiseram.

Depois que os homens evitam a “zona de casamento”, o seu acesso dispara. Eles podem desfrutar de uma série de relacionamentos monogâmicos com mulheres que estão no seu melhor comportamento possível, já que elas estão desesperadas pra se casarem, e preencher o tempo entre esses relacionamentos transando com alvos fáceis como mães solteiras, divorciadas, e feministas radicais que estão mudando de ideia (OBS: eu não tocaria numa feminazi fanática nem com uma vara de 10 metros).

Portanto, cavalheiros, mantenham-se em forma. Foquem-se em suas carreiras, criem um portfolio financeiro estável, e mantenham o seu nível de acesso subindo. Se você absolutamente quiser ter uma criança, faça isso entre os 30 e 40 anos com uma gatinha nos seus 20, 25 anos. Isso pode acontecer. E se você é como eu e crianças não fazem parte dos seus planos, as possibilidades são infinitas.

Evitem a zona do casamento!

fonte: infelizmente o autor do texto deletou o blog.

28 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Akuma

    Isso ilustra bem oq vi ocorrer com um conhecido meu. Um Alpha, destacado, que aos 25 anos estava em plena ascensão com sua empresa. Poderia ter a mulher que quiser, viver a vida livre, selvagem que todos (ou a maioria) os homens deseja. Entretanto, se deixou levar por conversa fiada(homens metidos em casamentos infelizes) e saiu a procura de uma esposa. Acabou, enfim, se arrumando com uma “garota liberal” (mais rodada que Beyblaide), e está às portas do matrimônio. Todo o potencial de uma vida livre simplesmente jogado fora.

  2. Henrique

    Esse texto é muito foda.
    Me deixa longe da preocupação com casamento.

  3. Marcus Valerio XR

    Penso que o texto dá demasiada ênfase à questão financeira. Mas a maturidade, em geral, também costumam aperfeiçoar as técnicas masculinas de sedução. Ou seja, mesmo aqueles que cheguem aos 30 ou 40 na dureza, podem compensar isso apenas pela experiência.

    Ao mesmo tempo, o simples enriquecimento sem um auto aperfeiçoamento pode apenas aumentar a vulnerabilidade do sujeito, tornando alvo fácil de possíveis interesseiras.

    É de se acrescentar, também, para os homens que querem ter filhos, que tipo de relacionamento eles têm em mente, visto que tê-los em idade jovem e conviver com eles participando mais de seus mundos é bem diferente de tê-los em idade mais avançada e sofrer um distanciamento maior.

    Também me preocupa esse enfoque maior no jogo do que na construção de famílias mais estáveis.

    Marcus Valerio XR
    xr.pro.br

  4. Anônimo

    Bom post!

    Mas na minha experiência, até mulheres velhas têm várias opções de homens.

    Tem muito cara desesperado por buceta por aí.

    A hipergamia não deixa as mulheres arrumarem caras mais feios ou mais pobres que elas. Elas detêm o poder de seleção sexual infelizmente.

    A única maneira de um cara pegar geral de verdade (não to falando de pegar GPs) é ele se parecer com um modelo masculino.

    1. Macho foderoso

      Cala a boca cara, você falou um monte de merda sem base alguma. Mulher depois dos 35 nem muleque de 16 anos quer.

  5. Wilkson RC

    Caralho mano. Texto muito bom, tenho 20 anos passei em um concurso público em abril eu estou assumindo. Em fim quando eu tiver meus 30 anos terei um bom pé de meia.

    Conheço a Real faz 7 meses é muito informação em tão pouco tempo. Acho que estou naquela fase da Real que estou meio fora da sociedade como se fosse um espectador tentando entender como eles agem mais quanto eu penso assim mais eu vejo que não sei de nada.

    Esses dias conheci uma mina bonitinha, mas fiquei naquela esperando ela agir de acordo com os textos, sabe aquela tensão sobe a cabeça vocês passaram por isso?

    1. Magno Andre

      (sim, ja passamos por isto),e de vez em quando a matriz vai bater na sua porta.fique sempre atento.

    2. Rider

      Se você já passou num concurso e contou aos seus amigos, cuidado, logo logo vão aparecer algumas damas apaixonadinhas por você…

      1. Barãozin

        … e se aproveite disto!

  6. andre_desbravador

    o colega citou algo que concordo, ” nem todo homem chegara aos 30 com uma finança legal, eu mesmo fui manginão por muito tempo e isso freou muitas oportunidades que eu poderia criar para minha vida, ou seja vc pode ter 30 ,40, 50,60 anos mas se tu não seguir a filosofia d a real acabara juntando os trapos com uma vadia rodada, ou uma mãe solteira e sera um provedor exemplar. conheço muitos caras que chegaram aos 30 anos com uma boa situação financeira mas totalmente afundados na matrix, creio eu que se tu tiver uma renda mediana mas sendo um confrade d a real, viverá muito melhor que o matrixiano endinheirado, e aqui nas terras tupiniquis balzacas, rodadase vadias de todas especies sempre terão um exercito d e manginas carentes prontos para salva-las.
    agora ja faz dias que o casamento na minha opnião é um dos piores investimentos que o homem “da real” pode fazer na vida.

  7. Misuzu kamio

    Tenho aprendido muito com os posts de vocês, e concordo com quase tudo, ate pelo fato de ser mulher, rs, mas sempre analiso e observo as mulheres que conheço, antes eu me perguntava os pqs de muitas ações delas que me deixavam e ainda me deixam simplesmente perplexa….Então continuo lendo os posts de vocês já que sou mãe e tento passar ao meu filho o máximo possível de conhecimento que venho aprendendo aqui com vocês ….Portanto só tenho a agradecer….

    1. Fulano de Tal

      Querida Misuzu,

      Antes de mais nada obrigado por ter vindo dar uma força aqui pros caras da Real. Você, por ser mãe, objetivo final da mulher (que instintivamente é ter o melhor macho para reproduzir independente do resto), já deve estar bem ciente da situação do que o futuro do seu filho guarda…

      E ainda o treina para que ele não caia na armadilha de fêmeas imprestáveis! Me impressiona essa sua atitude nobre de proteger a cria e torná-lo um homem autêntico e honrado. Meus parabéns!

      Desejo sinceramente o melhor para os dois. Sem mais.

      Att,
      Fulano de Tal

  8. Cássio Henrique

    Como diz o Tom Leykis:

    “sua futura ex-esposa ainda nem nasceu!”

  9. Renato

    Show de bola! excelente texto.
    É a realidade nua e crua.
    Casar hoje NÃO VALE A PENA,e tem muita vagabunda se escondendo em Igrejas,se fazendo de santa,para fisgar otários,é o cúmulo do desespero delas…hehehehehe

  10. Leo Philalethes

    Eu sou mais pessimista quanto a essa ideia de que a vida do homem começa aos 30. A vida do homem começa aos 30 para aquele cara que desde a adolescência se dedicou firmemente aos estudos e soube tomar as decisões profissionais certas. Aí sim o homem chegará aos 30 com um salário razoável, que possibilite a aquisição de um automóvel, de uma residência etc.

    O problema é que poucos homens fazem isso, sobretudo porque não recebem orientação adequada sobre absolutamente nada! Durante a adolescência, os homens são ensinados a ser uns manginões carentes que têm na mulher o principal objetivo de vida; ao invés de serem advertidos que o sucesso financeiro e a saúde devem estar acima de tudo. Fora que muitos entram em depressão e por isso tem um desempenho intelectual sofrível, malogram nos estudos!

    Acredito que se o cara encontrar a Real, o que costuma ocorrer por volta dos 20, 21 anos, com esforço poderá atingir sucesso profissional e financeiro por volta dos 40 anos somente. E isso se o cara “fechar a mão” e investir a grana dele corretamente. Desse modo poderá desfrutar de uma renda mensal de R$6.000,00; R$7.000,00 e viver muito bem.

    1. Barãozin

      Sim, isso é algo q sempre deve ser frisado.

      Se o cara também é um zero a esquerda e passa os 20 anos dele só coçando o saco e jogando xbox, não é pq ele fez 30 que magicamente ele vai virar alguém bem sucedido e comer geral.

      Se falam mt dos “30 anos” pq realmente, é a idade onde a maioria daqueles que CORRERAM ATRÁS estão começando a colher os frutos do seu esforço. Mas dependendo do cara ele pode atingir esse “auge” bem antes. Ou demorar um pouco mais pra atingir. Mas o importante é chegar lá.

      1. Leo Philalethes

        Pois é, eu acredito que atingirei meu auge aos 40 anos, quando terei o que hoje equivale a um milhão, um milhão e meio em investimentos. Comecei a estudar “pra valer” com 14 anos, mas como era um adolescente deprimido, não tinha muita garra e não me esforcei o suficiente.

        Ademais tomei várias decisões profissionais equivocadas e tive vários contratempos (ano passado, por exemplo, perdi metade da minha renda!). Hoje estou com quase 30 anos (tenho 27) e meu patrimônio se resume a 10 salários mínimos em investimentos, o que mau dá para comprar um gol velho!

        Mas agora encontrei o rumo dentro da minha área de formação e tenho boas perspectivas de cre$cimento.

        1. Barãozin

          Metade? Tu investiu em Tec Toy, foi? rs

          1. Leo Philalethes

            Perdi metade do salário porque me demiti de um dos colégios onde trabalhava, queria espancar os alunos. hahahahahahaha…

            Por enquanto eu só invisto em fundos, ainda não tenho conhecimento suficiente para comprar ações diretamente.

          2. Barãozin

            Ahh bão rs

      2. Cássio Henrique

        Man, muito se fala em situação financeira. Bem, claro que ajuda pra caralho
        e é importante que procurem aperfeiçoar nisso(eu ainda tô meio fodido nisso, já que nunca fui bem nos estudos, sorte a minha veia artística ser razoável).

        Enfim, dinheiro por mais importante que seja(sim, procurem ter), não é o fator
        único. Muito carinha mesmo pobre com o passar do tempo investe o pouco que tem
        nos outros atributos, melhora seu físico, não gasta mais tanto em besteira,
        aprende a ter uma melhor postura, já não é mais tão bobão, está mais independente,
        mais maduro, mais cauteloso… em suma, qualidades é o que não falta desenvolver além da grana.

        Um adendo escroto. Quer um exemplo comum
        de profissional pobre, mas com possibilidade de valor sexual alto? É o professor!
        O que tem de professor fodido comendo as vadias interesseiras doidas
        pra ser aprovadas não é brincadeira. E se ele é bonito, pronto! Macho alfa autêntico!
        Ele só precisa ficar esperto e evitar as menores, mas fora isso… dá perú pra elas rs

        1. Barãozin

          É uma coisa q eu sempre falo, não precisa de ter 1 milhão em conta pra ser comedor.

          MAs q dinheiro abre muitas portas (e pernas) sem dúvida alguma rs

    2. OldSkull

      Quero frisar tb o fato de alguns homens, que hj tenha seus 30, 35 anos, foram prejudicados por causa da estrutura familiar (passaram fome, tiveram que trabalhar cedo pra comer em vez de estudar, sem apoio familiar, etc…) e que hj, por falta de tempo e dinheiro para estudar, falta de mercado de trabalho, estão em subempregos, ganhando somente para se manter precariamente. É possivel melhorar a sua situação, mas demora um bom tempo para que isso aconteça, em relação aos que estão hj conhecendo a real e estão com seus 20 anos, estudando e com papai e mamãe dando guarida.

  11. Don Corleone

    O post que fala “isto também é feminismo” tá bloqueado pelo google como sendo possível de infecção por malware. Não consegui acessar.

    1. Barãozin

      Deve ser por causa de alguns links ali. Ou msm das imagens.

      Vou arrumar isso.

  12. Antônio Nunes

    “Fonte: infelizmente o autor do texto deletou o blog.”

    Se casou ou voltou pra matrix rsrsrsrs

    1. Barãozin

      Mistério rsrsrs

    2. Rider

      Às vezes não é nada disso, a situação nos EUA (que, vez ou outra eu chamo de Feminaziland) é tão complicada que se o autor de um texto desses for identificado, pode perder o emprego ou até mesmo sofrer uma acusação falsa de estupro ou assédio sexual.

      As coisas lá são terríveis. Manter o anonimato enquanto fala verdades é o básico para manter sua fonte de rendas e reputação ilibadas.

      Para quem não acredita em mim, é só pesquisarem o nome “Adria Richards” no Google.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: