«

»

fev 19 2013

A luta contra a VAWA nos dá mais provas que o feminismo anda em declínio

vawa

* não deixe de ouvir a Décima quarta edição do Jornal da Real no ar!

por W. F. Price, do The-Spearhead.com

* obs: a VAWA é a Lei Maria da Penha dos EUA

A “Family Research Council”, um grupo conservador cristão, se une a oposição contra a re-autorização da VAWA, dizendo que tal lei é apenas um desperdício de recursos públicos e que é usado por feministas para mamar nas tetas do governo.

Quando a VAWA foi aprovada em 1994, os conservadores deram total apoio a ela. O espírito de “cavaleiro branco” era muito forte na época, e qualquer coisa direcionada a proteger a mulher – mesmo se a lei fosse totalmente anti homem e anti família – era praticamente garantida de ter o apoio deles.

As feministas estavam com força total na década de 1990, já que o feminismo de gêneros conseguiu atingir bem no ponto certo onde elas estavam atingindo o poder enquanto os americanos ainda tinham um mandato cultural muito forte, originalmente parte do acordo patriarcal onde a mulher cedia um pouco de seu poder político e econômico em troca de privilégios especiais e proteção,  que era bastante protetivo à mulher. Naquela época, não tinha como as feministas perderem.

Entretanto, os tempos mudam. Os conservadores, sempre retardatários, finalmente se deram conta do quanto tal lei é prejudicial aos valores que defendem, nos quais incluem o casamento, a família e o patriarcado benevolente. Agora eles estão clamando pela morte da VAWA, e ameaçando a marcar os políticos que apoiarem a renovação da lei:

A Family Research Council pede para que seus apoiadores ajudem na oposição da re-autorização da Violence Against Women Act  (NT: Lei da Violência contra a mulher) porque, segundo eles, o “verdadeiro abuso” é o quanto isso custa em dinheiro de impostos. (NT: hmmm… vejo que não é só Brasil que merece o título de “país do mensalão”, pelo jeito…)

Num email de alerda, a FRC condenou a VAWA (“na qual, ironicamente, é apoiada pela mesma administração que deseja ver mulheres em combate!”) como um “abuso ao dinheiro do contribuinte” que “faz mais em promover uma agenda radical do que em ajudar a mulher.”

O email cita o ativista conservador Phyllis Schlafly, que também se opõe a VAWA. “Em seus 17 anos de operação,” Schlafly escreve para o townhall.com, a VAWA “fez pouco ou nenhum bem para as verdadeiras vítimas de violência doméstica, enquanto era usada para financiar os cofres de organizações feministas e para fazer lobby para os objetivos e leis  que elas propunham. Mesmo que cada gasto governamental deve ser alvo de uma auditoria rigorosa para poder evitar o super faturamento e a fraude, a VAWA de alguma forma repassou por volta de 660 milhões de dólares por ano para organizações feministas radicais.”

Parece que a imunidade política do feminismo está com seus dias contados.

fonte: http://www.the-spearhead.com/2013/02/08/vawa-fight-offers-more-proof-anglo-feminism-on-the-decline/

Comentário: engraçado notar que demoraram 17 anos pra perceber que o bagulho era ruim, e nem foi pelo motivo mais flagrante: ser uma lei extremamente anti homem. Eles estão se opondo a ela agora porque… ela é cara demais!

Ou seja, se as feminazis fossem mais econômicas, a lei continuaria numa boa, afinal a lei encontrou apoio deles naquela época e provavelmente eles ainda não se opõem a muitos dos pontos ali colocados. Mais uma boa demonstração que não devemos confiar muito em políticos, seja ele de qualquer matiz ideológica. No fim, como diria aquela música do Michael Jackson, “All I wanna say is that/They don’t really care about us“.

(Aliás eu peço que prestem atenção na letra desta música.  Não sei se é intencional ou saiu sem querer, mas ela diz muito da situação do homem nesses tempos. Vale uma reflexão.)

Bem, mas seja de um jeito ou de outro, o que importa é que parece que tal lei não vai sobreviver por menos tempo. Menos mal.

6 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. kyle

    deem uma olhada nessa feminista e seus argumentos http://www.youtube.com/watch?v=KEfCf2oumaQ sendo que se encontra na primeira página do youtube na pesquisa por feminismo, achei que seria interessante vocês verem e comentarem.

    1. Barãozin

      Tou vendo q uma galera tá contra argumentando legal lá.

    2. Jhon

      kyle vc e ela nao tem noção sobre o que é realmente o feminismo olha aqui apenas uns dos milhares de exemplo;http://www.youtube.com/watch?v=sU-mCc6CZWc

      1. kyle

        Tenho noção sim, cara, passei aquele link porque é um dos mais acessados, está na primeira página do youtube (na pesquisa) e discordo das coisas que ela disse. Estou ciente dessa libertinagem toda dessas mulheres por causa do feminismo também. Eu acompanhava um blog “detonando matrix”, mas infelizmente de janeiro pra cá está parado. Há um canal do youtube: Aldir Gracindo que é muito bom, têm excelentes vídeos.

  2. Lord Sensatus

    O feminismo de certa forma veio de lá, tomára que agora também venha o anti-feminismo.

  3. INTERESSADO

    O feminismo está acabando. Poxa que pena eu logo agora que estava me divertindo pacas com as vadias..rs rs rs. é brincadeira.. Finalmente um pouco de luz no fim do túnel. Mas é por isso que para as vadias eu não ligo. Não dou a mínima. Podem fazer a merda que for. A minha verdadeira guerra é contra os cavaleiros brancos, os matrixianos, os alfas destacados que apoiam esta merda. Não é nem contra os manginas, por que estes são simplesmente são um bando de otários. Se me incomodam muito eu vou lá e traço a mina deles. Mais ou menos assim…

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: