«

»

dez 28 2012

Homens e mulheres não podem ser “apenas amigos”

Isso já foi demonstrado desde os primórdios da Real, mas sempre é bom ver fontes externas dizendo o óbvio. Tecerei pequenos comentários durante o artigo com algumas observações que acho pertinentes, em parênteses.

por Adrian F. Ward, da Scientific American

Pesquisadores perguntaram a homens e mulheres que são “amigos” o que eles pensam de verdade – e ambos tiveram respostas bem diferentes.

Podem homens e mulheres heterossexuais serem sempre “apenas amigos”? Poucas questões provocaram um debate tão intenso, jantares familiares embaraçosos, livros estranhos ou filmes memoráveis. Ainda assim, a questão ainda se mantém sem resposta. A experiência do dia a dia nos sugere que amizades não românticas entre homens e mulheres não são apenas possíveis, mas comuns – homens e mulheres vivem, trabalham e jogam lado a lado, e geralmente parecem espontaneamente evitar dormirem juntos. Entretanto, a possibilidade que tal aparente relação platônica seja apenas uma fachada, uma dança elaborada que esconde inúmeros impulsos sexuais que borbulham sob a superfície.

Uma nova pesquisa sugere que há alguma verdade nesta possibilidade – que talvez pensamos que é possível ser “apenas amigos” com membros do sexo oposto, mas a oportunidade (ou uma oportunidade percebida) para um “romance” geralmente está a espreita, só esperando a chance de agir no momento mais inoportuno.

Para poder investigar a possibilidade de amizades platônicas entre membros do sexo oposto – um tópico que já foi explorado mais no cinema do que em laboratórios – pesquisadores trouxeram 88 pares de estudantes universitários de sexo oposto para um… laboratório. A privacidade era extremamente importante – por exemplo, imagine a confusão que poderia dar se um dos amigos descobre que apenas ele tem expectativas românticas com o seu parceiro na relação. Para poder garantir respostas honestas, os pesquisadores não apenas seguiram os protocolos padrões no que concerne o anonimato e a confidencialidade, mas também exigiu que ambos os amigos concordassem – verbalmente e perante um ao outro – que evitassem discutir o estudo, mesmo depois que eles deixassem o ambiente de testes. Os amigos eram então separados , e cada um dos membros e cada par deveria responder uma série de questões relacionadas com seus sentimentos românticos (ou a falta deles) que ele nutria com o seu amigo.

Os resultados sugerem que temos grandes diferenças entre os gêneros sobre como homens e mulheres experimentam a amizade com pessoas do sexo oposto. Os homens são muito mais atraídos por suas amigas do que o contrário. Os homens também são mais propensos a acreditar que suas amigas são atraídas por ele – claramente uma crença falsa. Na verdade, as estimativas do homem do quanto ele é atraente pra suas amigas praticamente não tem nada a ver com o sentimento real de suas amigas – basicamente, os homens assumem que qualquer atração romântica que eles experimentam são mútuas, e são cegos em relação ao verdadeiro nível de interesse romântico de suas amigas. As mulheres, também, são cegas em relação a mentalidade de seus amigos; elas assumem que a falta de atração é mútua. Assim sendo, os homens acabam superestimando o nível de atração sentido por duas amigas enquanto as mulheres subestimam o nível de atração sentido por seus amigos.

Os homens também são  mais propensos a agirem de forma errônea baseados nessa percepção errada. Tanto homens e mulheres podem se sentir atraídos por amigos que são solteiros ou que já tem um relacionamento; amigos bonitos continuam sendo bonitos e amigos feios continuam feios, não importando seu relacionamento atual. Entretanto, homens e mulheres diferem no nível do qual enxergam um amigo como um potencial parceiro romântico. Mesmo que homens desejam igualmente um relacionamento tanto com amigas solteiras ou comprometidas, mulheres são sensíveis ao status de relacionamento de seus amigos e não se interessam em perseguir aqueles que já estão envolvidos com alguém. (NT: Neste ponto, mesmo afirmando que um amigo bonito ainda continua bonito, senti uma certa defesa da mulher, deixando implícito que ela não é tão atirada quanto o homem e que respeita mais a amizade. Isto se dá, ao meu ver, por uma mera questão de interesses: um homem geralmente não está nem aí em “passar a vara” numa amiguinha, não importando que ela seja até meio feinha. Mulheres, bem, ao ver o nível dos “miguxos” que a orbitam, é claro que não vão se interessar mesmo por seus amiguinhos. São machos muito inferiores, em sua visão. Claro, os homens que elas consideram atraentes dificilmente perderiam tempo com amizadezinhas que geralmente não levariam a nada. Ponha algum cara que ela se interesse como amigo dela para ver se ela não passará a agir não muito diferente de um homem.)

Tais resultados nos sugerem que o homem, em relação a mulher tem dificuldades em ser “apenas amigos”. O que faz com que esses resultados sejam particularmente interessantes é que eles foram levantados entre amizades em particular  (lembre-se, cada participante foi inquirido apenas sobre o amigo com quem ele entrou no laboratório). Isto apenas não é uma mera confirmação dos esteriótipos de homens famintos por sexo enquanto as mulheres são inocentes, mas sim uma prova direta que duas pessoas podem experimentar num mesmo relacionamento sentimentos radicalmente diferentes. Os homens parecem enxergar uma miríade de oportunidades para engatar um romance em suas supostas amizades platônicas. Mas as mulheres nestes relacionamentos, entretanto, parecem ter uma visão completamente diferente – que tal relação é apenas platônica.

Para quem observa de fora, parece claro que tais visões diferentes sobre um potencial romance em amizades entre homem e mulher podem causar complicações sérias – e muitos que estão nestes relacionamentos concordam. Num estudo posterior, 249 adultos (muitos dos quais já casados) foram pesquisados para listar aspectos negativos e positivos de serem amigos de alguém do sexo oposto. As variáveis relacionadas a atração romântica (exemplo, “nossa amizade levar a sentimentos romênticos) são cinco vezes mais listadas como um ponto negativo de tal amizade. Entretanto, as diferenças entre homens e mulheres também aparecem aqui. Os homens eram significantemente mais propensos do que as mulheres a acharem que a atração romântica fossse algo benéfico numa amizade com o sexo oposto, e tal discrepância crescia quando mais velho fosse o homem – os mais jovens eram 4 vezes mais propensos do que as mulheres a confirmarem uma atração romântica como um benefício de uma amizade com o sexo oposto, enquanto os mais velhos eram 10 vezes mais propensos a acharem o mesmo.

Pegos juntos, tais estudos sugerem que homens e mulheres tem visões bem diferentes do que siginifica o “apenas amigos” – e que tais visões diferentes podem levar a problemas. Mesmo que mulheres parecem ser verdadeiras em sua crença que amizades com o sexo oposto são apenas platônicas, os homens parecem incapazes de desabilitar seu desejo por algo mais. E mesmo que ambos os sexos concordem no geral que tal atração entre amigos platônicos é mais negativa que positiva, os homens são menos propensos a terem tal opinião.

Então, podem homens e mulheres serem “apenas amigos”? Se todos pensássemos como mulheres, provavelmente. Mas se pensássemos todos como homens, provavelmente estaríamos enfrentando uma séria crise de super população.

fonte: http://www.scientificamerican.com/article.cfm?id=men-and-women-cant-be-just-friends

Comentário do Barão: esse artigo me lembrou uma vez uma conversinha que ouvi quando fazia um curso, onde dois professores, um homem magrelo e uma mediana bonitinha estavam conversando lá e todo mundo sabia que eles eram “super amigos” (argh…).  Pois bem, no meio da conversinha lá algo me chamou bastante a atenção. Do nada, umas das outras professoras pergunta:

“Nossa, vocês só vivem juntos! Vocês namoram a quanto tempo?”

Mediana Bonitinha: “A não, o que é isso. NÓS SOMOS APENAS AMIGOS!”

Professor Magrelo: silêncio…acredito que foi um dos silêncios mais dolorosos que já presenciei. E falo isso de uma época que eu nem fazia idéia do que era real!

Eu juro, tenho certeza que a maioria de vocês conhecem aquele meme do “ok”. Acho que foi tirado dele, porque a cara que ele fez na hora foi igual!

Se queriam alguma comprovação científica de algo que já viemos falando a algum tempo, toma aí!

Para finalizar e dar uma estragada no feriadão de vocês, se liguem neste vídeo que me mandaram via Formspring:

Vocês me dão licença que eu vou caçar minhas bolas!

10 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Perseu

    Talvez, se o homem não sentir atração por ela ou ter um compromisso muito forte com outra pessoa ou com um ideal.

    Fora isso, é aceitar ser transformado em um amiguxo, um amigay originalmente hétero.

    * * *

  2. Ademar

    Claro que existe!… Se fores manicure ou vendedor de produtos de catálogo da Avon ou Jequiti.

  3. Brasileiro

    Complementando o assunto, dentro do lance de mulheres quererem homens por perto só para que eles façam para elas coisas de que elas são perfeitamente capazes de fazer, eis que achei esta postagem de blog extremamente interessante e que valeria a pena o pessoal do Canal traduzir. Hypo agency, traduzindo pelos radicais, que têm equivalentes no português, seria “hipoagência”, mas ficaria estranho tanto em português brasileiro quanto de Portugal. Ao menos no português daqui, daria para traduzir como “fazer corpo mole”. Talvez o hyper agency possa ser traduzido por “carregar piano”. Sobre o mesmo assunto, dois vídeos interessantes:

    http://www.youtube.com/watch?v=En7f5cZl1YA

  4. Caio Wolfgang

    Amizade entre homem e mulher? Isso non ecziste!!! kkkkkk

  5. andre_desbravador

    se o cara for um destacado concertesa as amiguinhas vão querer abrir a pernas pra ele,
    eu ja tenho uma convicção e experiencia de vida e digo a mulé ja classifica qual macho sera seu amiguinho paspalhão burro de carga o seviçal, qual macho s era seu provedor mané, e qual sera o seu comedor que ira penetra-la sem dó.
    ja fui um matrixiano, e ja fiquei a fim de pegar as amiguinhas eu e ra a quele cara legal sempre prestativo, vivia elogiando a vadia e numca consegui ganhar um beijo no rosto, pois eu estava no grupo dos amigos zé buceta, e não no grupo dos fodedores, hoje quando lenbro dessa fase fico puto da vida como o homem matrixiano é tolo parece uma marionete.
    não tenho amigas pois não acredito em amizades desse tipo apenas tenho meras colegas d e trabalho, quando vejo manginas fazendo d e tudo para ser o amiguinho ursinho carinhoso d a vadia, fico com pena desse coitado pois ele numca vera a xoxota da sua amiguinha deusa.
    essa coisa d e romantismo entre amizadades é so o homem que enxerga, mulheres não são nada romanticas, fingem ser romanticas mas são frias como um acibergue.

  6. Suelita Ribeiro

    Impossível haver

  7. Julio

    A única amizade verdadeira, se existisse, seria gay com lésbica, pois não envolveria conveniência, desejo e/ou interesse. NUNCA ouvi falar de amizade deste tipo.

    A verdade sobre as amizades:

    – homem e mulher: mulher quer favores gratuitos e mantendo a esperança no coitado;

    – mulher e gay: gay mantém contato com a mulher (pode ver que gay nunca mantém amizade com mulher muito feia, gorda e/ou velha ou com mulher homossexual; coincidência !?) para ver se consegue algo por tabela com “amigos” ou pretendentes dela ou em alguns casos, conseguir homens pelo “combo”, o cara para transar com amiga dele, tem que transar com ele também.

  8. Insu_Portável

    ahahhahaha, que vídeo foda!

  9. Jack Saint

    O pior é que todas sabem que os “amigos” gostam delas mas elas me parecem que se divertem com a situação.

  10. Don Corleone

    E pensar que a esta hora milhões de homens estão lambendo o salto de uma mulher na esperança de conquistá-la. Quando uma mulher coloca o cara na “friendzone” não tem jeito. E que tal essa pra falar um pouco do velho e nefasto feminismo. “Ministros franceses recebem aula contra o machismo”, reportagem da Veja de 26 de outubro. Elas não frouxam em sua luta anti-homem, por isso as feminazis não merecem debate e sim, combate.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: