«

»

out 26 2012

Porque temos que meter a real em nós mesmos?

Bem senhores, sábado passado (dia 20/10) rolou a edição de outubro do Encontro da Real de São Paulo. Este, na minha opinião, foi um dos mais divertidos porque a gente não parava de rir das coisas que relatávamos na mesa, das situações ao redor, etc. O podcast desta vez ficou meio curto (só 2 quadros), mas fica para registro para a posteridade!

Para ouvir o podcast, faça o downloado do mp3 no Mediafire:

http://www.mediafire.com/?jcpx5p7k2ik2f93

Agora, vamos ao artigo. Hoje quebrei um pouco a tradição e vou publicar um artigo de minha autoria.

Não costumo falar muito da minha vida pessoal, mas acho que este pequeno episódio vale um relato porque ele me ensinou (ou me fez rever) 2 conceitos interessantes.

Pois bem, eu nos meus tempos de matrix dava em cima de duas mães solteiras.  Ao mesmo tempo! Tanto que foi uma delas que me fez acordar pra real, mas isso já é outra história…

Como disse, eu antes de me fuder bonito com uma mãe solteira que eu era gamado, também estava dando em cima de outra mãe solteira (eu não tomo jeito haha) naquela época, uma q trampava numa loja perto do meu antigo serviço. Ao contrário da outra mãe solteira, essa eu só queria chegar pra comer mesmo e até fiquei meio puto na época porque depois de tentar um bocado (e manginando um pouco) eu não consegui nada ali além de cu doce. Mas na época nem me importei muito porque o meu foco era a outra mãe solteira.

Aí, tempos atrás, quando eu tava dando uma volta em Santos pra ver umas paradas pra minha empresa (aliás, no dia eu tava todo alinhado, de terno e tal porque era uma reunião com cliente importante. Não é querendo me gabar, mas quando eu me arrumo eu fico lindo demais hahaha). Como o assunto que tinha q resolver era perto dessa loja, eu passei lá só pra ver se ela ainda estava por lá e para comprar um lanche porque eu estava morto de fome. Ela realmente estava por lá e só troquei uma ideia rápida com ela, mais por educação e nem dei muita bola, porque afinal o que eu gastaria ali de tempo e dinheiro para tentar um xaveco, sair e aí sim talvez comer, compensaria muito mais ir numa “prima” que era cliente na região). Mas notei que ela não tirava o olho em mim e tava solícita demais pro meu gosto… Isto aconteceu no começo desse ano, acho que em fevereiro ou março, nem lembro direito agora.

Esses dias estava dando uma olhada no meu Facebook e nas recomendações de amizades, eu me deparo com o perfil dela, e na foto ela estava do lado de outro malandro. A primeira reação q tive foi tomar aquele habitual “susto” q acontece quando você vê uma pessoa depois de saber algo q você não sabia dela. Mas o esquisito veio depois…

Eu não sei porque diabos, eu fiquei meio mal por ter visto aquilo. Sei lá. O corpo ficou esquisito. Uma sensação ruim. Mesmo a minha cabeça me falando “tá louco, imbecil?” o corpo ficou meio estranho. Fiquei meio grilado com aquilo, então até larguei o pc e fui tomar um banho pra ir dormir. Aquela porra ficou martelando a minha cabeça até eu conseguir pegar no sono.

Se aquilo era apego, sensação de “derrota” (não ter comido e outro cara ter conseguido e tal) ou seja lá o que fosse, não faço ideia. Mas confesso que até deu vergonha na hora. Porra, eu na real a tanto tempo e ficar bolado desse jeito estúpido? Nada bom mesmo.

Mas algo é certo sobre este episódio: as minhas emoções queriam passar por cima da minha razão, e isto é muito ruim para um homem. Se isto não for controlado a tempo, tal coisa pode te levar a ruína. Mas prosseguindo.

Ai na outra manhã manhã, me arrumando pra ir pro trabalho, fiquei refletindo sobre isso e fiquei pensando “porra… mas tu é uma anta mesmo caralho! Você não tem q ficar afetadinho feito uma bichinha. Você tem mais é que agradecer por isto!” E assim me meti a real.

Agradecer? Sim, agradecer. Porque? Porque você, quando é da real, tem que começar a ver as coisas “de cima” para ir analisando melhor as coisas e aí sim tomar suas decisões, para não poder fazer cagadas. Abaixo eu demonstro como fiz um “esquema mental” para chegar a conclusão que eu deveria era agradecer por isto. Primeiro, uma visão geral da situação:

1 – Olhando no perfil dos dois pombinhos, vi q eles tão namorando desde o meio do ano passado (ou seja, a mais de 1 ano, pelo menos segundo o facebook). No perfil dela não havia menção a empregos, então acredito que ela esteja desempregada atualmente. O cara, o típico “mediano” padrão (não é feio, mas não se destaca em nada), tinha um emprego razoável lá em Santos, numa empresa relativamente grande de lá.

Sabendo disso, logo cheguei a 3 conclusões:

1 – A mão solteira em questão arrumou um CSP (Capitão Salva Putas), obviamente. Porra, aí me toquei q se tivesse “vencido” naquela época, o CSP agora seria EU. Afinal, na época era burro demais para simplesmente “marmitá-la” e ela me daria um chá de buceta facilmente. Seria como tirar doce de um bebê.

2 – Lembram que lá no começo do relato que eu, no início do ano, fui papear com ela “disfarçado de alfa” e ela me deu condição? Talvez com um pouco mais de correria da minha parte tinha faturado, não é?

Agora pensem: acham mesmo que ela, depois de começar a namorar com esse carinha, só deu condição apenas para mim nesse tempo todo? Não falo que ela já traiu o cara e nem o chamo de corno, mas imaginem só a situação… Eu, se tivesse “vencido” a disputa pelo coraçãozinho dela, além de já ser CSP poderia ser um belo de um CORNO! E mesmo q ela não me chifrasse, provavelmente me faria ciuminhos com isso, falando como tem tanto cara “superior” dando moral a ela e ela mesmo assim ficando comigo e como eu deveria me sentir muito lisonjeado por ter uma mulher tão desejada ao meu lado. E aí lá vai o bobão aqui se afundar ainda mais e ia ficar brigando, nervosinho e com a “testa coçando”…

3 – Além de ser CSP e provável corno, agora minha saúde financeira também estaria em sério risco! Como sabem, além do namorado bundão geralmente bancar um monte de mimos pra namoradinha, tem o agravante dela possivelmente estar desempregada. Muito bem, acha q ela não usaria do charme natural da mulher para convencer o bobão para dar mais dinheiro a ela? Sabe como é, só a pensão daquele cafajeste imundo (que estranhamente ela abriu as pernas no passado…) que é o pai do filho dela não dá pra nada, e ela faz aquele sexo tão bom e cheio de paixão contigo, e até mesmo o EAA (Esporrada Alheia Ambulante, o filho dela no caso) é tão legal com vc, te chama até de titio já… Oh, como vc seria tão sem coração pra não dar alguma coisinha pra eles?

Lembrei até desse artigo aqui do Tom Leikis na hora (se não leram ainda vão ler. É um dos melhores dele, na minha opinião): http://canal.bufalo.info/2012/02/as-regras-de-tom-leykis-ciumes-eu-tenho-e-pena-do-coitado/

Depois deste exame de consciência, me vi diante de dois conceitos:

1 – Ficar bravinho porque viu tua ex ou candidata a foda com outro cara é uma das coisas mais estúpidas do mundo. Entendo o cara que fica louco da vida porque perdeu boa parte dos seus bens ou o contato com os filhos depois de uma separação, mas ficar boladinho por causa de um bagulho tão simples quanto perder uma foda? Porra, por acaso depois q você come uma puta você fica com ciuminhos porque logo depois outro cliente apareceu pra comer ela? Claro que não, cacete! E se ficar tem mais é que tomar uns tapas na cara pra ver se deixa de ser fresco!

É a mesma mentalidade que voê deve ter em relação a ex e candidatas a foda. Mais uma da lista. Nada mais, nada menos. Tão difícil enxergar as coisas assim?

2 – É necessário que você sempre mantenha a racionalidade acima de suas emoções. É necessário que as vezes você mande a real em si mesmo. E por fim, é necessário que você sempre tenha a humildade de reconhecer que é falível. Você pode ser o pica das galáxias hoje, mas por causa de algum vacilozinho que você der, você pode botar tudo a perder.

Não é sempre que você pode contar com a galera dos fóruns ou algum blog ou material da real para te dar aquela chacoalhada necessária. Vejo que muitas dúvidas que surgem nos fóruns e grupos não existiriam se o cara parasse pra pensar e começasse a usar a “visão além do alcance” que só a real pode lhe dar com o tempo.

Até peço para que façam este experimento: num dia que tiverem alguma coisa que lhes deixem com a pulga atrás da orelha, respire e para pra pensar um tempo, por si só. Aposto que não demorará muito para que as respostas comecem a surgir na sua cabeça e você note que aquele “dragão” na verdade era uma lagartixa.

Então camaradas, se um dia você ficar bolado com algo semelhante a isso aí, mande as emoções pra puta que pariu e comece a usar a sua visão além do alcance. Você verá que ao invés de ficar nervosinho com o cara ou com a ex-foda, você tem é que agradecê-los! Te livraram de uma puta roubada, cara!

Falando sério. Se eu encontrar esse cara na rua é capaz q eu o cumprimento e ainda o chamo pra tomar umas cervejas, por minha conta. Não sabe como é bom se ver livre de problemas! hahaha

Eu sei que ficou meio grande, mas o foco disso aqui nem era o relato em si, mas estes dois conceitos que vieram em minha mente e considerei interessante de compartilhar. Espero que sirva pra alguma coisa!

Então amigos, sempre mantenham afiadas e prontas pro combate as armas mais poderosa que qualquer um de vocês possa ter: a sua mente e sua racionalidade acima das emoções! Use sempre aquilo, que eu chamo de “Visão além do alcance” ou “poderes premonitórios da real” que só um estudo acurado da real e do mundo pode te dar,  para antecipar seus movimentos e evitar que você caia em roubadas!

15 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Andrezin

    Cadê a primeira parte do relato?

  2. Carlos

    Sabe a pior vingança que se pode fazer com um cara que pegou sua mulher?
    Deixar ela com ele!

  3. Hugo De Oliveira Angelo

    PUTZ!
    Caralho, quase me aconteceu a mesma coisa hoje mesmo.
    Tinha uma mina que eu tava comendo que apareceu hoje no facebook com o status de namorando. A mina nem é “oh grande coisa”, mas como foi ela que se ofereceu pra ficar comigo, pela net, e eu não tava fazendo nada….. passei-lhe o rodo mesmo. Não sei nem se ela é tão putona assim, nem procurei saber, não iria ter nada demais com ela, fiquei apenas cozinhando pra comer de vez em quando mesmo. Não tinhamos nenhum tipo de relacionamento, apenas saímos uma vez pra beber, e a levei pra minha casa, mas deu merda pq minha mãe tava acordada e depois fomos pra um motel mesmo.
    Mas daí a mina posta uma para no face, e em seguida eu comentei, logo ela veio falando que o que ela postou não era pra mim, e era pro namorado dela. Na hora fiquei sem ação, não sabia que ela tava namorando. Apenas falei “foi mal”, não sabia…… daí ela ainda postou o link do facebook do namorado. Gargalhei no pc…. acho que ela pensou mesmo que eu estava me importando. Em seguida, eu apenas disse “boa sorte” e mais nada….
    Na hora fiquei mesmo bolado…… a mina fodia bem…. é sempre ruim perder uma foda… logo em pouco tempo eu comecei a pensar um pouco mais, e FODA-SE….. tem mulher pra caralho nesse porra. Sem querer me gabar, mas fora o tempo que eu estava no quartel (Fardas enlouquecem mulheres, FATO!), esse foi o ano que eu mais comi mulher, e ainda to comendo umas 3 ou 4.
    Tenho pouco tempo pra lidar com essas muié toda, daí acabo nem dando conta.

    Mas aí vendo denovo, vi que a puta me excluiu do facebook e ainda postou inditeras, como se eu ligasse. E o pior, o cara é o maior manginão do caralho, ta namorando a uns 2 dias e já postou fotos deles juntos, mudou status, mudou foto de perfil e de capa pra foto deles agarradinhos, comecei a rir.
    Bom, ela está realmente com o cara que ela queria, um manginão babacão que provavelmente só vai come-la, como eu fiz.

  4. Marlon

    olá pessoal tudo bem
    sou novo aqui no blog e tenho acompanhado há algum tempo e vi neste relato no inicio sobre o encontro da real e gostaria de participar desses encontros .

    valew

  5. BetoGunner

    CARA ONTEM MESMO,vi a foto de uma mina que eu ficava,e tá namorando,eu não sabia e tomei esse surto,fiquei um pouco mau,mas depois pensei,ela era chata,achava que a opinião dela a verdade absoluta,se atrasava em tudo pra c. nem ai pra ninguem,ai repensei,perai,foda-se os dois,se tivesse com ela minha vida com certeza absoluta,não seria a maravilha que é agora,e pior ainda,não teria conhecido a real. Esse post é sensacional,valeu.

  6. Andre669

    Isso que você sentiu foi o teu instinto de territorialismo,ja me peguei as vezes puto por causa de ex putinha..realmente é foda praticar o desapego,mas com o passar do tempo vamos aprendendo e começamos a caminhar com nossas próprias pernas ! ótimo texto !

  7. Perseu

    Muito bom!

  8. Alagacone

    Um dos melhores posts na minha opinião!(2)
    Esse tipo de atitude deve ser internalizada sempre! Esse post pode gerar ainda um guia para servir de roteiro para aqueles que são tentados a voltar para a matrix.
    E essas tentações ocorrrem todo dia! Todo cuidado é pouco!
    Ótimo post!

  9. Renato

    Isso é normal,depois de algum tempo temos o costume de romantizar esses fatos passados,nosso cérebro age assim,depois que nós analisamos o passado vemos que não era nada assim,percebemos um montão de defeitos que que tínhamos esquecido.

    Eu mesmo encontrei uma ex no facebook,está casada e com filho,fiquei mais ou menos igual você ficou,mas depois olhei bem e disse :
    “-nossa!que bucho ela ficou,está feia,bunda caída,e ela sempre foi chata pra cacete,interesseira,se eu estivesse no lugar desse cara estaria é lascado”

    E detalhe que a desgraça é apegada a mamãe (chatinha pra cacete) e ainda mora com ela com filho e tudo….imagina??
    Me livrei de uma boa,isso sim…

  10. INTERESSADO

    Brilhante. O foda é que uma mulher mais velha ainda me dá muito tesão. Até mais que uma novinha. É a tal experiência da vadia e o tesão pré-menopausa. E quando juntam os dois e cruzam as pernas então…Fudeu !!! Aquelas mulheres beirando os quarenta mas enxutas, saradas cabelos compridos cacheados e pele morena. Me dá uma vontade de passar a língua naquelas pernas lisas e depiladas só para ouvir ela gemer no meu ouvido e lamber ele inteiro. Me implorando para meter naquela buceta molhada…Fudeu maluco vou pra zona agora mesmo. Vão tomar no cú!!! Tô de pau duro aqui caralho!!!

  11. andre-desbravador

    ja a conteceu e pode acontecer comigo de novo, afinal anos e anos de mangina, não s e acaba assim tão facil sempre a vestigios d e manginisse a ser dstrossado.

  12. Satirus

    Passei por situação semelhante e te digo que os poderes que a Real te dá são a chave que destrava as portas nas quais qualquer matrixiano se enfia e se perde. É preciso meter mesmo a Real em sim mesmo porque, cmo diz o artigo, nem sempre haverá um guerreiro para te alertar de uma roubada em tempo real.

  13. E92

    Um dos melhores posts na minha opinião!
    É sempre bom tomar cuidado com agente mesmo, pra uma lagartixa não virar um dragão…
    e sempre tomar cuidado com nossas emoções, porque temos sentimentos ( e é com isso que elas contam, brincam e manipulam ).
    A experiência do Barão com certeza vai servir de lição pra muita gente!

  14. Neguito

    venho fazendo isso á tempos. prevejo até o movimento dos outros.

  15. Mateus

    Muito boa kkkk as vezes o sentimento ruim é pq vc é um competidor e não gosta de perder.. mas bora levanta poeira e dá a volta por cima..

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: