Caras legais e os perigos da ovulação

 
 

por Lyn87, do The-Spearhead.com

Normalmente eu não presto muita atenção – ou dou muito crédito – as últimas “descobertas” dessas pseudociências, mas esta aqui chamou minha atenção. Aparentemente, temos mais um estudo psicológico que confirma o que a maioria da humanidade já suspeitava: caras legais tem que ficarem espertos.

O estudo foi conduzido por Martie Haselton, um professor de psicologia e estudos de comunicação da UCLA, e pela estudante de doutorado Christina Larson. Dado que o clima feminizado da UCLA não permitiria qualquer viés anti-feminino, então quando temos estes dois admitindo que as prioridades femininas no quesito sexual podem variar muito durante seu ciclo de ovulação, dá pra saber que temos algo bom aqui.

A essência do estudo é que as mulheres preferem homens estáveis na maioria do tempo para terem relacionamentos duradoruros, mas quando elas alcançam seu período mais fértil elas ficam mais insatisfeitas com tais homens e passam a preferir homens mais “sexys”.

Isto não surpreende ninguém que está acostumado com este assunto como nós, e isto aí nada mais é que a versão de curto prazo das tradicionais mulheres modernas e seus hábitos amorosos: indo atrás dos machos alfa “sexys” quando estiver nova e bonita, e sossegar com algum beta legalzinho que irá te prover quando a sua fertilidade decair.

Uma coisa é ver tantas mulheres jovens agindo como feras – agora que removemos a estabilidade que o patriarcado costumava prover para a família e a sociedade, nós criamos duas gerações de mulheres que podem ser consideradas imprestáveis para relacionamento sério, como temos nesses últimos 50 anos.

Mas outra coisa é quando algum homem que não sabe disto se casa com uma dessas criaturas nos dias de hoje.

Não se preocupem, diriam nossos intrépidos “experts”. Sua preferência por homens “sexys” durante seu pico de fertilidade mensal não siginifica que ela irá abandonar o relacionamento com você. Eles nos garantem que o “… “Sr Estável” não precisa se preocupar tanto assim com as aparentes emoções negativas durante a ovulação, elas parecem que não afetam o compromisso com um relacionamento duradouro.”

Viu? Não há que se preocupar. Ela pode dar pro baixista da banda quando ela ovular, mas ela irá voltar aos seus braços assim que seus níveis hormonais se estabilizarem. Não é lindo?

Resumindo, se você é visto como um provedor, a mulher que consome os seus recursos ficará numa boa contigo durante 3 semanas por mês. O problema é que é provável que ela venha a te trair com algum “bad boy” precisamente quando ela está mais apta a engravidar. Também não há o que se preocupar: ela ainda o quer (ou pelos menos os seus recursos) para poder sustentar seu novo filho.

Só que o filho não é seu.

Os pesquisadores pagam seu pedágio a pseudo ciência da psicologia evolutiva com esta citação, “na arena da reprodução humana, as mulheres provavelmente evoluiram seus desejos para preferir homens que podem ser tanto bons provedores quanto portadores de bons genes,” Haselton afirma. “O problema é que temos um número limitado de parceiros potenciais que são bons em ambos os campos. Então muitas mulheres tem que fazer escolhas.”

Escolha? Acho difícil. A destruição da estrutura familiar normal criou as condições que dão a essas mulheres selvagens de hoje tudo o que elas querem: o material genético de um homem “sexy” e os recursos de um homem estável.

Se até mesmo o Departamento de Psicologia da UCLA tem que admitir que as mulheres tem uma propensão natural de fazer caras legais de otário, eu não consigo compreender como ainda é algo aceitável colocar o nome de um homem na certidão de nascimento de uma criança sem ter um exame de DNA para confirmar se este filho é dele mesmo.

fonte: http://www.the-spearhead.com/2012/10/28/nice-guys-and-the-perils-of-ovulation/



 

Deixe uma resposta

 

Leave a reply

 
  1. Herculano says:

    01/07/2014 at 12:07

    Me desculpem, mas nem continuei a ler quando vi “pseudociência”. Só porque o autor não acredita não deve desmerecer uma pesquisa.

  2. michel says:

    08/02/2013 at 19:47

    pra ser sincero, “caras legais” e “bad boys” é na verdade “caras fracos” e ” caras fortes” eu não sei porque da generalização, essa definição é mal interpretada por todos, homens “alphas” são bons tanto na “sedução” tanto “criação” do filho, acontece que esses “alphas” demoram pra ficarem “betas”, dai, elas já decaída fisicamente,optam por betas, que por não terem escolhas, acabam tendo que dar valor a unica que conseguiu. É como sempre digo: comece tendo caso com feias até que o seu nível de sedução esteja apto pra obter as alphas,não haja por sentimento, por que não somos sentimentais, e sim sexuais, sentimentalismo é um mito usado por betas (mulheres ou homens) como “desculpa” por não terem um alpha ao seu lado.

  3. andre-desbravador says:

    10/30/2012 at 20:00

    e ai tem algum romantico ai que ainda quer encontrar a mulé perfeita, esse post acaba com o mito d e mulé dificil mulé é dificl para betas, comum, quando tu fica la inflando o ego da moderninha e ela fica fazendo cu doce pra ti, pode ter certeza que aum cafa fodão destacado que ta metendo a piroca ate no buraco do ouvido dela..
    volto a forçar a minha filosofia da real:
    1. não procure compromisso serio, encare moderninhas apenas como uma buceta de perna
    2. se preocupe apenas contigo mesmo, busque o melhor pra tu mesmo, dinheiro, saude, etc.
    ou tu queres ser o provedorsinho fofinho que vai s e matar de trabaia para bancar a senhora buceta do zodiaco.

  4. Julio says:

    10/30/2012 at 14:22

    Como eu sempre digo… as mulheres veem os homens 3 tipos: reprodutores (alfa natural), provedores (alfa artificial = beta com dinheiro) e nenhum dos itens anteriores (miguxo).

  5. E92 says:

    10/30/2012 at 14:04

    Esse post fica para os capitães salva puta…
    Engraçado como tudo na mulher é problema hormonal, ela pode fazer tudo porque houve oscilação nos seus níveis hormonais… Sociedade hipócrita, imunda.
    Mal caratismo existe tanto em mulheres quanto em homem, o problema é que nas mulheres ele é incentivado por essa sociedade imunda…
    e tem alta produtividade, como uma plantação de erva daninha, impede que arvores com frutos bons se estabeleça ali.

  6. Renato says:

    10/30/2012 at 13:23

    Eu já tinha visto essa pesquisa,da mesma forma que separamos vadias e vagabundas para comer e mulheres mais sérias para casar as mulheres separam os homens que são para casar,serem provedores,e os que são para fuder.
    Quase sempre ela não pode juntar os dois,mas pode ter o melhor de dois mundos,um bobão apaixonado estável e ocasionalmente dar para um Cafajeste com cara de mal,e se engravidar é só botar na conta no burro de carga provedor

    Afinal pai é quem cria não é?? ahahahahahahahahahahaha como sou bandido

Switch to desktop version
%d blogueiros gostam disto: