«

»

out 24 2012

A Real sobre ”Casar pra não ficar sozinho”

D.Conservador, do Mundo Realista

Quantos de vocês já ouviram falar de pessoas que casam por medo de ficarem sozinhas na velhice? Existem muitos casos de casamentos visando o objetivo de ter ”alguém” pra fazer companhia pra quando ficar velho.

Encarar o casamento como uma espécie de previdência social e impor esse tipo de obrigação a seus filhos pode ser um erro fatal que você venha a cometer.

Eu acredito que o objetivo do casamento é : formar uma família honrada e criar seus filhos dentro dessa unidade familiar, para que tenham amparo e não cresçam cheios de complexos (uma família desestruturada pode ser algo traumático, na maioria das vezes).

Vou dar minha opinião a respeito do erro de tratar o casamento como previdência e achar que ele é seu seguro-solidão. Vamos lá :

1) ASILOS NÃO SÃO FORMADOS EXCLUSIVAMENTE POR SOLTEIRÕES CONVICTOS.

Aquele grupo de velhinhos que vivem em asilos não são pessoas que viveram como solteiras e agora, como estão velhas, precisam de alguém pra cuidar delas.

Pelo contrário, muitos velhos ali estão por estarem abandonados por seus filhos ou estão viúvos e os filhos não os visitam. Pra não ficarem SOZINHOS, vão se juntar a um grupo de velhos pra ter com quem conversar.

Visitem asilos e conversem com os velhos lá presentes pra ver se ali tem ex-baladeiros, ex-solteirões, ex-vida lokas. Vocês perceberão que a maioria ali tinha esposa e até tem filhos. Esse é um dos motivos que mostram que encarar o casamento como seguro-solidão é roubada.

2) QUEM GARANTE QUE VOCÊ VAI MORRER PRIMEIRO QUE SUA ESPOSA?

É uma das reais mais fortes que corroboram minha teoria. Se você casa pra não ficar sozinho e sua esposa morre, então você casou em vão.

A morte é a única certeza dessa vida e quando ela vai ocorrer é que é a maior das incertezas. Logo casar por medo de ficar sozinho é presumir que você morrerá primeiro, e o casamento como previdência lhe poupou da solidão ( só não poupou sua esposa)

3) FILHO NÃO É PREVIDÊNCIA SOCIAL pra lhe dar seguro-solidão.

Ai existe a probabilidade de 50%. Seu filho pode sumir ou não. Cada filho tem sua própria maneira de ser e existe a possibilidade real de eles nem te visitarem ( como acontece com alguns velhos no asilo) ou eles até podem te tratar com zelo e lhe visitarem.

Ainda assim, serão visitas esporádicas e até raras. POR QUE?

Seus filhos, quando adultos, terão suas próprias vidas , trabalhos e compromissos. Pouco tempo restará pra que eles fiquem com você. O tempo em que ficará na companhia do pai pode ser praticamente irrisório comparado ao tempo em que o filho gastará com esposa, trabalho e seus filhos (netos)

CONCLUSÃO

Casamento por medo de solidão é análise unilateral dos fatos. É deixar de levar em consideração a sua esposa que pode morrer primeiro e seus filhos que podem lhe abandonar. E isso não é uma possibilidade descartada.

Isso pode acontecer com qualquer um. E quanto ao medo de ficar sozinho na velhice?

Minha opinião é que no final, o idoso acaba ficando sozinho de qualquer maneira. Ele fica viúvo e os filhos não podem ficar com ele em tempo integral, no máximo 20% do tempo. Afinal, os netos precisam estudar, seus filhos precisam fazer uma jornada de trabalho lono pra sustentar seus filhos(netos). E o idoso, aposentado, acaba tendo pouca coisa pra fazer.

Portanto, confrades, encarem o casamento como uma unidade familiar onde criará filhos honrados mas nunca casem pra não ficarem sozinhos. Pode ser decepcionante no final, dar a esposa e filhos o encargo de previdência social. Pode ser que as coisas não saiam conforme o planejado.

fonte: http://mundorealista.com/forum/viewtopic.php?f=14&t=7504

Comentário do Barão: Um filme que exemplifica bem o que o artigo quer dizer é o filme Gran Torino, do Clint Eastwood. Ali, o protagonista era casado e tinha filhos, mas depois que sua esposa faleceu ele praticamente foi deixado de lado, só se mantendo com companhia porque ele começou a fazer amizade com os novos vizinhos dele.

Outra coisa que gostaria de citar é que nem sempre o cara que passa a vida solteiro vai terminar seus dias sem ninguém por perto. Eu tinha um parente da Bahia que morreu com uns 90 anos e nunca se casou. Vivia dizendo que não ia se casar com essas “oportunistas” que dilapidariam o patrimônio dele (ele falando isso a uns 60 anos atrás!!!). Na velhice ele não ficou abandonado porque além de ser muito ativo (ele era médico), os parentes viviam próximos a ele, então raramente ele ficava sem ninguém por perto.  Não sei no quesito mulher como ele se saia, mas como membro destacado da sociedade local, duvido que ele não comia umas gatinhas quando novo hehe

Ele por fim acabou desenvolvendo um câncer e faleceu. Mas nem por isso ele foi abandonado, já que ele contratou uma moça da região para ir cuidando dele nesses últimos dias. Como ele era um homem de posses e a moça o tratava muito bem, ele até a “adotou” como filha e deixou um pequeno terreno para ela como herança. Como não tinha filhos, o restante das posses foram divididos entre seus vários sobrinhos, o que acabou gerando uma briga dos infernos…

Então duas coisas que eu aprendi deste meu parente, caso se queira seguir esta vida de solteiro:a

1 – Cuide de preparar o seu “pé de meia” pro futuro. Invista pesado em seu desenvolvimento pessoal e jamais negligencie sua saúde. Assim, quando ficar velho além de dificilmente sofrer de alguma doença que te deixe inválido na cama (a não ser que tenha alguma doença genética), caso tenha algum problema que te impossibilite de viver sua vida normalmente suas reservas poderão ajudar muito para te pagar um tratamento digno quando chegar a sua hora.

2 – Se possível, arrume um filho. Sim, além de deixar o seus genes no mundo, você terá alguém para passar seus valores e continuar o seu legado quando partir desta para a melhor. É algo que vale a pena considerar. Quanto a maneira de ter filhos, com cabeça fria dificilmente você terá problemas para arrumar 1 ou 2 filhos, seja com alguma mulher que você se relacione, seja por barriga de aluguel.

É isso senhores. O homem seguro vale por dois. Comece desde agora a avaliar suas alternativas de futuro.

12 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Andre navarro

    Casamento para nao ficar “sozinho” é a famosa FALACIA “ad passiones” e o argumento que apela a Emoção.

    simples

  2. Leo Philalethes

    Cara, eu estou escrevendo um texto refutando os relacionamentos liberais e me vi obrigado a pesquisar no livro “A Cama na Varanda” (uma desgraça, mostra o quanto as mulheres são imorais!). Me deparei com esse relato aqui:

    “Eu nunca consegui que um relacionamento meu durasse mais de um
    ano e meio. Sempre me senti uma incompetente por isso, principalmente
    depois que conheci meus vizinhos: dona Margarida e seu Raimundo.
    Eles eram umas gracinhas. Tão unidos e se amando tanto! E já estavam
    casados há mais de 50 anos! Cada vez que subia com eles no elevador, eu
    ficava arrasada. Imaginava ter algum problema grave porque aquele casal
    era o testemunho da minha incompetência. Um dia meu telefone ficou
    mudo e precisei ir à casa deles para telefonar. Quando a empregada abriu
    a porta, parei perplexa. Eles estavam no sofá assistindo à televisão, de
    mãos dadas. Essa noite tive de tomar um Lexotan para dormir. Eu estava
    me relacionando com um homem há 11 meses e já vinha questionando o
    termino dessa relação. Uns três meses depois, o porteiro me avisou da
    morte do seu Raimundo. Fiquei sem saber o que fazer. Precisava fazer
    uma visita de pêsames a dona Margarida, mas imaginava sua dor, seu
    desespero. Como ia conseguir viver sem seu grande amor? Tomei
    coragem e fui. Cheguei dizendo logo que imaginava como sua dor era
    indescritível e tentei algumas frases de consolo. Mas a reação dela me
    deixou atônita. Com tranqüilidade, virou-se para mim e disse: ‘Que nada,
    minha filha, na verdade foi um grande alívio. Eu já não agüentava mais.
    Ele era um chato. Nada estava bom. Já tive dia de fazer o arroz três
    vezes! Além disso, não fazia nada sozinho. Me acordava a noite toda sem
    necessidade. Era incapaz de buscar um copo d’água’. Perplexa, ainda
    tentei argumentar: ‘Mas, dona Margarida, estive aqui outro dia e
    encontrei vocês no sofá de mãos dadas!’ E, então, ouvi sua resposta, que
    encerrava definitivamente o assunto: ‘Isso era só um cacoete.'”

  3. adelio

    O que tens a fazer é cuidar o possível da saúde, fazer seu pé de meia, comer adequadamente, fazer exercícios físicos, cultivar boas relações de amizade, com qualidade e não quantidade. Casamento hj não tem como mais…tire isso da sua cabeça!!

    Para ter filhos hj em dia precisa de um pai ponta firme e tb uma mãe ponta firme. Como hj é utopia encontrar uma mãe de verdade…nem pense em colocar um filho no mundo para ele sofrer.

  4. adélio

    É meio relativo essa coisa de se vc tiver dinheiro na velhice, vc estará protegido. O negócio é rezar a Deus, pedir para que vc seja são na velhice, pois o que tem de velhinho lesado por aí, jogado em asilo, com dinheiro, mas dormindo pelado, passando frio e fome, enquanto que os enfermeiros(as) rateiam sua aposentadoria…

  5. Don Corleone

    Vejam a incoerência das mulheres e principalmente as feministas talibãs. Andei vasculhando a internet e descobri que as mulheres andam nervosas com uma parcela de homens que tão surgindo. Que coisa não? quando elas deitam e rolam em cima dos homens tá tudo bem mas no momento que os homens deixam de ser trouxas elas se escandalizam. Elas podem ensinar todo tipo de artimanha para ludibriar e fisgar o homem (vide revistas femininas) mas no momento que veem homens realistas a casa cai. Elas vivem com toda sorte de auxílios (jurídicos, médicos e tudo o mais que se possa imaginar) e nós homens ahhhh, nós somos os brutos que criaram o mundo e tudo que existe nele para que elas aproveitassem e jogassem contra nós uma discriminação jamais vista em toda a história. Como elas são seres angelicais, incapazes de fazer mal, seres humanos perfeitos que são vítimas dos homens. Infelizmente a maioria das mulheres foi doutrinada por essa ideologia perversa chamada feminismo. As feministas talibãs são doentes, seria um caso até de internação para analisar suas mentes. Continuemos em busca da real igualdade e denunciando essa ideologia hipócrita chamada feminismo

    1. andre-desbravador

      cara…. o q ue sustenta essa merda toda são os manginas, manginas politicos, manginas ocupando importantes cargos na sociedade e por ai vai, é so a real cair como uma epidemia no universo masculino e essa porcaria toda d e mulé fodona vai por esgoto a baixo.

    2. Tenchin

      Gostei do comentário Dom, é isso aí. Se 30% dos homens do Brasil cair na Real, agente lasca com esse sistema feminazista e influencia o resto da América Latina. Na proporção de 4 homens masculinistas no meio de 15 feminista é o suficiente para acabar com os argumentos delas. Eu já comprovei isso. Sozinho contra 12, além dos homens manginas como era lá onde trabalhava que é foda. Força na Real!

      1. BetoGunner

        Eu me perco ainda em muitas situações,espero que lendo e relendo tudo que existe nesse blog e nos outros,consiga ser um metedor da real,e ajudar a acabar com essa papagaiadas que temos que ver todo o santo dia.

  6. Renato

    Muito boa a matéria,tem muito idoso ai achando que filho e neto tem obrigação de lhe paparicar o tempo todo (minha avó era assim),você cria os filhos para levar seus valores e para eles viverem independente e para o mundo,é sua obrigação de pai/mãe fazer isso.

    Tem muito idoso que não quer mais ficar com sua mulher e fica em cima dos filhos e dos netos,é chato pra cacete,não tem nada mais chato que um idoso carente se fazendo de vítima.

    Seja independente,não dependa no futuro de filhos e netos,não seja um fardo para eles,fazendo isso você dá um bom exemplo a filhos e netos,guarde e invista dinheiro e ensine seus netos e filhos a fazer o mesmo,assim ninguém precisa ser jogado em asilos por aí.

    E casar para “não ficar sozinho” é o PIOR motivo que você possa ter para se casar.

  7. andre-desbravador

    geralmente casamento moderno esta fadado ao fracasso e quanto mais vc conhece a real, mas vc corre de relacionamento com mule moderna, afinal com conhecedor d a real que ira casar ou namorar uma mae solteira, uma rodada.

  8. Rafael

    O fato dela morrer primeiro é o menor dos problemas, hoje em dia casamentos mal duram 2 anos, e são cheios de intrigas, traições, casos extra-conjugais. A não ser que você e sua esposa sejam ambos idosos, é muito difícil imaginar um casamento que não acabe sendo rompido por motivos fúteis.
    O fato de você viver até a velhice com sua esposa, e ela morrer pouco antes de você é um quadro até idealizado do casamento moderno!

  9. Julio

    “Casar para não ficar sozinho” = não interessa teu estilo de vida até agora, no final das contas tu tens que terminar pagando conta de uma mulher.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: