«

»

ago 02 2012

O marriage strike anglo americano

Não deixem de ouvir a Décima edição do Jornal da Real!

Mesmo estudando o caso anglo americano, o artigo de hoje toca em alguns pontos que atingem o Ocidente como um todo. E como o Brasil dá um jeitinho de copiar tudo quanto é lixo que vem dos EUA, não tardará que grande parte desses pontos levantados seja uma praga por aqui também. Fiquem de olho!

por Rookh Kshatriya

O Marriage Strike (NT: greve de Casamento, em inglês) está se tornando um conceito chave no Movimento pelo Direito dos Homens anglo americano. Alguns fatores contribuem para se evitar o casamento incluem:

1 – Muitas pessoas no Ocidente cresceram em famílias separadas. Consequentemente, eles não tem nenhum modelo mental positivo do casamento. Muitos dos homens ocidentais já aprenderam a não confiar em mulheres desde pequenos ao observarem o que seu pais passaram.

2 – Parte disto é um problema anglo saxão. Já que esta cultura é em essência puritana, as mulheres anglo americanas cresceram com um senso de merecimento descabido, já que elas são “donas” do sexo em uma cultura que ela é uma mercadoria evasiva.

3 – Por causa do 2º ponto, as mulheres anglo americanas são tipicamente rudes, abusivas e dotadas com um exagerado senso de merecimento. Os homens tem que evitar isto o quanto possível – por isto o Marriage Strike.

4 – A revolução da internet abriu um mundo de alternativas ao casamento no Ocidente – casas de swing, prostituição, noivas estrangeiras, e muito mais. Homens nem precisam mais se casar.

5 – Mulheres tem direitos em dobro e muitos privilégios, já que o movimento feminista é um movimento que só cresce. Isto é o núcleo do problema do divórcio para o homem – a lei está parada em 1958, ainda retratando mulheres como donzelas indefesas e homens como ogros. E elas ganharam mais e mais privilégios desde então.

6 – Estilos de vida concorrentes – ser gay agora é aceitável. caras que no passado reprimiriam sua sexualidade hoje já “saem do armário” – ser gay é algo muito legal para a mídia.

7 – Mulheres consideram seu direito ainda manter expectativas arcaicas, como o homem ser o provedor da casa. Isto é biológico e praticamente impossível de ser mudaddo. É por isso que erroneamente elas vêem uma “falta” de homens solteiros.

Então, o jogo começou: a mulher anglo americana tem direitos dobrados e muitos privilégios, oportunidades e facilidades, tudo isso menos as responsabilidades – mas agora, todos sabem disto. Somente homens anglo americanos com baixos salários e inteligência (ou seja, não tem nada a perder) ainda se casam. Num futuro próximo, a classe média anglo americana será substituida por uma nova elite sino-caucasiana; os anglo saxões se tornaram numa classe baixa na anglosfera ocidental. A ginofilia anglo americana destruiu a cultura anglo americana: a hegemonia do mundo anglo americano acabou.

Na verdade, a anglosfera já é muito feminina para competir com o Oriente masculino. De uma perspectiva biológica, o estoque de homens na China e Índia os levará para culturas altamente competitivas e inovadoras: homens em culturas com um excesso de homens tem que triunfar para obter sucesso reprodutivo. E como sabemos, homens podem mover montanhas, dada a motivação certa.

Em contraste, o Ocidente em geral e na anglosfera em particular foi tomado por valores femininos e feministas que desvalorizam a originalidade e o dinamismo masculino – é só ver o sistema educacional, degradado em uma papinha politicamente correta para as massas; onde estudos femininos tem mais status que a engenharia. Isto também explica porque o ocidente está mais “poroso” – porque, por exemplo, Jihadistas indigestos entram na Europa, se recusam a se aculturar, exploram o sistema de bem estar social e finalmente responde a tudo isso com o terrorismo. É difícil considerar qualquer coisa que acontece hoje no ocidente com uma perspectiva sócio politica mais masculina: afinal, o instinto primário de um homem é manter seu território. Por exemplo, a Inglaterra Vitoriana aceitou a imigração em massa sem nenhuma consessão cultural aos imigrantes – nenhuma. O mesmo está acontecendo nos EUA recentemente.

Estamos entrando em uma época interessante, com a degradação do ambiente em breve desestabilizando grandes partes do globo e provavelmente fazendo com que milhões percam suas casas e com elas toda a estrutura tecnológica industrial ali presente, isto irá atingir em cheio a hegemonia ocidental. Dados os valores ginocráticos da anglosfera, a habilidade de contornar estes desatres e emergir dele com certa tranqulidade será massivamente prejudicada. A porosidade ginocrática, a falta de vitalidade e a confiança nos sentimentos que caracteriza o ocidente atual é a pior filosofia possível que pode ser usada para sobreviver a tempestade que está por vir.

fonte: http://kshatriya-anglobitch.blogspot.com.br/2008/10/anglo-american-marriage-strike.html

12 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. trolha

    obrigado meus confrades, toda vez que leio esse texto lembro que eu nao estou so nessa luta. pois sou muito criticado e precionado pela sociedade porque tenho mais de 30 anos e ainda nao casei, e claro por motivos obvios, nao casei porque nao quero mas sim porque namorei com mulheres imprestaveis para casamento

  2. Crisalino

    Foquem nos estudos e no trabalho. Curtam a vida e valorizem a família (pai, mãe, irmão, irmã, filho, filha). Enriqueçam e sejam influentes na sociedade moderna. Esqueçam a ideia de casamento, porque até mesmo as puras se corrompem convivendo com as vadias.

    Ensinem seus filhos (em especial, a gurizada) a lhe dar com isso. È questão de sobrevivência mental e financeira deles, coisa que essas mulheres de hoje em dia são capazes de aniquilar facil, facil.

    Mulher hoje não trai mais por problemas no casamento. Trai porque precisa relembrar a promiscuidade dela ou apenas por desejo de rodar com Cafa.

    Se é assim, perfeito. Liberdade de uma termina quando a do outro começa.

    E a do outro, no caso, é de não constituir matrimônio com esse tipo de gente.

  3. Rickd

    Morei nos EUA. Isso é mais nas cidades grandes. Se você vir pro interior, principalmente Alabama e Virginia essas vagabundas são chutadas pelo cherife do condado na primeira besteira que disserem.

  4. Renato

    É simples :

    “Se” a mulher quando jovem é bonita,não é muito pobre,e gostosinha o que ela faz? ela perde seus melhores anos (15-25 anos por aí) com os cafajestes,cara bombadão,playboys e etc…são comidas por eles e depois chutadas,e cagam e andam para nós pobres mortais medianos que não temos nada a oferecer (nem corpo sarado,nem dinheiro e nem nada)

    Depois lá pelos 25-30 anos ela vê que os caras que antes a comiam não querem vê-las mais nem pintadas de ouro,ou estão pegando mulher bem mais gostosa e jovem ou se casaram com um fêmea muito superior a elas,em todos os sentidos.

    E agora a atenção delas vai para quem??Para nós medianos e trabalhadores que elas tem profundo nojo,mas que como foram desprezados a vida toda por mulheres em geral elas “acham” agora que o que “elas derem a eles” será o suficiente para eles se sentirem eternamente gratos.
    Elas dão no mínimo de 5 a 10% de carinho,sexo,atenção e etc que elas davam aos cafas….e o besta acha que faz um grande negócio.

    Mas não faz,elas serão eternamente insatisfeitas e culparão quem?? quem??

    VOCÊ E EU.

    Por isso eu digo,NÃO CASEM,hoje é um péssimo negócio.

    Mas infelizmente tem muito homem bobo ai e carente,que vai casar “porque tá na hora” ou “para virar homem e assumir um compromisso”…e com isso que muitas mulheres rodadas depois dos 30 contam para arranjar um tonto para casar e pagar contas.

  5. andre- desbravador

    cara que baranga véio ja deu pra ver que d aqui uns tempos, ate barangas vão querer alfas e destacados, eu prefiro morrer na punheta do q ue enrolar com uma coisa feia de 42 anos e mãe solteira que nojo, o cara é mediano comum como amaioria esmagadora dos homens, putz coitado mas merecer um canhão desse nem os manginas dos manginas merece.

  6. UM BARBARO

    Pessoalmente sou partidário do Marriage Strike! As mulheres de hj não valem a pena e se você encontra uma mulher mais, digamos,”puritana”, mais “pura” …vou pegar pesado uma “virgem” é capaz mesmo assim de tu ainda passar arrego. Pois o ambiente tóxico ao lado das amigas sempre vai ter mais influência do que o maridão.

    E Corre um sério risco desse homem levar chifres por que sua esposa nunca “aproveitou a vida”, diga-se, rolou no caralho de um cafa, promotor de emoções, antes!

    A vida é curta e é preciso aproveitar, é o que elas dizem neste caso né?

    No meu caso estou a um bom tempo sem namorada. Não me faz falta ter que aguentar aquele mimimi! Se quer mulher procure uma puta! Simples e barato!

    Alguns dizem assim: “você vai ficar velho, envelhecer sozinho, não vai ter ninguém para ficar com você na velhice”. Tolice! Com os recursos da medicina orto-molecular a perspectiva de vida do homem aumentou e muito. Melhor só que muito mal acompanhado!

    A perspectiva político-social para américa e Brasil não é das melhores. Os EUA já adoptaram a política de aculturação (via imigração islãmica e afins)

    Logo, logo o filhinho do tio Sam aqui copia essa merda tb!

    Ademais, excelente post barão! um abraço!

    1. andre- desbravador

      barbaro, um cara solteiro conhecedor da real, concerteza numca ira casar e como tu falou com o avanço da medicina mais uma boa vida regrada de exercicios e uma boa alimentação meu amigo o homem vai chegar aos 70 anos dando conta d e fuder uma putinha d e 18 anos, agora o mangina casado esse sim vai morrer cedo pois ele não tera motivação para s e cuidar sera um provedor escravo vivendo só pra prover a mulé o lar e essa merda toda.

    2. Troglodita

      não coloco e nem tiro uma virgula do que você disse !

  7. andre "a bala do meu 3oitão não tem açucar"

    eu s empre tenho essa filosofia em pratica , não é o casamento em si que é uma merda, mas as mulé que são uma merda pra relacionamento, o esquema é foder e cai fora, infelismente tanta puta que naum ta nem ai , ainda tem varios pretendentes manginas para salva-las, em uma nova era que a buceta esta no topo vejo um presente e um futuro onde os destacados vão continuar passando a vara geral, e os mediano que descobriram a real terão uma vida psicologica, financeira, e fisiologica mais saudavel pois só serão provedores de si mesmo, tendo mais tempo pra cuidar de sua vida, do homem domado escravo ao homem livre assim como todos os machos do reino animal.

  8. Ivanovitch

    Eu não sabia como compartilhar com vcs, então postei aqui.

    Vejam essa droga, ninguém comentou como a mulher enganou o cara:

    http://br.noticias.yahoo.com/blogs/vi-na-internet/foto-giovana-antonelli-em-rede-social-faz-indiano-191127537.html

    1. Barãozin

      Isso é foda. Se fosse o contrário capaz q o malandrão q puxasse a indiana pro Brasil taria no xadrez agora…

    2. Jhon

      kkkkkk,cara isso é epico,cara nao se nem o que descrever sobre isso,fico sem ar com essa materia,a matrix dessa geração esta em um estagio inimaginavel.Barao o que vc comento é verdade,mas observa o que a “GATA”, “TOP DE REVISTA” de 41 anos comento:”que queria um príncipe árabe,alto,e RECLAMO QUE ELE ERA BAIXINHO”,ela tem um baita poder de seleção eim,pra exigir um cara árabe bilionário,tenho certeza que ele só não bateu,nela,pq vaca na india é sagrada. (modo ironico on).

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: