«

»

maio 08 2012

Se segure

por Chris in OR

Quando eu tinha uns 20 anos meus pais viviam me dizendo que se eu conseguisse chegar aos 30, eu seria livre. Eles estavam certos.

Mulheres, mesmo as mais atraentes, de alguma forma já não são tão atraentes quando o seu apetite sexual é mais moderado. A neblina dispersa, e você começa a notar coisas irritante e podres sobre as mulheres que você não notava quando estava cego pelo seu apetite sexual desmedido.

Você começa a notar imperfeições físicas que até mesmo as mais bonitas delas tem. As manchas. O uso exagerado de cosméticos. Coisas presas em seus dentes. Placa bacteriana. Buço. Tintura de cabelo não muito boa. Corte de cabelo ruim. Sobrancelhas grandes. Mau hálito. Aquela risada estúpida que te dá nos nervos. A falta de cultura dela. Porra. A lista só cresce a cada ano que passa, e sua paciência só diminui.

Em certo ponto da vida elas simplesmente começam a irritar só por sua mera presença.

Quando você chega aos 40, a situação é ridícula. Se vocês forem prestar atenção em alguma coisa que eu diga, que seja esta:

A satisfação que você tem ao pular fora de um encontro no último minuto com uma mulher bonita com mais de 35 anos faz com que toda a miséria que você passou nas mãos delas compense.

É garantido; eu nunca sofri realmente, já que sempre evitei isto, mas que se dane, eu tenho que aproveitar isto enquanto elas se jogam na minha frente.

Eu tirei uma folga do serviço um dia desses, e andei com minha Harley por aí. Só porque me deu vontade. Hoje, eu ando com ela por todas as montanhas que rodeiam Monte Santa Helena enquanto ele está coberto com neve. Uma maravilha. A maioria das rodovias estão interditadas por causa da nevasca. Então, eu vou indo até onde dá e me sento em algum lugar com vista panorâmica por uns 15 minutos enquanto vou conversando sobre motocicletas  com um policial da área. Ele veio comigo e vamos pra algum ponto onde ficamos olhando pro Monte Santa Helena e conversando sobre os cervos e alces que habitam aquela área. São memórias que duram para sempre. 15 minutos com um total estranho que fica permanentemente gravados na mente.  Tenho certeza que é muito melhor do do que passar o dia batendo perna em algum hipermercado carregando sacolas para aquela vadia gorda que você chama de esposa.

Eu chego em casa, vejo filmes, alguns episódios de um seriado que eu gosto e vou dormir. No outro dia vou no médico checar uns problemas de saúde. Mas nada disso me afeta em ser um homem livre.

fonte: http://mgtowsurvivalguide.blogspot.com.br/2011/02/hangin-on-by-chris-in-or.html

OBS: NÃO DEIXEM DE OUVIR O JORNAL DA REAL DESTA SEMANA:

http://canal.bufalo.info/2012/05/quarto-prototipo-do-jornal-da-real-no-ar/

4 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Realista

    Porra, enviei o lin errado. O link do texto do Predador é este:

    http://central-bufalo.blogspot.com.br/2011/11/relato-teste-de-desapego.html

    Seria possível corrigir?

  2. Realista

    O texto é bom, apenas tenho uma dúvida. O autor diz:

    “A satisfação que você tem ao pular fora de um encontro no último minuto com uma mulher bonita com mais de 35 anos faz com que toda a miséria que você passou nas mãos delas compense.”
    Mas por quê? Se for uma balzaca com mais de 35 anos feia, concordo que tem que pular do encontro. Mas se ela for bonita, pq pular fora do encontro? Só se ela estiver jogando com vc (e vc souber q ela tá jogando), como fazia uma mulher com o nosso amigo Predador:
    http://central-bufalo.blogspot.com.br/2012/01/relato-superando-misoginia-e.html

    Talvez esta seja uma decisão pessoal do Chris, pois Tom Leykis já pensa diferente. Em seu artigo “[As regras de Tom Leykis] Homens: melhor investimento a longo prazo do que mulheres”, Leykis diz:

    “E o que fazer nesse meio tempo? Pode comer mulheres da mesma faixa etária sua, mas evitando sempre se comprometer ou ter envolvimento emocional. Quando você começar a sentir algo por alguma mulher, se discipline a colocá-la na geladeira e mover para a próxima mulher. Pode também comer balzacas que se acham gostosas.” (só que acho ñ tem q comer as balzacas que se “acham gostosas”, tem que comer as que SÃO REALMENTE GOSTOSAS. É o q penso).

    Pensando bem, eu acho que eu entendí: é decisão pessoal (o marriage strike é uma decisão pessoal). Chris pensa e age de um jeito e Leykis de outro. O fato é q ambos tem uma coisa em comum: ambos seguem o seu próprio caminho e este é o sentido do MGTOW americano e da Real.

    Muito bom.

    1. Barãozin

      Perfeitamente. Cada um faz o que mais lhe satisfaz.

  3. andre

    tem um ditado que diz que quem passou dos 30 não casa mais, ou seja é o que o post ai em cima diz : a pura liberdade

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: