«

»

abr 16 2012

Uma visão sobre as “excessões”

por Outcastsuperstar

Eu já vi argumentos dos dois lados, tanto de pessoas que acreditam que todas as mulheres são vadias que irão te apunhalar na primeira oportunidade quanto de outros caras que falam que realmente há boas mulheres por aí e que nem todas são assim. Eu vejo a questão por um ângulo maior do que desta maneira “8 ou 80”.

Eu irei dividir este assunto em 4 possíveis cenários que podem acontecer e analisar o tipo de vida que um homem pode ter em cada um deles.

Cenário 1 – você acredita que realmente todas as mulheres são vadias e age de acordo. E está certo.

Cenário 2 – você acredita que quem acha que todas elas são vadias está certo e age de acordo. Entretanto, neste cenário você está errado em falar que todas podem te sacanear.

Cenário 3 – você acha que tem excessões à regra e acabou se casando com uma mulher especial. E você acertou e acabou se dando bem.

Cenário 4 – você acha que tem excessões à regra e acabou se casando com uma mulher especial. Entretanto, você acabou errando e descobriu que aquela pessoa especial na verdade era uma bruxa que irá te fazer passar por um inferno na terra.

No cenário 1 você acha que todas são vadias e age de acordo com isto. E você acertou.

Como resultado disto você tem que se preocupar apenas consigo mesmo, e acabará por descobrir o equilíbrio entre a vida e a sua carreira. Resumindo você não vai ter que trabalhar feito um escravo.

Sem falar que você terá bem mais dinheiro disponível por ser um homem solteiro.

Pode ir naqueles jogos o quanto quiser.

Poderá ir nos melhores restaurantes, aonde será servido por garçonetes gostosas.

Pode manter hobbies e praticá-los o tempo que quiser. Como por exemplo fazer trilha no mato, jogar golfe, jogar video game, nadar, jogar boliche, fazer musculação, etc.

Eventualmente, pode até ir para a farra com amigos, ou se presentear com brinquedinhos caros como uma Harley Davidson.

Resumindo, com tudo isso você terá uma vida cheia de luxúria e menos estressante por ter evitado o casamento e ter se focado nos seus hobbies e viajando por aí.

No cenário 2 você acha que todas as mulheres são vadias e age de acordo. Entretanto você está errado e realmente existem mulheres boas por aí.

A vida de um homem no cenário 2 é o mesmo da do cenário 1. Não há consequências por ter errado e pode ter uma vida muito boa sendo solteiro.

No cenário 3 o cara não acredita que todas as mulheres são vadias e acaba se casando com uma mulher especial. Você acertou e temos aqui um vencedor.

Nestes termos, você teve a sorte de se casar com uma mulher que não te vê apenas como um caixa eletrônico ambulante, mas isto não significa que você terá um casamento feliz.

Você terá que virar um escravo para manter este casamento. Ou seja, terá que fazer hora extra por anos e anos pelo resto da vida para poder comprar sua casa, o carro da família, bancar os custos das crianças (como a educação delas) e assim como pagar pela compulsão consumista de sua esposa que se acha no direito de fazer isto, afinal ela é mãe de seus filhos. Também, se prepare para encheções constantes aonde você terá poucos momentos de paz e sossego.

No fim se tudo ocorrer bem você se encontrará no seu leito de morte com seus filhos crescidos e sua esposa dizendo o quanto te ama. Isto não muda o fato que você teve que ser escravizado por anos para poder manter sua família em ordem e terá muitos problemas para poder planejar sua aposentadoria. Pelo menos deu sorte que sua mulher não era que nem as outras e você não teve que encarar a Justiça Feminazi num divórcio.

No cenário 4 você acha que nem todas são assim, que sua mulher é diferente e que você irá se casar com esta pessoa especial. Entretanto, você errou e a tal pessoa especial depois de se casar virou uma bruxa que transformou sua vida num inferno na terra e você terá que passar pelo calvário que é um divórcio.

Opa! Isso vai doer! É por causa deste 4º cenário que eu falo que é melhor pular num abismo do que se casar.

Você pode ir se acostumando com acusações falsas de violência, que poderão te levar pra prisão e de ser retirado à força de sua própria casa. Você terá que pagar tanto pelo seu advogado quanto o dela, em um divórcio que você nem pensaria em iniciar. Terá que pagar uma grana alta em pensão alimentícia. Perderá sua casa mas terá que continuar pagando as prestações dela. Sua ex manipulará seus filhos para fazê-los te enxergar como um demônio e eles irão te odiar. E aqui nos EUA tem algo chamado “ganhos estimados”. O juiz se baseia na hora de definir a pensão no quanto você pode potencialmente ganhar, e não no quanto você ganha atualmente! Se você falhar em antingir esta quota de pagamento você irá preso.

Eu acredito que cada uma das mulheres no planeta são vadias que irão sugar seu marido na primeira oportunidade? A resposta é NÃO! Eu tenho uma mãe que me criou numa era pré-feminista e que era uma senhora maravilhosa, assim como tenho duas irmãs tradicionais e religiosas que acreditam que o sexo antes do casamento é um pecado grave e que o divórcio é algo terrível. Então eu recomendaria que se seguisse o cenário 3 só porque nem todas são más? A resposta é um grande NÃO! Mesmo se todas não são assim, eu teria muita dificuldade em determinar qual seria uma boa mulher de uma bruxa até que fosse tarde demais. Isto porque a bruxa provavelmente se faria de boazinha e você iria acreditar que ela nunca faria nada de mal. Isto até você se casar, só aí você irá descobrir se você se casou com uma boa mulher ou com uma bruxa. Porque quando uma bruxa sabe que te acorrentou aí sim a verdadeira face dela surgirá. Quando uma mulher diz que nem todas são asim, ela pode estar certa hoje. Entretanto, este HOJE diz tudo. Ou seja, hoje ela pode ser assim, mas ninguém garante se daqui a 5 ou 7 anos ela irá manter o mesmo comportamento. Elas mudam e não é para melhor, especialmente quando elas sabem que podem lucrar alto com um divórcio e o casamento não está indo para onde exatamente ela quer.

A meu ver um homem deve ter problemas mentais para poder se casar nos EUA ou em boa parte do Ocidente. O fato é que o feminismo radical tomou conta e a maioria das mulheres não são mais boas para se casar e não tem mais aquelas qualidades que agradam a um homem, tudo o que elas tem a oferecer é sexo e isto irá acabar se tornando cada vez pior quando ela começar a envelhecer (depois dos 25 anos). E temos diversos estudos mostrando que 60% das mulheres ocidentais tem sexo com homens que NÃO são seus maridos. É muito raro para uma mulher moderna dar a seu marido uma boa refeição caseira e saber manter uma casa limpa. A taxa de divórcio está acima dos 50%, com 70% deles iniciados por elas. Onde eu moro, na Califórnia, a taxa de divórcio chega a 70-80%.

Se um homem tem medo de viver sozinho e precisa de uma companhia leal, é preferível ele adotar um cachorro. Não é à toa que o cachorro é chamado de melhor amigo do homem.

Depois de analisar todos os cenários possíveis, eu concluo que os cenários 1 e 2 são muito melhores que o 3 e 4. Dado os tempos que passamos eu pessoalmente não concordaria em achar que todas elas são vadias, mas eu não tenho escolha a não ser assumir que todas elas podem agir como vadias. É justo achar que todas são vadias, enquanto no fundo você sabe que não é bem assim? NÃO! Assim como não é justo ser tratado feito um pedaço de merda pela mulher moderna, onde um homem pode ser chutado por causa de uma falsa acusação ou por causa de motivos torpes, onde ele terá que pagar pensões e advogados num divórcio que ele nunca começou, e ter que perder seus filhos enquanto ela coloca na cabeça deles que você é um monstro e ela é a vítima. Assim, mesmo se a 1ª opção tesse estiver errada você ainda pode ter uma vida muito boa como solteiro (cenário 2) onde não há consequências por ter errado em seu julgamento. Mesmo se todas não forem assim e o cara acredita que a sua é diferente (cenário 3) ele ainda terá que trabalhar feito um condenado. Entretanto, se ele errou e a mulher dele é como a maioria dessas mulheres de hoje, ele cairá no cenário 4 onde a vida dele será um inferno. Neste cenário não tem espaço para erros, você está acabado! Mesmo com a tese de que todas são vadias possa parecer radical, pelo menos se um homem acredita nisso ele jamais terá que viver sob o cenário 4. Quanto mais velho um homem fica mais ele percebe que o cenário 2 é melhor que o 3.

É inútil tentar explicar isto para uma mulher pois elas não entendem isto (ou fazem de conta que não entendem). Elas pensam que é só falar que nem todas são assim e que os homens ainda tem que se casar, mas elas não conseguem ver o cenário todo. Muitos de nós, solteiros convictos, são perfeitamente satisfeitos em deixá-las se vangloriarem enquanto elas tem que se sustentar e também terão que trabalhar feito escravas. Enquanto isto nós não temos ninguém pra sustentar ou ter que perder grana num divórcio. Entendemos que é muito mais econômico não se casar, mas sim nos envolver em hobbies saudáveis, viajar bastante e não ter que aturar nenhuma aporrinhação delas, pois assim poderemos ter uma vida cheia de paz.

fonte: http://mgtowsurvivalguide.blogspot.com.br/2010/04/my-take-on-all-women-arent-like-that-by.html

20 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Luiz Alberto da Silva Lima

    As leis de divórcio nos Estados Unidos são feitas pra fuder os homens e beneficiar as mulheres. Ser rico nos Estados Unidos só vale a pena se você for um solteirão convicto igual ao George Clooney. O casamento nos Estados Unidos é uma indústria da qual os principais lucradores são as mulheres e os advogados. Na crise financeira de 2008 enquanto muitos homens se suicidavam nos Estados Unidos por estarem falídos, muitas mulheres e advogados enriqueciam com o divórcio, arrancando desses homens o pouco que lhes restavam. É por isso que o MARRIAGE STRIKE vem crescendo assustadoramente nos Estados Unidos pra desespero das feminazistas!!!

  2. Lindembergson Moreno

    Cenário 5 vá para Rússia.

    E essa parte do divocio eu conversei com um amigo(advogado), que para o homem não perde nada ele passa todos os bens para um conhecido (amigo ou parente), que assim na partilha de bens o que vai ser dividido é os bens dela ja que você não tem “nada” (hahaha pega ela de surpresa)

    1. Barãozin

      Eu não vou pra Rússia nem a pau.

      Os caras são xenófobos pra caralho.

  3. Dom Rafael

    O que vocês estão fazendo, que me perdoem os fazem, é que, ao jogar a água suja fora, estão também jogando o bebê.
    Cuidado com a TOTALIZAÇÃO, pois pessoas não são números. Aqui 2 + 2 nem sempre é igual à 4.

    Paz

  4. Dom Rafael

    Oxe, nada a ver! rs.
    Concordo e discordo.

    Cenário 1:

    Legal, tudo bem, mas… e a SOLIDÃO? acha que só sexo e dinheiro preencherão isso? acredite, todo homem precisa de uma mulher, assim como toda mulher precisa de um homem. Nem amizades preenchem o vazio que faz uma pessoa amada.

    Erraram feio no Cenário 3 e 4, pois SÃO A MESMA COISA.

    Ora, vamos ser lógicos? se não existem mulheres boas, não existem também homens bons: são todos cafajestes, não é mesmo? logo:

    “comamos e bebamos, porque amanhã morreremos”.
    1 Coríntios 15:32b.

    Nada a ver.

    Cenário 3, segundo Dom Rafael:

    Cenário 3 – você acha que tem excessões à regra e acabou se casando com uma mulher especial. E você acertou e acabou se dando bem.
    No cenário 3, você encontrou uma boa mulher: crente, virgem (ou pouquíssimo rodada), centrada, submissa, ajudadora e leal. Ela entende que, independente do marido cumprir ou não a Palavra do Senhor, ela sabe que ELA tem esse compromisso, sendo, então, submissa a ele. Ela é carinhosa, dócil, amiga, não-competidora, fiel ao Senhor e a você por toda a sua vida. Humilde como ela é, ela sabe que não terá as mesmas condições financeiras que a que tinha na casa dos pais, mas o ama e acredita em você, seguindo a sua liderança. Vocês têem uma ligação forte sexual, o que lhes permite uma esplêndida satisfação no casamento, e alegria no lar.
    Você terá orgulho de sua mulher, tanto pelo seu porte como pela sua beleza, graça, humildade e caráter. Sua família será linda e feliz, mesmo com todos os problemas da vida carnal.
    No seu leito, você louvará ao Senhor do Céu, por lhe ter dado alguém maravilhoso ao seu lado, até a sua morte.
    Após o Fim, vocês se encontrarão com o Senhor Jesus, e serão, agora sim, felizes para sempre.

    Paz a todos

    1. Barãozin

      No cenário 1 o cara não precisa se fechar em casa e viver só comendo puta…

      Esse cenário 3 é algo tão raro de acontecer, mas tão raro, q nem contaria com ele… Eu conto é com o padrão, não com milagres…

      É como diria o Chong Li pro Van Damme quebrando tijolos: “Muito bom. Mas o tijolo não reage.”

      Cara, escrever tudo isso é lindo e até me enche os olhos de lágrimas. Mas casos assim são mais ou menos como ganhar na mega sena. Vc vai contar com esse dinheiro pra te sustentar?

      Eu, até hj, só vi um casal assim e não boto a minha mão no fogo por eles NEM MORTO.

      1. Dom Rafael

        A pior solidão é aquela em que você vive rodeado de pessoas. E como o solitário vai viver sem sexo? a não ser que ele tenha o dom da abstinência, algo bem raro…
        Deve ser difícil, mas o cenário 3 existe.
        Paz

        1. Barãozin

          Prostitutas tem por aí de todas as cores, de várias idades, da forma que o cara desejar.

          Sem falar q ele sempre pode desenrolar algo aí com uma civil.

          1. Luiz Alberto da Silva Lima

            ENTRE AS PROSTITUTAS PROFISSIONAIS E AS PROSTITUTAS “CIVIS”, É PREFERÍVEL FICAR COM AS PROFISSIONAIS, ALÉM DO SEXO SER MELHOR, VOCÊ GASTA BEM MENOS DO QUE GASTARIA COM AS PROSTITUTAS “CIVIS” E NÃO TEM QUE ATURAR INFERNINHOS EMOCIONAIS, TPMS E OUTRAS CHATICES!!!

  5. Márcio

    Mulheres vadias = 95%.

    Mulheres potencialmente vadias = os outros 5% (só esperando uma chance para apunhalarem um homem pelas costas em um momento de fraqueza ou fragilidade dele – pouca grana, cansaço, sono, doença, desemprego, depressão e outros momentos difíceis).

    Não há esperança. Santas são muuuuuuuuuuuito raras. E alguém já as pegou…sempre!

    O escritor sabe muito bem o que expressa. Não é um bom negócio brincar de roleta russa com o cano apontado para a têmpora…ainda mais com metade do tambor carregado.

    Se o homem quiser ter filhos…desista! As mulheres são peritas na arte de destruir lares.

    Mesmo os casados têm um relacionamento frio e superficial com seus filhos (estão escravizados pelo trabalho, que lhes tira tempo e energia para convivência familiar, e a “rádio-patroa” impede o pai de ter qualquer autoridade, opinião, influência ou vida afetiva em casa – verifiquem que, quando ele se insurge contra esse estado de coisas, as brigas começam; um lar pacífico hoje em dia significa um local onde não há um homem com funções vitais). Para as mulheres de hoje, o homem não passa duma fonte de renda sem qualquer outra função (quando ficam desempregados ou mal-empregados, eles tomam um pé no traseiro).

    Aí, vem o dilema: para que manter uma casa que não é o seu lar? Nenhuma surpresa quando o “vagabundo” começa a preferir pescarias, bares, campos de futebol, etc. Daí a cair nas redes dos vícios e de outras vagabas, é um pulo! Elas já têm, então, um bom motivo para pedir divórcio, e tudo provocado por elas. E os filhos como reféns…e você a pagar pelo resgate (talvez receba os filhos quando eles tiverem uns 30 e vários anos e percebam que a mãe deles não passava duma vadia comedora de grana).

    Por isso, toda sociedade que progride moral e espiritualmente não concede muito espaço para elas. Elas são capazes de implodir qualquer civilização. Por isso, o diabo a cooptou primeiro (Eva) na queda do paraíso.

    Não creio que o movimento pró-homem esteja assim tão bem: os manginas proliferam tanto quanto as feministas. Só os caras mais experientes ou mais espertos sacaram a “matrix” feminista.

    Mantenham a distância das mulheres. Boicotem os namoros. Até “ficar” está perigoso. Há muito pai solteiro por aí (um prisioneiro e sem bens disponíveis em potencial, contribuindo para que uma vadia crie mais um marginal). Palavra de um advogado na área de família! Vejo isso todos os dias!

    Invistam em vocês mesmos, rapazes. Quando a vida estiver boa (momento perigoso – elas estarão mais fáceis!), nem precisarão se lembrar delas. Para quê? Não ajudaram e só atrapalham (e provam sua tremenda incompetência para gerir finanças, promover uma civilização e liderar uma família).

    O homem que domina seus impulsos sexuais é um rei. A castidade ainda é a melhor desobediência civil para fazer desmoronar a pilantragem feminina (como a castidade feminina a é para barrar a cafajestagem alfa).

    A falha está em correr atrás do sexo. Corrijam isso. Uma hora, o bobo acaba se envolvendo com uma fingida e é capturado pela bruxa.

    Não estamos melhores do que os americanos. Talvez nossa situação seja pior (a situação jurídica está ficando parecida) porque as mulheres aqui fingem que não são feministas, que são boazinhas. Eis o perigo! É o cenário 4, talvez o 3 com muita sorte (se não mantiver o fluxo de capital para ela, você cai no 4 do mesmo jeito).

    Pequena correção fraterna: exceção, não excessão!

  6. Cruel

    E se o homem quiser ter filho?

    1. Barãozin

      Provavelmente irá ser mantido longe dele, como já é feito hj. O cara casa, tem filho, separa e o resto da vida o moleque vai ter relações ruins com o pai.

      Ou ele consegue a guarda, mas é raro.

      1. Cruel

        Barão, lí e analisei melhor o texto.

        A grande diferença entre nós e os masculinistas americanos é o nosso conhecimento da Sombra da mulher (a realidade legal deles também não pode ser desconsiderada, naturalmente). Eles são absolutamente cegos em relação a saber quando uma delas é furada. Eles realmente jogam roleta neste ponto, e para a realidade deles, realmente o risco ñ compensa.

        Concordo com o texto. No entanto, não vivemos no mesmo clima q eles. Nossos quatro cenários são totalmente diferentes:
        1) Vc ñ conhece ou ñ interiorizou a Real e ñ tem intenções familiares;
        2) Vc não conhece ou ñ interiorizou a Real e tem intenções familiares;
        3) Vc interiorizou a Real e ñ tem intenções familiares;
        4) Vc interiorizou a Real e tem intenções familiares.

        No canário 1, vc conviverá com as imprestáveis com apenas seu próprio grau de egoísmo como defesa. Se for egoísta o bastante, talvez consiga até evitar golpistas e aproveitadoras, mas sua estrutura financeira ñ será totalmente focada em si mesmo, o que não irá lhe conduzir ao máximo potencial de desenvolvimento. Se não for, a Matrix o empurrará fatalmente para uma ou mais pensões a pagar, o que mesmo que você se mantenha sem muita convivência com seus filhos, dará poder a estas parideiras a interferir no seu destino, tornando sua independência um luxo que lhe custará mais caro a cada ano que passar.

        No cenário 2, a Matrix guiará sua escolha para quem será sua “esposinha querida”, lhe fazendo escolher a jovem voluptuosa q lhe descartará cedo assim que encontrar um homem que enalteça seu ego mais q vc, a balzaquiana sedenta por filhos q se cansará de vc assim que eles estiverem criados, e a quarentona (ou cinquentona) já desgastada dos prazeres fáceis do mundo que “descobriu o amor” e viverá das migalhas de dinheiro q lhe restaram até o fim dos seus miseráveis dias. Vc terá nascido, vivido e morrido escravo de um jogo que só beneficiou a elas.

        No cenário 3, vc será desapegado o suficiente para só extrair das mulheres aquilo que precisar, ñ terá piedade de tratar imprestáveis como elas merecem (até porque vc sabe o q uma mulher é assim q a conhece), terá suas finanças focadas em seu desenvolvimento e seu exclusivo prazer, extraindo o q de melhor sua vida poderá proporcionar. Mesmo que vc se mantenha solteiro o resto de sua vida, terminará seus dias na melhor posição que puder atingir, ciente q fez boa escolha, e sem qqr arrependimento.

        No cenário 4, seu desenvolvimento seguirá de forma semelhante a um homem do cenário 3, até q uma mulher q se enquadre perfeitamente em seus critérios para casar e formar uma família apareça. Sua relação exigirá pouca manutenção, pois a mulher terá sido bem selecionada, seus filhos terão bom suporte de criação (vc ainda se manterá crescendo, mesmo q em menor passo), e vc terá o conforto de viver num lar balanceado. Mesmo que vc se mantenha casado o resto de sua vida, terminará seus dias com seu dever cumprido, ciente q fez boa escolha, e sem qqr remorso.

        A única coisa que nos diferencia dos que terminarão seus dias na lama, é nosso conhecimento de como as coisas funcionam interpessoalmente. Neste ponto, estamos melhores q os masculinistas americanos, pois temos mais opções de viver onde eles só podem enxergar uma.

        Força e Honra.

        1. Barãozin

          Agora pegou o argumento do Diomedes sem nem citar fonte hahaha

          1. Cruel

            É isso, sou Cruel mesmo. haha Mas jamais iria alimentar a ilusão de q sou o Lawlyet, ñ sou impostor. Ainda quero chegar o nível dele. Mas terei de evoluir mto pra isso. Eu concordo com a exposição do Diomedes.

  7. JV

    Bom em demasia. Porra bufalo, continue postando, esses posts que incentivam a galera.

  8. Renato

    Infelizmente muitos homens hoje se casam ainda porque “tem que casar”,porque está ficando velho ou porque acha que que nunca mais vai comer mulher nenhuma,resumindo o pobre homem que pensa assim é escravo de buceta.
    .
    Conheço alguns amigos assim,tem um que vai se casar “porque tem medo de não arranjar coisa melhor”,o sexo deles já é uma merda,e ela já começou a fazer “trocentas exigências”….imagina depois de casar.
    .
    Eu não preciso de mulher nenhuma para ser “completo”,não preciso de “nenhuma metade da laranja”,e casamento e namoros NÃO SÃO PRIORIDADES NA MINHA VIDA.
    Alguns “acham” que eu preciso de mulher,arranjar uma mulher….são todos uns capachos que não se realizam sozinhos e idolatram as mulheres como seres angelicais…
    .
    Amo ser solteiro,amo mesmo,tenho mais dinheiro,mais tempo e não sou carente como muitos amigos meus são.
    Quando quero só sexo saio com Gps,mas ultimamente só quero sexo mesmo,então saio só com Gps de vez em quando,é mais prático.

  9. Vinícius

    Postagem genial.

  10. Luis

    “E aqui nos EUA tem algo chamado “ganhos estimados”. O juiz se baseia na hora de definir a pensão no quanto você pode potencialmente ganhar, e não no quanto você ganha atualmente! Se você falhar em antingir esta quota de pagamento você irá preso”.

    E os caras lá sabem disso e mesmo assim se casam?! Então “vão se foderem!”. Inacreditável o ponto em que chegou a canalhice feminazi!

  11. Rider

    A abordagem da precaução. Muito bom.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: