«

»

abr 27 2012

Namoro: O Benefício da Dúvida

por Arlindo Menezes

Gato escaldado tem medo de água fria. Essa é a frase que melhor define o posicionamento do homem atual quando o assunto é relacionamento sério. Não só homens calejados por más experiências anteriores, mas qualquer sujeito que não seja um total alienado sabe que assumir um relacionamento é um investimento de risco. De alto risco.

Em suas obras, Nessahan Alita forneceu subsídios suficientes para detectarmos uma vadia com base em seu comportamento, excelente trabalho, as técnicas são precisas em quase 100% dos casos. Quase.

Como o homem é um ser lógico que gosta e tem facilidade de raciocinar de forma linear e fria, fica difícil conviver com incertezas em um relacionamento.

O grande erro da maioria dos homens que conhecem a Real, após entrar em um relacionamento, é achar que aquela mulher com quem está se envolvendo é uma exceção, por ter sido submetida a testes e não ter apresentado o comportamento padrão das vadias menos discretas.

O que vou dizer será desolador para alguns, mas a REAL é que não existem fórmulas e conhecimentos prontos. O próprio NA rechaçava nos livros a ideia de ter seus conhecimentos transformados numa espécie de livro de receitas.

E eu lhes pergunto: qual a porcentagem de mulheres no mundo que:

•    Já engoliu esperma?
•    Já praticou lesbianismo?
•    Já fez sexo grupal, vulgo suruba?
•    Já foi a casas de swing?
•    Já fez dupla penetração ou tem essa fantasia?
•    Já traiu parceiros anteriores?
•    Já fez sexo na primeira noite?
•    Já teve dezenas de parceiros casuais?
•    Já namorou traficantes, marginais e cafajestes da pior espécie?
•    Já deu para o chefe?

Infelizmente, não há qualquer tipo de amostragem ou estatística sobre mulheres com o perfil promíscuo descrito nos itens acima.

Se você está conhecendo uma mulher, convém usar a tática Nessahânica que consiste em se fazer de liberal, estimulando-a e incentivando-a a revelar seus segredos, para em seguida, concluir se é uma mulher que vale a pena ou somente mais uma vadia. Sendo vadia, trate-a como tal, usando-a somente para o sexo, ou a abandone, caso ache que o sexo não valerá a pena o investimento financeiro e emocional.

Para usar essa tática, é preciso conhecimento e desapego. É estupidez fazer uma análise criteriosa por parâmetros errôneos. Mesmo fazendo isso, não há garantia total de que ela não seria capaz de fazer alguma dessas coisas (ou mesmo outras) algum dia. E nada garante que, mesmo “aprovada” nos testes ela não tenha feito nada disso em segredo. Apesar do teu esforço em parecer liberal e preparar o estômago, há segredos que as mulheres só dividem com elas mesmas ou que levam para o túmulo.

O grande problema que ocorre é que os homens tendem a se polarizar em dois grupos antagônicos do ponto de vista comportamental: aqueles que namoram e se apegam acreditando ter encontrado a “exceção” (mesmo inconscientemente) e os que temem a traição e a desonestidade da sua contraparte na relação.

O segredo é namorar sem se envolver, atingindo o desapego necessário para extrair as benesses do relacionamento enquanto o mesmo estiver durando. E pode durar por tempo não determinado, mas, nunca será eterno.

Uma mulher promíscua e de conduta duvidosa não deve ser recompensada com relacionamento, seriedade e dedicação, portanto, do ponto de vista moral (e Nessahan confirma isso), não é condenável aproveitar-se de uma mulher que queria se aproveitar de você antes, manipule-a antes que ela manipule você.

Falando no popular e traduzindo em termos da Real: Larga mão de ser trouxa, paspalho! Não banque o bonzinho honrado com vadias. Por exemplo, se uma mãe solteira quer te tirar para CSP (leia-se Capitão Salva-Putas), se faça de besta, diga que adora crianças, coma a vadia e vaze. Tem que se fingir de morto para comer o CU do coveiro. Tenha atitudes análogas com outras espécies de vadias como baladeiras, piriguetes, carreiristas, pseudo-santas, enfim, adapte suas atitudes ao tipo de mulher que está lidando, extraindo somente o que lhe interessa.

Jamais deixe sua honra de lado, não é qualquer mulher que merece um homem de bem ao lado.

Cultive estas atitudes, quando encontrar uma mulher cujo lado obscuro seja aparentemente inexistente, não se empolgue, continue levando as coisas, faça como no Xadrez, mantenha sempre a iniciativa da partida para conseguir a vitória. Seja sempre ofensivo e ousado, mantenha-se à frente e deixe-a na defensiva. Dê a ela o benefício da dúvida.

Se ela for uma vadia, mais cedo ou mais tarde irá se revelar. Se não for, melhor pra você. Sairá no lucro de qualquer jeito!

fonte: http://forum.homensrealistas.info/viewtopic.php?f=14&t=3466#p84046

OBS: NÃO DEIXEM DE ESCUTAR O GLORIOSO PROTÓTIPO DO “JORNAL DA REAL” DESTA SEMANA:

http://canal.bufalo.info/2012/04/um-projeto-jornal-da-real/

O 1º projeto de um podcast semanal comentando notícias e assuntos relacionados com a Real!

6 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Diego

    Excelente texto Barão… Nessahan é realmente um mestre… falando em livro o que vc acha de um livro chamado clube dos homens???? vc o indica???

  2. Leandro

    Quem namora e não busca aumentar as opções é um acomodado. Vc começa a namorar, no começo é tudo bem: sexo de qualidade, sem joguinhos. Tudo ok. E aí eu pergunto: vai ser sempre assim? E depois qdo terminar o namoro (seja por uma traição, seja por joguinhos)? Como vai ser? Com quem vai transar? Alguns vão responder: “ah, com GPs.” Mas vai passar o restante da vida só transando com GPs? Por isso que eu acho que namorar e pagar GP sem se importar em aumentar o poder de barganha são atos de comodismo. O que se deve fazer é sempre procurar aumentar o poder de barganha, com o desenvolvimento pessoal, ficando bombadão… Pensem nisso rapazes. Já dizia o Silvio: “Um homem com opções é um homem livre”.

  3. Renato

    Fiz isso recentemente,conheci uma mãe solteira,gostosa por sinal,tem uma filha de uns 7 anos,é chata pra caramba a mulher,fala demais mas é gostosíssima.

    Me fingi de besta,de bobinho até comer ela,falou que queria algo sério dessa vez,que queria morar junto…bláblá,e eu engolindo tudo,até disse que adorava criança e tudo mais…hehehe

    Isso foi até comê-la,foi uma delícia,como ela quis agradar para me prender então ela fez de tudo rapazes,um tesão,mas isso é claro é só pra pescar o trouxa.
    Pois bem,eu comi e VAZEI,tenho 2 chips,desatei o que usava com ela e uso o meu outro chip normal…
    Tinha umas 30 ligações perdidas no outro chip…HAHAHAHAHAHAHA

    Mães solteiras desesperadas é o que há,comam elas rapazes,mas usem camisinha e depois descartem adequadamente (a mãe e a camisinha hahahaha)

    1. Barãozin

      Excelente curso de ação, meu camarada rs.

  4. Darkstalker

    Otimo post!! Eh posssivel sim levar os ensinamentos Nessahanicos pra vida pratica!! Boa sorte a todos no’s e parabens pelo post muito esclarecedor..

  5. JV

    Muito boa postagem, ótimo ensinamento.

    “Tem que se fingir de morto para comer o CU do coveiro. “

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: