«

»

fev 14 2012

[As regras de Tom Leykis] Pare de se importar

por Tom Leykis

Uma geração de homens criados por mães solteiras rancorosas acabou resultando numa superpopulação de caras chorões, hiper sensíveis,  fãs de filmes de lobisomens depilados e da Paris Hilton.

Se recomponham, seus patéticos pedaços de merda. Não é de se estranhar que não conseguem trepar. Mães solteiras geraram um bando de bebezinhos criados em creche como você e depois ficam se perguntando, como dizia aquela música dos anos 90, “Onde todos os cowboys foram?” Elas deveriam olhar no espelho se elas quiserem saber a resposta. 

Você foi criado pela mamãezinha para “respeitar” as mulheres, para “mostrar seus sentimentos” e a chorar. Não importando o fato de que ela abriu as pernas foi para aquele “cafajeste” de quem ela vive reclamando, o seu pai. Ele foi o cafajeste que comeu ela. Ele foi o cafajeste que ela escolheu para ter filhos. Mulheres amam cafajestes. E você, meu amigo, nunca se tocou que ao contrário do fato que elas vivem reclamando deles, mulheres (incluindo sua mãe) trepam com cafajestes!

Você tem que esquecer tudo o que aprendeu sobre mulher e como tratá-las. Pare de se importar. Pare de parecer que se importa. Pare de dar dinheiro, coisas e fazer favores para elas. Faça com que elas chorem por causa de suas ações. Pare de se importar com o que elas falam sobre você (afinal, serve mais como propaganda gratuita). Pare de ajudá-las… pare de pagar as contas dela. Seja um canalha imprevisível. Você sabe que elas realmente dão pra caras como este porque elas vivem te falando sobre os últimos cafajestes para quem abriram as pernas, ao contrário de você, o cara sensível que “se importa”.

Você quer ser o próximo erro dela! Você quer ser o safado ou o cafajeste que ela ficará reclamando com o amiguxo fã de Crepúsculo dela. Você quer ser aquilo em que ela se arrependerá de ter feito pelo resto da vida (e é claro ela ficará falando e sonhando com isto sem parar, junto com os outros erros dela).

Pare de se importar com mulheres e comece a tratá-las como lixo. Dê a elas o que elas realmente querem. Jamais use de violência física para isto. Somente seja um total canalha e veja o quanto consegue trepar. Onde todos os cowboys foram? É hora de um pouco de rodeio sexual, não é mesmo parceiro?

Abaixo dou algumas dicas de como se portar para mostrar a ela o lugar dela na cadeia alimentar:

  • nunca apresente ela a seus amigos ou parentes. Deixando ela se aproximar tanto de você dará a ela a impressão de que você se importa. E porque diabos você quer isto?!
  • nunca leve ela a lugares bacanas. Nada de restaurantes bons e/ou “românticos”, shows caros, museus, nem a jogos de futebol. Bares, estacionamentos, parques públicos e a casa dela são lugares muito agradáveis. E jamais durante o dia, sempre de noite;
  • Nunca deixe que ela te veja durante o dia. Somente no escuro, somente os dois, sempre com álcool por perto;
  • nunca dê a ela elogios. Não fique falando como você acha ela “bonita” ou “legal” . E nunca, jamais elogie as roupas dela ou pior ainda, os acessórios dela como bolsas. Na verdade, nem fique conversando muito. Deixe que ela fale, Você se mantém sombrio, misterioso e distraído, como se tivesse algo melhor para fazer. E você tem;
  • não atenda chamadas dela. Nem responda aqueles sms’s ridículos. Só a chame quando precisar transar. Se ela perguntar por onde você estava, diga que estava “ocupado”;
  • evite ela durante aniversários e feriados. Se ela ficar pensando sobre o “aniversário” de vocês (como por exemplo o 1º dia que vocês treparam), certifique-se de coloca-la na geladeira por uns tempos ou até mesmo descartá-la de vez…. ela tá ficando muito apegada.

E este é só o começo. Desenvolva suas próprias táticas, use a cabeça.

fonte: http://www.leykis101.com/tip-of-the-day/stop-giving-a-shit e http://www.leykis101.com/tip-of-the-day/show-her-how-little-you-really-care

4 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Márcia

    Puxa… eu sou legal, sou fiel e graças aos céus tenho um relacionamento muito bom. Sou totalmente contra o feminismo pregado por essas hipócritas que estão acabando com o valor que uma mulher de verdade tem mas, ao ler o artigo me pergunto, quando for uma mulher legal e não uma vagabundo, vocês vão tratar do mesmo jeito? Quer dizer, não existe essa mulher para vocês?ma

    1. Barãozin

      Até provar o contrário, não.

  2. Leandro Silvestre

    A regra dois serve se você depois que levar-la no lugar foda, SUMIR.

  3. John

    Quebrei uma das regras… apresentei ela para os meus amigos nesse fim de semana e me arrependi amargamente. Agora ela pensa que eu me importo com ela ja no segundo encontro.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: