«

»

jan 23 2012

[Pragakham] Quando o amor superar tudo, a espera de um milagre!

por Pragakham

Hoje, mesmo com a tecnologia permitindo que o homem quase coma uma marciana lá em Marte, ainda estamos agarrados ao mito do amor, estamos ainda atrasados com aquele sentimento falso que nossos pais foram felizes e que nós também seremos assim por gerações  e gerações.

O problema está no indivíduo que fabrica bonecos, o indivíduo que você cruza para trazer sua espécie mais a frente. Vemos que todo indivíduo com boceta no mundo contribui para a destruição em massa do homem moderno.

Mas nem existe o homem moderno. Somos o mesmo homem das cavernas. Ele apenas melhorou seu modo de pensar, agir, caçar, melhorou suas técnicas na sociedade, aprendeu que da guerra só traz destruição, coisas que aprendemos com os mais loucos ditadores, que muitas vezes foram eliminados pelos seus próprios povos. Agora nossa guerra , ela é incessante em matéria de ter que combater a nós mesmo, lutando e caçando para que possamos ter o amor, como sempre vemos estampados no quadro de família.

E dentro desta guerra esquecemos de usufruir de todo o material que nos dão, esquecendo de nós mesmos, e infelizmente nos entregando totalmente em nome do amor, essa coisa de filme. Aprendi que tentar achar amor é como querer achar petróleo em cima de um prédio. Podemos esquecer dos amores antigos, e aprender a amar o companheirismo de alguma mulher que tenha ao menos o comportamento de uma pessoa normal. Mas depois de assinado o papel, você não será assassinado de fato por quem você escolheu como amor, mas é assassinado moralmente e sexualmente.

Não deixe que os filmes do passado tenham na sua vida a parte 2, assim sendo não veja na mulher  de hoje a mulher de antigamente, pois na época vadiagem era minoria e hoje é demasiadamente grande o número de mulheres que seguem o caminho da vadiagem. Elas estão unidas, carentes e sozinhas pelo vazio que elas mesmo implantaram, elas se motivaram a ser como homens, sem saber o papel delas dentro de cada família.

Certo, independência deve ter, mas para que esta independência não seja voltada para a sacanagem e que isto venha nos cobrar depois pelo erro, aprenda a ver a mulher como a mulher de hoje: solta, dinâmica, sagaz, audaciosa pra tombar homem custe o que custar. Pois ela só quer uma sombra e água fresca sentado em um banco chamado homem.

Somente o tempo mostra o que é a mulher, pois suas garras se mostram com o tempo. Você quer conhecer a mulher que você ama? Coloque-a dentro do porta malas do seu carro junto com seu cachorro, tranque ela e deixe por 1 hora. Depois abra e olha quem fica feliz em te ver!

Elas nunca serão gratas por você, o amor delas cessa quando você para de ser o ajudante, o companheiro financeiro, ou outra coisa utilitária. Assim todas são porque acham que é de direito constitucional o homem ser o cachorro e ajudante dela.

Adoro uma mulher como companheira sexual, mas como amor é só fictício para que ela apenas solte um sorriso acreditando no teatro da vida. O amor que você tem é de sua mãe, coloque sua mãe e o seu “amor” diante de uma mesa e fale para as duas “meu dinheiro acabou, estou na rua da amargura , sou um zé ninguém. AGORA ME CONTE QUAL SERÁ A REAÇÃO DE CADA UMA.

Quer testar sua mulher, namorada, etc? Diga apenas: PERDI O EMPREGO, SOU PAI SOLTEIRO, PERDI TUDO, algo assim. Espere para ver a reação. São poucas que te ampararão. E se as poucas existirem, faça sempre experiencias testando suas mulheres, é como o testes dos 5 mil km do seu carro , depois você analisará se é bom ou não. Mulheres são como produtos chineses, só testando pra ver se é bom ou não.

Aprenda a viver por você, mesmo amando ou tendo alguém, construir o futuro é isso, porque um dia a casa cair, saberás quem realmente o ama.

fonte: http://forum.bufalo.info/index.php?topic=279

3 comentários

  1. Victor Soares

    Certo… Eu entendi o foco do texto, porém há um detalhe importante aí; as mães geralmente( sim, pq existem exceções nisso) não abandonam os filhos, porém a cada dia q se passa até elas deixam pra lá aqueles que colocaram no mundo, é muito feminismo no rabo da mulherada hj em dia, aí fica fácil ver um monte de safada por aí deixando seus filhos pequenos jogados pra ir ficar com macho, sem querer fazer nem o papel de mãe delas, já q o de esposa elas geralmente não prestam pra fazer hj em dia mesmo, como o texto aí diz. Veja o caso das suecas, lá elas abortam seus filhos( sim, costumam abortar meninos, como não é novidade mais para muitos de nós) e assim vão cumprindo aquele insano manifesto scumm, q há poucas décadas atrás ninguém levou a sério.
    E interessante também é ver como algumas mães ainda não abandonando vivem por tratar mal seus filhos, por achar que os mesmos deveriam pagar de fodões zueiros e pegadores, torradores de dinheiro por aí, ou white knight religioso… Onde está a liberdade e autonomia do cara nisso e direito a personalidade do mesmo?… foda-se pra matrix e suas visões tortas de mundo, cara nenhum é obrigado a deixar de construir seu futuro/se preparar para o pior, como diz o texto.
    Eu costumo ser bem rigoroso comigo mesmo nisso, aproveito só quando posso e sempre me preparo para o pior, seja por capacidade natural ou um dom que Deus me deu, o importante é que é ralado e mesmo assim prefiro não fugir da batalha, como os covardes fazem hj em dia, indo junto com a maioria na atual sociedade.

  2. cezar lemos

    E o pior de tudo são elas mesmas que estão construindo essa imagem negativa, elas tem o poder hoje, elas dominam o mundo, elas tem tudo, o governo, o sistema, o poder de escolha sobre os homens que elas querem ficar, tudo gira em torno delas hoje em dia, sendo que muitas delas não dão valor, eu quero ver quando elas perderem todos esses benefícios do sistema, a situação se inverter, hoje eu leio as mulheres no poder, amanhã poderemos ler as mulheres perderam o poder, resultado? porque elas mesmas não deram valor para tudo isso.

  3. White Wolf

    É isso aí mesmo, cabou a grana?
    Mulher some.
    Mesmo que não suma, não guenta muito tempo contigo, elas nãoi tem mais estrutura pra aguentar uma vida dura ao lado de um homem honesto. Preferem a boemia de um mal-caráter com grana.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: