«

»

jan 31 2012

As regras de Tom Leykis – Parte 1

Clique aqui para ler a introdução.

Como prometido, começo a publicar as regras que Tom Leykis, radialista americano, criou para que nós homens podermos ter acesso ao sexo de forma barata, rápida e com o menor problema possível. É um guia prático de sobrevivência no mundo vaginante de hoje. Algumas das dicas são semelhantes as que foram dadas no artigo Evite ser ferrado por cavaleiros brancos, feministas e manginas, mas as dicas que ele dá são mais focadas em obter sexo rápido e barato. Fiz algumas leves adaptações nas regras para ficar mais fácil o entendimento, já que elas foram escritas pensadas na realidade americana.

Vamos às dicas (são 40 no total e que serão divididas de 10 em 10, para melhor leitura)

1 – Gaste no máximo 75 reais por encontro (no original é 40 dólares)

A razão disto é que Leykis afirma que quanto mais dinheiro você gasta num encontro não necessariamente levará uma mulher a dar mais fácil para você, ao contrário do que muitos desinformados acreditam. A meta final é obter sexo dela, então quanto mais encontros você tiver, mais e mais caro ficará para atingir este objetivo.

Como cortar custos? Há diversas maneiras. Por exemplo, se forem sair na hora do jantar, faça uma refeição antes. Então, na hora do encontro, somente peça alguma refeição leve e barata, como uma sopa ou uma saladinha. Nenhuma mulher quer comer mais que um homem, especialmente num primeiro encontro. Ela não quer que o cara pense que ela é uma “porquinha” devoradora, não é?

Tente também evitar jantares. Quando for chamá-la, pergunte algo como “Bem, que horas você costuma jantar?” Ela provavelmente pensará que você está a chamando para jantar – mas não! Quando ela responder, como “ah, eu costumo jantar lá pelas 7:30”, aí você faz sua jogada. Diga “Ok, então vou dar uma hora e meia para você jantar direitinho. Te pego às 9, assim podemos beber mais tranquilamente.”

Você conseguiu. Provavelmente ela irá te olhar sem entender nada por um momento, ou irá pensar que você é meio “denso”, mas você conseguiu. É um jantar inteiro que você não precisa mais de pagar. Este dinheiro pode ser empregado melhor comprando bebida para ela e levando ela para algum lugar depois para terem um pouco de diversão.

(Nota do tradutor: lembrando que o poder de compra americano é maior, então 75 reais lá não é uma quantia tão alta. Mas se for contar também o que gastaríamos com deslocamento, consumo, motel pra foda, etc, etc o valor chegaria próximo a isto mesmo. Obviamente, tem sempre onde cortar! Mais pra frente publicarei mais dicas exclusivas de como evitar gastar muito em encontros, aguardem!)

2 – A regra dos 3

Esta pode ser meio difícil de seguir, mas tente assimilar ela. Mulheres já sabem nos 5 primeiros minutos o quão longe elas irão contigo, e provavelmente farão isto o quanto antes. Se você foi cortado da lista “eu vou dar para ele” dela, será muito difícil você conseguir algo, além de ter que torrar muito tempo e dinheiro para poder entrar nesta lista. Este tempo e dinheiro podem ser melhor empregados procurando por novas oportunidades. Se você está na lista dela, você ainda pode estragar tudo se agir feito um imbecil.  Se você não conseguir nada em 3 encontros, é hora de cair fora. As chances de ir para a cama com ela são muito baixas. A única vez que é aceitável você ir vê-la de novo é se o sexo for 100% garantido. Continuar a ir atrás dela somente irá te custar mais dinheiro e fazer com que jogue tempo fora.

3 – Não significa Não

(Nota do tradutor: esta regra se aplica mais aos EUA e suas leis malucas. Mas pode ser útil também por estas bandas, dependendo do contexto)

Não importa a situação, se uma mulher diz NÃO, pare tudo o que está fazendo e se mande. Mesmo se os dois tiverem no meio de um rala e rola animado, se ela dizer NÃO, pare tudo e caia fora.

  • Um Não não significa que ela está só jogando;
  • Um Não não significa apenas mais uma vez;
  • Um Não não significa que no fundo ela consente com o sexo.

As leis americanas favorecem as mulheres e raramente te protegerá mesmo se você tenha a razão. Os homens não tem a mesma luxúria de serem inocentes até que se provem o contrário nestes casos. Eles serão acusados e presos sem dificuldade.

Se uma mulher inventa que você a estuprou, você não vai simplesmente pagar uma fiança, mas vai direto pra cadeia. Não vale a pena passar alguns anos na cadeia e ter a ficha suja pelo resto de sua vida por causa de uma trepada.

4 – Mães solteiras

Não fique se relacionando com mães solteiras.

Porque? Se ela não se acertou com o pai do filho dela, ela irá se acertar com você por acaso? Não se arrisque também a ter que pagar alguma pensão (procure sobre paternidade sócio afetiva). E mais, o filho sempre será o nº 1 na vida dela, e você realmente quer ser só o 2º lugar na vida de uma mulher? Eu não penso assim. E porque sustentar o erro de outro homem? Como você sabe que ela não está atras mesmo é de um provedor? Alguém que a ajude a pagar as contas? Pense nisto, e veja como tudo estará contra você. Ela já cometeu um erro. O último cara não ficou com ela. Pra que você tem que ficar?

Leykis ainda reforça que alguns homens tenham que pagar pensão para filhos que nem são deles, porque eles entraram na paternidade sócio afetiva. Isto, ele afirma, pode arruinar financeiramente um homem por anos, fazendo com que ele fique impossibilitado de começar uma nova vida com uma outra mulher ou aproveite o dinheiro que ele ganhou.

5 – Molho de pimenta

Depois do sexo, jogue suas camisinhas no vaso sanitário e dê descarga. Como algumas vezes isto não é possível, recomenda-se que se carregue molho de pimenta, daqueles mais fortes, para jogar dentro da camisinha usada. De acordo com Leykis, há muitos casos nos EUA de mulheres que tentam se engravidar utilizando a camisinha usada, para poder conseguir arrancar uma pensão alimentícia do homem. Leykis recomenda usar o método do “molho de pimenta” e “sair correndo assim que escutar os gritos dela”, o que indica que ela tentou se “inseminar” com a camisinha usada. Leykis ainda diz “se você gostar de arriscar, recolha provas e a processe por tentativa de extorção.”

Pense. Caso isto aconteça com você, são 18 ANOS de pensão. Não pesa carregar um vidro de pimenta por aí, e eles são baratos. Pense nisso especialmente se você for rico. Não deixe sua camisinha usada largada apenas. Descarte-a de maneira apropriada ou use o método do molho de pimenta. Além do mais, isto dará uma lição em uma possível golpista, já que a área da vagina é muito sensível a produtos químicos e ela pensará duas vezes em fazer isto da próxima vez.

6 – Se relacionando com colegas de trabalho

Tentar descolar algo com sua colega de trabalho não é recomendável.

Na verdade, deve-se até evitar muita conversa com elas, a não ser que seja algo estritamente relacionado ao trabalho. Não fique de conversinha. Não a chame para sair. Suas conversas fora do assunto profissional devem se limitar ao “Bom” (dia/tarde/noite). Algo mais além disso pode ser o começo de uma confusão no futuro. Se você sai com uma colega e acaba terminando, o clima pode ficar ruim no escritório (especialmente se teve uma briga feia no término). Ela pode tentar te sabotar na empresa, ou pior, até te acusar de assédio sexual. No mínimo, você terá que aturar a cara dela todo o santo dia, e provavelmente terão que trabalhar juntos frequentemente. Não vale a pena. Sem contar que muitas empresas checam o histórico dos candidatos, se alguma reclamação constar na sua ficha, pode dar adeus aquele emprego bacana.

Tudo conspira contra o homem neste assunto, então, “o seguro morreu de velho”. Não pode arriscar seu futuro só porque você quer comer uma mulher que, na primeira chance, pode muito bem inventar ou exagerar algo para te ferrar e talvez até arrancar um dinheiro de você na justiça.

7 – Abordar mulheres em grupos

As mulheres andam em bandos quando não estão a fim de homem. Isto faz com que algum desavisado acabe sendo atraído pela mais bonita do bando, que o empurrará pra alguma amiguinha mediana só para inflar o ego dela. É muito difícil conseguir uma mulher assim, mais difícil ainda arrastá-la para casa. Mais provável que se você se aproximar de um bando de mulheres, uma delas irá servir de “bloqueio”, fazendo com que você não consiga chegar no seu verdadeiro alvo. As chances são, que no grupinho delas, que alguma sóbria o bastante tente fazer com que as duas voltem juntas para casa. Simplesmente ignore-as. Não compre bebida para elas. No máximo pegue o número dela, mas não fique seguindo.

8 – Só sexo

Nada de ficar de namorinho. De abracinhos. Nada de “brincar de casinha”. É só “pente e rala“. Isto pode ser difícil para alguns, fácil para outros, mas você estará mandando uma mensagem bem direta a ela: você não está interessado em nada sério. Um relacionamento sério é o único momento em que tais ações são apropriadas.

9 – Relacionamentos sérios

A regra geral é, não se envolva em nenhum relacionamento sério e muito longo antes dos 25 anos. Se você estiver em um desses, significa que você está se preparando para sossegar.

Faça tudo o que puder antes: orgias, comer todas as mulheres que quiser, realizar suas fantasias, etc. Deixe para casar depois dos 30, Até lá é provável que você já tenha uma carreira sólida, e estará melhor preparado para ter uma esposa e filhos. Provavelmente já terá um bom ambiente para formar família. Lembre-se, quando já tiver crianças envolvidas, não há mais “separação”. Ela sempre estará na sua vida de alguma forma.

Mesmo se você se mudar ela fará você pagar pensão. Certifique-se que realmente esteja preparado para ter filhos e tenha certeza que ela também concorda com isto.

Se você tem menos de 25, nem fique perdendo tempo com namoradas. Muito menos morar junto com uma mulher. Você tem mais é que se divertir e comer o máximo de mulheres que conseguir.  Alguns homens amadurecem em tempos diferentes. Se você se sente pronto para ter mulher e filhos, vá em frente. Só tenha em mente que 50% dos casamentos falham. Você tem que ter muita certeza disto, ou pagará por este erro pelo resto da vida. Casamentos onde o casal tem mais de 25 anos tem mais chances de darem certo.

E crianças crescidas em famílias sólidas tem bem menos chances de virarem delinquentes.

10 – Encontros em fim de semana

Você quer parecer um imbecil que não tem nada melhor para fazer nos fins de semana do que esperar uma ligação dela? Você não deve ficar atendendo telefonemas de mulheres nos fins de semana, a não ser que a foda seja garantida. Porque?

  • Você tem que fazê-la acreditar que ela tem concorrência;
  • Seu tempo é precioso;
  • Você com certeza tem coisas melhores a fazer no fim de semana do que passar tempo com ela;
  • Você é uma pessoa ocupada, mesmo assistindo tv em casa.

Ela ficará pensando: será que ele está com outra? Será que ele está em um bar? Está fazendo algo importante? Deixe ela na dúvida. Isto a deixará intrigada.

Humanos geralmente desejam o que não podem ter. Se você fizer que ela acredite que não te pode ter tão fácil, ela será um alvo bem mais fácil quando você se “permitir” ficar com ela. Mesmo se você estiver sem nada para fazer, deixe ela escutando a secretária eletrônica. Você tá ocupado (provavelmente com outra, na cabecinha dela).

Se você que for ligar nunca deixe mensagem, ela ficará pensando o que você queria e se você acabou fazendo outros planos.

Lembre-se, você é um cara ocupado!

Continue a ler o artigo clicando aqui.

fonte: http://www.myspace.com/chrisj0401/blog/436076354

7 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. jack fodedor

    Comprar um spray de pimenta agora mesmo

  2. Paulo

    Excelente tradução! Texto provando mais uma vez que a Real ocorre no mundo inteiro, é sem fronteiras e sem vaselina.

  3. Vmaria

    Concordo com as regras acima, são práticas. Só acrescento um adendo: Mães solteiras acima dos 40 não procuram um provedor, mas sim sexo sem encheção de saco, sem promessa de compromisso. Fico impressionada com a quantidade de homens que buscam “relacionamento sério” quando poderiam ter apenas encontros maravilhosos.

  4. Macho foderoso

    O negócio é pente e rala!! Mandou muito bem, parabéns!

  5. jroiz

    existem certos homens que não entendem a regra do “não é não” e ficam insistindo e se arrastando ridiculamente aos pés de alguma mulher. É certo que algumas ficam “fazendo doce” e dando a entender que um não é um “talvez”, esse comportamento é igualmente ridículo.
    O sexo oposto não é divindade para ser adorado, nem é capacho para ter que fazer as vontades.

    1. Ricardo Dionisio

      Concordo com jroiz. O propósito do masculinismo é tratar as pessoas como merecem ser tratadas. As mulheres não são inimigas. No máximo, inimigos são as feministas e o estado opressor.
      Existem alguns manginas que praticamente rastejam para agradar as mulheres. Ficam numa situação tão constrangedora que se torna algo desagradável pra todos que veem a cena.

  6. Doido

    Muito bom! Excelente!!!! BIS

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: