«

»

dez 12 2011

Sistema de Matrix – Níveis e Países

por Darth_Silva, usuário do fórum Homens Honrados 

Vou fazer aqui uma comparação de níveis da Matrix entre os países, onde mostrarei cada pais e seus níveis de feminismo.

Os níveis são [Altíssimo/Médio-Alto/Médio/Baixo]

Nesta análise colocarei as opções deste seguinte forma

  • Nível
  • Países
  • Situação
  • Descrição
 Nível: Altíssimo

Países: Japão, Coréia do Sul, Suécia, Suíça, China, Dinamarca, Nova Zelândia, Rússia, Leste Europeu
Situação: Irreversível
Descrição:

Nestes países, sabemos que o feminismo está num grau avançadíssimo, e praticamente impossível de se reverter, a não ser por uma guerra que talvez colocasse tudo nos lugares.

Nestes países quem é Alfa é ALFA AO EXTREMO, quem é beta é BETASSO e está com sua vida selada e destruída para sempre, e as Mulheres reinam absoluto no mercado sexual da sociedade.

Nestes países a teoria do Silvio “20% dos Homens comem 80% das mulheres” é diferente, nestes países ela é assim: “8% dos homens comem 100% das mulheres”, e não estou exagerando este numero.

Ja li uma reportagem sobre o Japão e vi uma que um rapaz do ensino médio era tão Alfa que convenceu cerca de 12 gurias da sua sala para fazerem sexo com adultos por dinheiro, ou seja, era um cafetão mirim.  E estas 12 meninas eram muito bonitas e todas produzidas (o Japão [e a China Também] é um dos países que as mulheres mais consomem maquiagens e moda no mundo, pois seus corpos não são cheio de tetas e rabo como nas Américas e Europa)

Enquanto um cara desses fazia esse arreto, cerca de 18.000 estudantes betas se matam todo ano no Japão (Na China o numero é muito mais alto ainda) devido as absurdas exigências das mulheres e do bullying brutais que eles recebem dos Alfas e de muitos jovens malandros e bandidos filiados a Yakuza, e o resto dos betas sãohikkikomoris , otakus ao extremo totalmente isolados de contato feminino.

É por isso que surgiu uma onda no Japão em que os betas viraram homens “herbivoros”, pois sem chances nenhuma com as mulheres, eles praticamente desistiram delas, e estão morando com a mãe, jogando videogame todo dia, e sem interesse nenhum em atividades sexuais (É compreensível isto pois estes jovens japoneses vivem um verdadeiro inferno na terra, sem terem a chance de executarem seu papel biológico, e lá não tem nenhum movimento da Real pra ajudar e levantar os caras)

Na Suécia é impossível para um homem viver dignamente, pois lá tem até leis que penalizam as MULHERES que querem ser mães e donas de casa com impostos altos para o governo.

Na China está havendo uma onda muito curiosa entre os homens beta, em que eles estão virando homossexuais, por existe 1 mulher para cada 30 homens, e na China uma mulher gorda, feiosa e barriguda tem poder total de barganha.

Nestes países, quem é Beta está fuzilado.

Nível: Médio-Alto
Países: EUA, Israel, Brasil, Inglaterra, França, Espanha, Itália, Argentina, Canadá
Situação: Possibilidades de Reversão
Descrição:

Embora vivamos no feminismo em grau médio-alto, tem SIM muitas chances de reversão, mas não se enganem, pois pelo jeito que as coisas estão podemos virar uma Suécia ou um Japão sem problemas, mas mesmo assim, aqui no Ocidente ainda existem forças que estão contra isto e estas forças são:

  • Nacionalismo Americano
  • Cristianismo Católico e Protestante
  • Maçonaria
  • Movimento da Real

Nacionalismo Americano: Nos EUA ainda tem muitas raízes conservadoras que não aceitam essa porra de modernidade feminista, e em geral estão no Sul. Tudo que acontece nos EUA se reflete no mundo, portanto a vitória dos nacionalistas americanos afetaria a política externa, e conseqüentemente nos afetaria.

Cristianismo Católico e Protestante: São as bases do Ocidentalismo Tradicional, e mesmo com este movimento sofrendo ataque de tudo que é lado, ele está ativo e está vivo e ganhando vitórias, vejam o exemplo dos Evangélicos aqui no Brasil que detiveram a PL 122.

Maçonaria: Parece estranho, mas sim, ela pode nos ajudar. Embora não saia muitas coisas na mídia sobre suas atividades, a Maçonaria sempre esteve por trás dos acontecimentos mais importantes do mundo, desde a Independência Americana até as Duas Grandes Guerras. E embora tenham maçons anti-ocidente tem muitos outros maçons lutando por nós e pelo que é correto, e os maçons honrados estão agindo neste momento para proteger o Ocidente e lutando para derrubar o Feminismo. E o porquê que a Maçonaria é algo tão importante para o masculinismo? Muito simples: MULHERES SÃO PROIBIDAS DE SEREM MAÇONS. (Até hoje o feminismo não tocou um dedo nos maçons, que são claramente machistas, porque será?)

Movimento da Real: Este movimento é praticamente um dos mais importantes para os homens ocidentais que estão isolados nesse tiroteio no escuro. Embora o feminismo esteja forte, ainda podemos ter nossas idéias e divulgá-las para os outros, e está surgindo muitos resultados.

Nestes países ainda temos chances de mudar as coisas. Mas tem que ter muito trabalho para isso ou viraremos uma Suécia Tupiniquim.

Nível: Médio
Países: Índia
Situação: Razoável
Descrição:

Saiu neste artigo aqui no Canal do Búfalo sobre a marcha das vadias na India, que foi um vexame pras moderninhas indianas.

A Índia é o ÚNICO país respirável para os homens. Lá a tradição cultural é muito intensa, pois conheci um cara que já foi pra Índia e relatou para mim como a coisa é lá, e de fato é um dos países que ainda podemos formar família sem as leis draconianas do Estado anti-homens de pensões, perder a guarda dos filhos para a mulher e etc…

Nível: Baixo
Países: Arábia Saudita, Afeganistão, Síria, Paquistão, Irã, Egito, Líbia, Iraque, Sudão, Emirados Árabes
Situação: Normalizada
Descrição:

Aqui o feminismo tá de pernas quebradas. Nos países islâmicos mulher modernete não tem vez, lá quem manda é os homens, e se encher o saco é decapitada na hora.

O povo islâmico não luta pelo país, mas pela fé deles, e eles matam e morrem por ela, por isso eles são tão perigosos.

E uma das coisas que torna o islã impenetrável pelo Feminismo é a Sharia.

Sharia é a lei islâmica, onde ela ordena que a mulher é totalmente propriedade do homem.

Se alguém for contra a Sharia é contra o Corão, e em seguida contra Maomé, e também contra Allah. E sendo contra tudo isto  tu está morto na terra dos árabes…

fonte: http://homenshonrados.com/forum/viewtopic.php?f=2&t=3559

Comentário do Barão: Só um pequeno adendo meu no caso dos islâmicos. Na Europa estamos vendo que muitas mulheres “resolvidas e independentes” apoiam abertamente o islã, não raro muitas delas se convertendo. Ué, mas não é este mesmo islã que é o opressor máximo das mulheres, chegando a arrancar o clitóris de muitas?!

 

3 comentários

  1. Ricardo

    Sergiovisk, você está certo.

    Para ver como a maçonaria é maldita, mentirosa e satânica, é só pesquisar sobre o tema “Guerra Cristera”, que ocorreu no méxico, e que foi fomentada pela maçonaria.

    Maçonaria, back to the hell.

  2. sergiovisk

    Discordo que a maçonaria pode nos ajudar. A picuinha dos maçons é com as religiões organizadas (principalmente as cristãs que se basearam na bíblia de constantino igreja catolica e suas igrejas filhas) e estão apoiando fortemente a queda dessas religiões “opressoras e alienantes e bla bla bla” . Tanto que, nos paises onde eles estão mais infiltrados e tem mais influencia (paises anglo saxoes) são os paises onde o feminismo/gayzismo/minoritarismo chorão é muito forte.

    O grosso do movimento maçom acreditam no “sagrado feminino” e “maria madalena esposa de jesus e mae de santa sara” e se deliciam com a imagem da volta do matriarcado, que foi massacrado pelo “imperio romano malvado e pela igreja católica malvada”. Se tem um movimento mangina por excelencia, é o movimento maçom.

    Eu não contaria com eles.

  3. yan

    Na Europa as feminazi apoiam o Islã para destruir o povo europeu. É como o marxismo cultural: Nos países soviéticos, ele pouco existiu, mas nos países democráticos e liberais ele se infesta.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: