«

»

dez 09 2011

Porque as mulheres adoram mangás?

Traduzido por Miguel, do fórum Homens Honrados

por Angry Harry 

Ontem à noite, forcei minha parceira a mudar de canal para assistir os últimos 6 ou 7 minutos de um programa chamado Sex TV – que nunca tínhamos visto antes. E, ao invés de ver hordas de jovens nuas para abrir o apetite para o programa que estávamos esperando – “Built for the Kill” – Meu deus! – que é sobre animais e suas mortais armas predatórias (p. ex., longos dentes afiados), fomos apresentados a um interessante documentário sobre o crescimento dos “mangás” (basicamente, revistas em quadrinhos) na cultura japonesa.

Enfim.

Uma desenhista de mangás japonesa falou sobre as fantasias sexuais que as japonesas tinham. E adivinhe qual estava bem no topo da lista? Sim, você adivinhou: a fantasia predileta da japonesa é ser estuprada.

É claro, isso não significa que essas mulheres realmente querem ser estupradas. Afinal, uma fantasia é uma fantasia. Por exemplo, tenho fantasias freqüentes sobre ser o Presidente dos EUA, mas não gostaria realmente desse emprego na vida real. (NT: Esfregarei este trecho na cara dos idiotas que vierem falar merda aqui…)

Mas os homens são freqüentemente punidos por suas fantasias sexuais atualmente. E, talvez um dia, se um homem for encontrado portando um desses mangás que retratam estupros, poderá ser processado criminalmente. Quem sabe? Esse é o caminho pelo qual estamos indo.

O outro ponto interessante abordado por essa artista de mangá foi que a fantasia do “estupro” presente nos mangás é mais popular entre mulheres do que entre homens!

É como sempre digo: as mulheres adoram a idéia de sofrerem abusos!

Elas amam isto!

Outra desenhista salientou que, “no Ocidente”, não se permite que as mulheres admitam tais fantasias, apesar do fato de que as têm aos montes, mas, de qualquer maneira, a cultura do mangá está, se expandindo para os EUA.

Eu aprendi tudo isto em apenas 6 ou 7 minutos assistindo Sex TV!

Sensacional! Tenho que assistir de novo semana que vem!

E os mangás também me fizeram lembrar de algo que eu não me recordo de ter falado recentemente: as terríveis conseqüências, para muitos homens, das onipresentesfantasias sobre estupro das mulheres.

1. Dado que milhões de mulheres têm fantasias sobre ser estupradas, é provável que as tenham durante o sexo. E, assim, é provável que interpretem o que está acontecendo numa direção errônea, consistente com essa fantasia. Certos movimentos, frases ou atitudes podem facilmente ser distorcidas se a cabeça de alguém está envolvida numa fantasia – nesse caso, de ser estuprada.

2. Dado que milhões de mulheres têm fantasias sobre estupro, então é lógico que milhões de homens se comportarão sexualmente de uma maneira condizente com essa fantasia tão comum. Afinal, eles querem excitar suas mulheres.

Não é surpreendente.

E, se as mulheres se excitam com a idéia de sexo agressivo, então é isto que os homens aprenderão a fazer!

Como conseqüência desse aprendizado, eles usarão a “agressividade” como um meio de fazer com que as mulheres se sintam bem.

Na realidade, essa agressividade funciona muito bem, mesmo – para muitos homens –NA MAIOR PARTE DO TEMPO!

Mas é aí que entra em cena a Srta. Vitimazinha. Ela também tem fantasias quentes sobre estupro ou sexo agressivo. E, com certeza, ela escolhe um tipo galã bombado que parece agressivo o suficiente para um pouco de ação – especialmente se ela estiver um pouco “bêbada”.

Eles vão para um quarto, ou para o carro. E, como previsto, ele faz mesmo o tipo agressivo. Ele transa com ela, mas ela não curte. Ou, talvez, no dia seguinte ela se sente enojada daquilo.

“Ele fedia como um porco. Doeu. Eu não gostei nada. Ele foi muito agressivo, mas não foi nada como eu imaginava na minha fantasia quente. Foi repulsivo. Eu fui estuprada!”

E assim, o que aconteceu aqui foi que esse homem agiu de uma maneira que ele aprendeu que excita as mulheres – e que a Srta. Vitimazinha também parecia querer experimentar – e, adotando esse comportamento, ele teve sucesso em agradar mulheres várias vezes, ano após ano, mas agora ele é acusado de estupro! (por exemplo, pense neste caso que aconteceu com Mike Tyson – grupos femininos querem proibir a entrada de Mike Tyson no pais)

Outro cenário que freqüentemente complica homens por fazer o que muitas mulheres querem acontece da seguinte forma:

Alice teve um encontro maravilhoso na quarta à noite. Ela conheceu Brad na balada. Brad era dominante, engraçado e caloroso. Uma coisa levou à outra. Eles transaram no apartamento dela. Ele foi bastante agressivo e insistente. Eles fizeram sexo. Foi ótimo. Ele era tão hábil e viril! Ele não passou a noite com ela, mas disse que ligaria alguma hora. Alice está excitada.

Alice conta a Polly.

“Eu conheço o Brad”, diz Polly, invejosa. “Ele estava no bar ontem na hora do almoço. Ele levou a Mary pra casa dele, e eu tenho certeza de que eles transaram.”

Subitamente, os sentimentos bons de Alice em relação a Brad foram totalmente aniquilados. Ela está completamente furiosa. Ela foi traída. Enganada. Ela talvez até reinterprete as ações agressivas e insistentes dele na noite passada como estupro. Ela pensa sobre o que aconteceu, e a sua dor e ressentimento vão crescendo e crescendo.

Na sexta-feira seguinte, ela vê Brad e Mary se beijando. Isto realmente a faz se doer. A dor vai até o fundo da alma dela. E ela não queria realmente transar naquela noite, não é? Ele agiu exatamente como se a estivesse estuprando. Em outras palavras, aquilo foi estupro. E isso é também o que a mídia doutrinada pelo feminismo diz a ela.

E agora, como Alice se sente em relação a Brad? Bem, agora ela acha que ele é um cretino dissimulado que a estuprou. Exatamente o contrário do que ela sentia antes.

Mas o que aconteceu naquela noite permanece inalterado.

Brad fez todas as coisas certas, que sua experiência lhe dizia que provavelmente excitariam Alice. E Alice respondeu bem a elas. Mas sob a fria luz do dia, e com Alice absolutamente furiosa porque ele esteve com outra mulher, todo o comportamento dele pode agora ser retratado como estupro.

E ela quer vingança!

Ela realmente precisa se vingar.

De fato, Theodore Dalrymple, o conhecido colunista britânico que trabalhou como médico de prisão por mais de 30 anos – e que não costuma defender nem um pouco os presos homens de que trata – pelo contrário, geralmente os castiga pelos seus comportamentos ruins – disse o seguinte:

“Pela minha experiência da prisão onde trabalho, homens acusados de fazer sexo com adolescentes menores de idade são freqüentemente denunciados à polícia (e, por conseguinte, fichados e presos) não porque transaram com essas garotas, mas porque pararam de transar com elas: e o inferno não conhece fúria tão grande quanto a de uma adolescente esnobada.”

Ademais, alguém realmente acredita que a maioria das meninas ocidentais com mais de 10 anos continuam ingenuamente ignorando o poder que têm quando dizem “fui abusada”?

E quantas meninas ocidentais com mais de 14 anos atualmente não têm total consciência do fato de que, quanto mais “provas” de “abuso” são capazes de reunir, e, assim, encorajar, mais poder detêm sobre alguém?

Enfim. Tendo tudo isso em mente, isto provavelmente fará seu sangue ferver…

“Homens devem garantir o consentimento: Homens precisam garantir o consentimento de uma mulher para o sexo para evitar acusações de estupro, adverte nova campanha lançada pelo Home Office (em inglês).”

Os resultados de uma pesquisa de opinião que lançamos no ano passado mostraram que uma proporção perturbadoramente alta do público culpa as próprias mulheres por serem estupradas,” disse a diretora Kate Allen.

Sim, e esta proporção tende a aumentar ainda mais perturbadoramente, graças às mentiras e a histeria desnecessárias geradas sobre o assunto.

Veja também um dos meus artigos mais importantes, Signing the Sex Consent Document (em inglês) para entender o que está acontecendo. Resumidamente, aqueles que trabalham na indústria do abuso se preocupam muito mais com o número de condenações que com a justiça.

Na realidade, eles querem que mais comportamentos normais – isto é, fantasiados, desejados e encorajados por tantas mulheres – sejam classificados como “estupro”; mas isso, é claro, apenas quando for essa a vontade da mulher – que, sabemos, varia imprevisível e precipitadamente de acordo com as ondas da menstruação.

Mulheres preferem vozes másculas

Mulheres preferem homens com vozes másculas, principalmente durante seus períodos mais férteis (em inglês).

Mas, é claro, sabemos que não é só o gosto delas em relação a vozes que varia mensalmente em razão da menstruação.

É tudo!

O que era uma piada semana passada é um insulto nesta. O que era gostoso semana passada agora tem gosto amargo.

O que era uma briguinha na semana passada agora se tornou uma guerra!

E, claro, o que foi um sexo bom na semana passada, agora é estupro incontido, brutal e forçado!

Oh, Angry Harry. Você deve ser um homem muito malvado para dizer coisas assim de mulheres.

Bom, Júnior, algumas mulheres são exatamente como as descritas. E não estou falando de um punhado de mulheres, não senhor. Talvez algo como meio milhão no Reino Unido e 2.5 milhões nos EUA; veja, por exemplo, Tensão Menstrual Permanente.

Veja também…

Have You Been Raped Recently? (em inglês)
… para descobrir apenas um dos truques usados por pesquisadores governamentais dominados por feministas para inflar maciçamente os números de estupros.

E,

EastEnders – A novela favorita das britânicas.

fonte: http://angryharry.com/esWomenLoveManga.htm

5 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. O-Katana Mangá

    Eu venho acompanhando esse canal de vez em quando pois concordo com muito do que escrevem aqui e também estou aprendendo a analisar friamente as mulheres. Mas sr.Harry, como estudioso do mangá deste meus 13 anos, dá sua influência na cultura e sociedade japonesa e o no fenômeno otaku, que é considerado até hoje uma doença, posso dizer que você se precipitou. Eu concordo completamente que uma das fantasias universais femininas é serem estupradas e molestadas, mas falo isso como um homem normal que viu de perto isso, e não como otaku. Mulher ter esse tipo de fantasia não tem ligação com mangás, porque a maioria dominante de mulheres no Japão que colecionam mangás no mesmo grau que os homens são fujoshi (mulheres pervertidas, podres) e seu gênero popurla para elas são o yaoi, romances ou pornografias entre homens ou shoujo que são mangás de maioria romances em que os homens tem um aspecto afeminado e é um típico cavaleiro branco. Se algumas mulheres lêem mangás do gênero hentai com conteúdo de estupro é simplesmente deve rolar uma identificação. Mas hentais em sua maioria são feitos por homens e para homens. Quem domina esse mercado é os homens e o lucro bruto é gerado por eles. Hentai na maior parte das vezes servi é a expressão de como colocar as mulheres em seu devido lugar e como destruir sua imagem de pureza e transforma-las em cadelas sedentas por sexo. Mas para os homens otaku as garotas dos mangás não são iguais as de carne e osso. As garotas 2D são superiores, melhores e uma garota do cotidiano nunca teria chances pois como um dos camaradas mesmo disse “Garotas reais não são como deveriam ser” e nunca serão. Aliás os otakus está incluidos nas pesquisas dos homens herbívaros pois preferem namoradas virtuais as “reais”.
    Esse pessoal aqui do Brasil, na regra, são somente fãs leitores de mangás e que assistem animes e as meninas estão incluidas. E eu particularmente falando, que sou contra religiões monoteístas (cristianismo encabeça ela), contra moralismo e verdades absolutas, aprovo a medida de trocar mulheres reais por virtuais.

  2. Averdade

    Está aqui a prova definitiva de como as mulheres adoram a fantasia de serem estupradas e o pior ainda por bandidos na cadeia,depois o bando de feministas de merda não sabem o motivo porque as mulheres são estupradas sendo que elas procuram por isso mesmo.

    http://youtu.be/fdmVgGD6UzQ

  3. Fernando

    Se a maioria dessas vadias adoram dar para bandidos e cafajestes que as tratam igual merda imaginem então o fato delas terem a fantasia de serem estrupadas,o instinto feminino é completamente doentio não foi a atoa que as mulheres foram tão reprimida em todas as épocas do passado e com a ascensão do feminismo o instinto biológico dessas vadias se revelou ao máximo.

  4. Ricardo D

    Nessa o Angry Harry forçou a barra. Mangá não passa de histórias em quadrinhos, com vários gêneros, e estupro só é mostrado em “mangás adultos”, pornográficos, que são uma minoria
    Você verá desde histórias de “romance” tipo Sabrina até histórias para crianças, adolecentes (separados por gênero sexual) ou adultos. Realmente você verá muito estupro em mangá pornográfico, mas é porque existe muito estupro em filmes pornôs japoneses.
    Tirando esse erro de interpretação o texto ficou bom.

  5. koem

    LOL! Ryo narushima do mangá SHAMO entao deve ser o “GALÔ das mulheres japonesas!kkkk

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: