«

»

dez 06 2011

No que os blogueiros masculinos falham?

por Angry Harry 

Será que muitos blogueiros masculinos entendem realmente do que eles estão falando? Em grande parte não, pelo que vejo.

Eu frequentemente fico navegando pela internet e gasto horas e horas lendo vários blogs que abordam uma grande variedade de assuntos.

E ficou muito surpreso com muitos talentos que vejo surgir por aí.

Claro, ainda há muito lixo, mas mesmo assim parece não ter fim a variedade de assuntos onde muitas pessoas se tornaram peritas, nos passando informações muito melhores das quais você encontraria na grande mídia – que, aparentemente, parece que não tem mais nada de realmente interessante para nos informar – exceto, talvez, quando se trata das “notícias” mais recentes.

E, quando o assunto é politica, a maioria dos especialistas da internet são homens – uns 80%, de acordo com uma pesquisa que vi uma vez, e é algo que está de acordo com minha própria experiência.

E então, por esta causa é surpreendente ver como as questões femininas – feminismo, principalmente – parecem dominar completamente as idéias do mundo ocidental (e com isso exercendo uma força maléfica sobre o bem estar dos homens) e quão poucos destes “especialistas políticos” estão preparados para debater sobre estes problemas – pelo menos quando se trata de seus próprios blogs e seus vários pronunciamentos.

Porque?

Porque estes homens tem tanto medo de debater com feministas?

Será porque eles não enxergam número imenso de malefícios que são despejados em suas próprias culturas e sociedades – e por consequência, sobre eles mesmos – pelo dilúvio bem organizado do ódio sistemático aos homens propagados por feministas, a indústria da violência e do abuso e dos governos?

Ou é apenas porque eles nem ligam para isso?

Realmente, não sei a resposta exata a esta pergunta.

Mas eu sei de uma coisa.

A não ser que os ativistas e especialistas políticos masculinos comecem a se tocar e realmente fazer algo contra esses grupos e organizações que demonizam os homens, as coisas irão ficar feias para eles mesmos.

Afinal, esses grupos de ódio são financiados incessantemente com bilhões de dólares em todo o mundo ocidental – e eles não vão desaparecer sozinhos.

Além disso, é claro, eles sempre terão mais um golpe a ser desferido contra  os “homens” escondidos em suas mangas, simplesmente para continuar a justificar seus salários, pensões e impérios imensos (veja o artigo em inglês Igualdade entre homens e mulheres não é possível.)

Por exemplo, a indústria do abuso continuará expandindo suas definições do que é um “abuso” indefinidamene, independente de quão bem os abusos anteriores foram “eliminados” da sociedade.

Um exemplo, no Reino Unido, escrever uma carta furiosa para sua ex companheira já considerada uma forma de “violência” pelo governo.

E enquanto estes grupos – que essencialmente se alimentam sem parar através da propagação do ódio contra o homem comum – continuar sendo financiado e com apoio, eles jamais desaparecerão.

E se a maioria dos blogueiros do sexo masculino e aficcionados por política continuarem a esconder a cabeça feito avestruzes quando o assunto é “questões de gênero”, o que afeta não só vocês mas também seus entes queridos, toda esse ódio direcionado aos homens só ficará maior.

E é claro, se eximindo de discutir estes assuntos você deixará de chamar a atenção e o possível apoio de um público muito mais amplo que você já tem hoje – os “homens”.

Afinal, os homens são a metade da população mundial, e como mostrado acima, são os homens que praticamente dominam totalmente as discussões políticas.

Então, porque não abordar as preocupações masculinas relacionadas aos assuntos que você aborda?

As mulheres que participam das discussões políticas sempre estão preocupadas como aquilo irá afetá-las enquanto mulheres, mas a maioria dos homens que participam das discussões políticas parecem estar nem aí como estas discussões irão afetá-los enquanto homens.

E de fato, esta falta de interesse neste problema me sugere que estes especialistas não são tão inteligentes e realmente entendidos nos assuntos que julgam dominar.

Pegue o exemplo daqueles homens que se dizem “libertários”.

Geralmente estes homens estão empenhados em fazer que o governo pare de se intrometar demais na vida das pessoas.

Isso tudo enquanto os governos ocidentais estão aumentando seus poderes sobre os cidadãos nas últimas duas décadas através da agenda feminista (veja meu artigo em inglês Porque o Governo ama o Feminismo).

E assim, quando, por exemplo, visito os sites destes “libertários” e não vejo nenhum pio sobre isso, eu começo a pensar se eles realmente entendem o que está acontecendo.

E o mesmo vale para os que se declaram “conservadores”.

Eles reclamam muito de coisas como os altos impostos, governo muito grande, educação ruim, a desintegração familiar, a situação econômica, a guerra e muitos outros assuntos, mas há muito pouca discussão de como todas essas coisas afetam os “homens”.

Mas abordar estes assuntos sem levar em consideração como estes problemas afetam os homens – a metade da população – realmente não há muitas chances de se entender alguma coisa.

Além disso, me parece que muitos destes especialistas masculinos estão falhando miseralvelmente em ver o que realmente está acontecendo por aí. Por exemplo, eles parecem ignorar totalmente que o grupo de interesse composto pelos homens é um grupo muito maior que todos os outros grupos políticos juntos.

É verdade, nenhum grupo político masculinista ainda não se organizou numa força política importante, mas há muitos homens lá fora do que libertários, consevadores, militantes de esquerda, o que seja. E essa voz está ficando cada vez mais alta.

E o grande erro em não enxergar este imenso grupo – muitas vezes por nem sequer reconhecer sua existência – sugere uma notável falta de perspicácia daqueles que dizem que gostariam de mudar as coisas para melhor ou daqueles que proclamam que tem boas idéias de como se fazer isso.

Mas se eles ignoram o impacto que suas idéias teriam sobre os homens eles são tão inúteis como ecologistas que não consideram a importância das plantas no bem estar dos animais.

Além disso, graças a internet, a “consciência” masculina está preparada para se expandir. E ela acabará sendo muito maior e mais persuasiva que qualquer outra força.

E como isso poderia ser evitado? Só se a internet for fortemente censurada ou fechada no futuro.

Portanto, meu conselho a todos os blogueiros e especialistas homens que escrevem por aí é usar esta força imensa e oculta em sua vantagem e tentar entendê-la. E para aqueles que não querem fazer isto, então me parece que sua percepção da realidade atual é bem fraquinha – tanto assim que suas análises não valem o tempo gasto para lê-las.

Além disso, o feminisno na prática é uma ideologia nojenta, não muito diferente das  idéias que o nazismo tinha em seu início. E muitos daqueles que são feministas geralmente tem o mesmo tipo de mentalidade – quando o assunto são os homens – que os nazistas tinham em relação aos judeus.

É basicamente a mesma mentalidade.

O feminismo também custa alguns bilhões de dólares todos os anos, e isto está impactando negativamente em diversas áreas do bem estar da população (veja o artigo em inglês Os benefícios do Feminismo?)

Está tudo aí, bem na frente de seus narizes, bem fácil de se ver.

Então, por favor, comecem a agir em grupo e lutem contra estas coisas em seus blogs e artigos, ao invés de meramente ignora-los ou fugir destes problemas.

Em outras palavras, acordem e ajudem a jogar esta ideologia perversa na lata de lixo da história – daonde ela jamais deveria ter saído.

Eu não tenho dúvidas que um dia o feminismo finalmente será desmascarado ao públic,o e acredito que muitos dos funcionários que trataram os homens com total desrespeito serão penalizados por estes abusos, nem que isso leve 20 anos.

Afinal, milhares de homens todos os anos são prejudicados seriamente em suas vidas por funcionários públicos inescrupulosos agindo com base nas políticas podres feministas. E não há porque estes homens não devam buscar uma reparação.

E eu não ficaria surpreso em ver todos estes intelectuais e acadêmicos que apoiam ou apoiaram o feminismo serem difamados e condenados ao ostracismo da mesma maneira daqueles que apoiaram o nazismo.

Como tal, sugiro que lutemos para que esta “guerra” termine o mais rápido possível com uma vitória nossa; assim removendo dos nossos países essa ideologia execrável que envenena a nossa sociedade.

Sugiro também que articulistas e blogueiros que as duas formas mais efeicazes de desmascarar o feminismo, que é demonstrar aos seus leitores que por um lado o feminismo não prega a igualdade, mas sim é sobre dar poder e dinheiro para grupos interesseiros e, por outro, que ele se desenvolve principalmente através de jogar homens, mulheres e crianças uns contra os outros (veja no meu artio em inglês Porque o governo ama o Feminismo)

Resumindo, uma ideologia extremamente insidiosa e desagradável.

E se você for um comentarista político, poderia gentilmente em seguida fazer um esforço para ajudar a esclarecer o seu público sobre este fato bastante prejudicial a todos.

Finalmente, se você não considera analisar o impacto que várias políticas tem sobre os “homens” – lembre-se, um dos maiores grupos do planeta – e não vê também que o feminismo é o grande responsável tanto pelo aumento de gastos governamentais quanto da interferência que o governo impõe as pessoas há mais de décadas, então, francamente, não sei qual é o valor dos vários debates nos quais você se envolve.

Pelo menos para mim, nenhum valor ao todo. E no futuro, mais gente poderá perceber isto.

Perdoem-me por ser ofensivo. Mas se vocês se consideram libertários ou conservadores, então vocês estão fadados a ser um grupo bem fraco se não pararem para analisar e denunciar uma das maiores causas dos problemas que mais os atormentam.

Fonte: http://www.angryharry.com/esFailingMiserably.htm?EA

 

1 comentário

  1. Leandro

    Espero que deem atenção a esse post

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: