«

»

dez 01 2011

Feminismo e o mau uso das estatísticas

por Dark Avenger

O feminismo é um movimento que já perdeu o sentido totalmente nos dias de hoje, e está repleto de hipocrisia e contradição no meio. As mulheres já conseguiram vários direitos e benefícios, e hoje gozam de uma situação bem mais confortável do que o homem. Mas elas insistem em continuar obtendo cada vez mais direitos e benefícios, o que é bastante injusto para com os homens, tendo em vista que quanto mais honesto o cara for, mais ele come o pão que o diabo amassou.

O assunto já é bastante explorado por outros contribuidores do movimento masculinista, como o Sr. X e o Lobo Sagrado:

http://lobosagrado.blogspot.com/

Agora eu vou brevemente colocar o meu ponto de vista antes de chegar ao ponto principal do texto. Existem vários motivos que leva a alguém esclarescido ser contra o feminismo. O primeiro e mais importante de todos (mostrado no vídeo acima), é que o feminismo acaba com a família tradicional. Penso que um ambiente familiar bem estruturado sempre será o melhor lugar pra se viver, e lugar ideal para criar os filhos. Por que a cada dia aumenta o número de crianças toscas e imbecis, que seguem modas ridículas (emos, coloridos, etc)? Por que a cada dia os jovens iniciam cada vez mais cedo nas relações sexuais? Por que o índice de violência nas escolas aumentou tanto? Porque a família tradicional está destruída! Sem um pai viril e honrado e sem uma mãe atenciosa, fica difícil garantir uma educação correta para as crianças!

Para conseguir alcançar seus objetivos, as feministas dispões de várias armas. A mentira e o vitimismo são as principais. Para acabar com a família tradicional, muitas mentiras são espalhadas. Primeiro vem a demonização do “machismo” e em seguida, a associação do machismo a sociedade patriarcal. Hoje a concepção de machista é a um cara canalha e estúpido. Associaram o “machismo” à cafajestagem, quando na verdade machismo simplesmente é a crença que o sexo masculino, para a sociedade, é o mais importante gênero. E para finalizar, as feministas usam sempre em seus textos “a sociedade machista e patriarcal”, de modo a queimar o filme do patriarcalismo e consequentemente, destruir a família tradicional.

Com a candura inerente do sexo feminino, elas promovem campanhas posando de vítimas, para conseguir o apoio da população. Some isso à carência afetiva de inúmeros homens, e teremos vários homens se sensibilizando e apoiando essa causa estúpida. Estes homens se esquecem da situação miserável que vivem, e traem sua própria classe, em favor das feministas.

Quero esclarecer que eu não sou intolerante, e eu apóio que cada um tem o direito de fazer o que quiser da vida. Se uma mulher quer viver uma vida promíscua e ser uma grande profissional, em detrimento do seu papel de mãe e esposa, tudo bem! Eu não concordo com esse estilo de vida, mas é uma opção dela. Porém, o feminismo é uma praga, e estas idéias contaminam as mentes das mulheres em geral, ficando difícil nos dias de hoje encontrar uma mulher adequada à formar família.

Voltando a falar das mentiras, como diria o escritor e político Benjamin Disraeli: “Há três tipos de mentiras: mentiras, mentiras horríveis, e estatísticas”. A estatística é uma boa ferramenta para mentirosos, mas poucos se tocam disso. Junte o movimento feminista, que é mentiroso por natureza, e a estatística, que é uma ferramenta usada por mentirosos, e o que temos? Isso mesmo, mais mentira e dissimulação espalhadas por aí. As feministas usam vários dados estatísticos para se afirmarem de vítimas da sociedade machista e patriarcal:

A cada segundo, morre trezentas mulheres vitimas de violência doméstica.

As mulheres recebem 35% dos salários dos homens e trabalham 3,5 horas a mais. (só para ilustrar)

Mas precisamos ter muito cuidado com esses dados. Será que eles são válidos? Será que eles significam algo? Estatísticas podem ter valor nulo devido a inúmeros fatores. Isso pode ser causado propositalmente, ou de forma acidental, por falta de habilidade do estatístico. Dentre os fatores estão: pequenas amostras, mau uso das porcentagens, mau uso de gráficos, questões tendenciosas, dados ausentes, entre outros. A lista de fatores que pode comprometer um dado estatístico é enorme, e vários livros são dedicados a este assunto.

O aspecto que as estatísticas feministas mais pecam é: “Estudo de interesse próprio”. Por exemplo, O jornal New York times publicou um artigo que era favorável ao uso do chocolate na alimentação saudável, apontando vários benefícios no uso do chocolate para a saúde. A Mars Inc., companhia de doces e a Chocolate Manufactures Association financiaram grande parte da pesquisa. O que há de errado neste estudo? Ora, o estudo é totalmente tendencioso, e o interesse é o aumento no consumo do produto, de forma a aumentar os lucros de quem? Dos financiadores da pesquisa!

Portanto, muito cuidado ao se deparar com pesquisas e estudos pró-feminismo, as chances de tais estudos não terem validade alguma é enorme. Infelizmente, a “massa”, é incapacitada o suficiente para cair nesse golpe, e se sensibilizar com a causa feminista, apoiando esse movimento.

____

Fonte: “Introducão à Estatística”, de Mario F. Triolla.

2 comentários

  1. Culex

    O vídeo não existe mais…

  2. luca55ilva

    Uma coisa interessante, sempre que puder, pegue os números aprensentados por essas falsas estatísticas femininas e faça uma extrapolação matemática para esfregar na cara delas o quanto esses dados são surreais! por exemplo, vamos usar esse dado das 300 mulheres que morrem por segundo vítimas da violência doméstica, vamos supor que se refere ao Brasil,, bom 300 mulheres por segundo, vezes 3.600 segundos é igual a 1.080.000 mulheres morrendo por hora, isso é uma população de Campinas morrendo por hora, é duas vezes a quantidade de mulheres de campinas sendo assassinadas, POR HORA!! bem surreal né?? se continuarmos a extrapolação chegaremos ao dado alarmante e mentiroso que se essa taxa de mortalidade continuar, em pouco mais de 3 dias, mais de 90 milhões de mulheres serão mortas por violência doméstica, ou seja, toda a população feminina Brasileira!! um verdadeiro holocausto né?? mais eficaz do que qualquer lei marcial ou epidemia de virus mortal! hehe

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: