«

»

dez 09 2011

EastEnders – A novela favorita das britânicas – parte 1

Artigo bem interessante escrito por Angry Harry que toca num ponto bem delicado: será que muitas destas mulheres que apanham e sofrem abusos diversos de seus parceiros monstruosos na verdade não estão CURTINDO isto de alguma maneira, num desejo masoquista doentio? O articulista faz um interessantíssimo paralelo com as novelas britânicas, onde as com mais audiência feminina são justamente aquelas que tem como um dos temas centrais o abuso contra a mulher (realidade não tão diferente assim da brasileira…). Tirem suas conclusões…

(Obs: antes que algum idiota pergunte: NÃO, SOU TOTALMENTE CONTRÁRIO À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, TANTO CONTRA HOMENS OU MULHERES. Mas não é porque você é contra algo que você não pode tocar no assunto ou tentar analisá-lo sob outra ótica, principalmente se você nota uma estranha tendência acontecendo.)

por Angry Harry 

O que segue, segundo o arquivo de seriados da BBC, é uma amostra do que aconteceu durante os dois EPISÓDIOS DE NATAL da novela britânica EastEnders:

Kat achou Kelly, mas era tarde demais. Zoe fugiu. Roxy bateu em Kelly para descobrir para onde Zoe tinha fugido. Kelly conta para Kat onde Zoe foi.

Roxy encontra Zoe e a agarra. Enquanto ela a arrasta para o seu carro, Kat chega em tempo com Anthony. Ela dá uma cabeçada em Roxy e salva Zoe!

Trevor enfia o rosto de Mo no prato que ela comia. Ele joga o prato no chão , e joga a sua esposa em cima dele, fazendo com que ela coma o peru.

Trevor para com as agressões e pede desculpas. O rosto dela está cheio de molho mas ela o perdoa. Ela garante que ele será um ótimo pai algum dia.

Trevor descobre sobre que Mo tomava pílulas contraceptivas. Ele fica furioso e a espanca. Enquanto isto, Pat acha o relógio de Roy com Jane.

É isso aí, amigos. É assim que a BBC espalha boas vibrações durante o natal.

Alvíssaras, ao estilo britânico!

Será que as britânicas não adoram ver abusos domésticos? Elas não querem escapar disto. Elas amam isto.

Quando isto não está acontecendo com elas, milhões delas sintonizam suas tvs, pois assim elas podem embriagar suas consciências com o abuso, violência doméstica, abuso sexual e outtras coisas tenebrosas.

Não há dúvidas que tais coisas excitam as britâncias. Elas são sedentas por isto. Elas procuram isto. Elas se refestelam nisto. Elas só falam sobre isto!

E é claro, elas aparentemente desejam passar por isto.

E para fazer isto com segurança, elas diariamente assitem suas novelas.

Como a mídia está careca de saber, retratar sem parar homens como “malvados” de alguma maneira, e tendo mulheres e crianças como suas vítimas preferenciais, as vendas de seus produtos só irão aumentar

As novelas e livros que elas gostam mostram muito bem quantas mulheres adoram materiais que a mostram como vítimas indefesas de algum machão opressor.

Faça com que este abuso se torne sexual, e o número de fãs só irá aumentar. (Veja também o meu artigo Mike Tyson – Mulheres adoram homens violentos)

Aliás, uma das coisas mais doentias que já tive que assistir na tv, que me assombra até hoje (você sabe, é daquelas do mesmo naipe da menina vietnamita correndo nua e cheia de queimaduras, ou do JFK sendo baleado) é justamente uma que demonstrava muito bem a satisfação sexual de duas “assistente sociais” de meia idade gordas e arrogantes, que estavam COAGINDO uma menina de 5 ANOS DE IDADE a aceitar a idéia que seu pai a masturbava regularmente (o que a garota negava veementemente), enquanto dizia a ela que se ela não mudasse de idéia e acusasse seu pai de abuso sexual, ela nunca mais o veria novamente.

“Você não poderá mais ver o papai até nos dizer o que ele fez com o dedo…”

E ficaram repetindo isto, de novo e de novo. A garota chorava e repetia sem parar que o pai dela não tinha feito nada disso.

Lembrem-se: Ela tinha 5 ANOS!

Elas acalmavam ela, a distraiam com outras coisas – como uma boneca – e retornavam com as ameaças. Este “interrogatório” durou 2 HORAS.

E aconteceu DUAS VEZES!

Eu gravei isto, e quando eu e minha esposa vimos, nós mal podíamos acreditar no que estávamos vendo. O que víamos ali era uma excitação sexual totalmente sadista sobre uma indefesa menina de 5 anos e o seu desconforto por falar sobre sua vagina.

Elas não estavam nem aí com o bem estar da criança. Estas mulheres arrogantes, maliciosas e sadistas estavam, simplesmente, se excitando sexualmente ao forçar uma menininha a falar sobre experiências sexuais que ela claramente não teve, ou nunca pensaria em ter.

E os objetivos delas eram óbvios. Era quebrar a resistência da garotinha para fazê-la falar coisas sexuais, em detalhes, e junto com isto ter a satisfação perversa de destroçar na justiça um homem inocente – não importando se para isso teriam que destruir uma criança junto.

Isto é realmente nojento.

Estas monstrengas tem como missão destruir os laços entre um pai e uma filha e destruir um relacionamento sadio entre os dois para sempre, não importando se para isso elas tenham que criar alguma mentira para mandar o pai inocente para a cadeia.

Será que você imagina o que este homem teria que passar na cadeia?

Imagine o que seria ter a sua filha sofrendo uma lavagem cerebral para fazê-la acreditar que você a abusou sexualmente por duas “assistente sociais” sádicas, e que são apoiadas por nosso sistema legal CORRUPTO que simplesmente ama tacar homens inocentes na cadeia mesmo SEM TER provas?

E o que faz meu sangue ferver ainda mais é saber que estas sadistas são PROTEGIDAS pela lei e são encorajadas a se comportarem deste jeito pela indústria do abuso e pelos grupos feministas que os apóia.

De qualquer forma – e prosseguindo com o assunto original – para aqueles que ainda duvidam do fato que as novelas mais famosas incitam a demonização ao homem e que continuam a fomentar que todos os homens não passam de estupradores e mentirosos, um exemplo de uma coisa que acontece NORMALMENTE por aí. (Na caso, a novela Brookside, com grande audiência, foi alvo da Sociedade Nacional de Prevenção da Crueldade contra as Crianças da Inglaterra – NSPCC):

Assistentes sociais exigiram que os roteiristas mudem a “irresponsabilidade” de ter como personagem um garoto de 9 anos que faz falsas alegações. Eles temem que isto faça que vítimas genuínas sejam desacreditadas, mesmo que seja raro crianças fazerem reclamações de abusos. Jim Harding, chefe executivo do NPSCC, teve uma reunião com os produtores da atração feita em Liverpool … (infelizmente o link saiu do ar)

Homens nunca devem ser acreditados. Só mulheres e crianças falam a verdade.

Até na ficção!

E é isto que o seu dinheiro promove quando você faz doações para esses caras.

Peguei um trecho de um resumo de um dos livros de ficção voltados para as mulheres mais vendidos na semana do NATAL, A Jornada, de Danielle Steel:

Maddy tinha cada vez mais em sua carreira bem sucedida, mas isso fazia aumentar o ressentimento de Jack e seu desejo por controlar a vida dela aumentava a cada dia, fazendo com que sua vida se transformasse num inferno neste casamento conturbado. (…) Quando Maddy se une na recentemente formada COMISSÃO DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, as terríveis histórias que ela escuta de outras esposas aterrorizadas faz com que ela entre numa jornada que irá ajudá-la a quebrar o ciclo de medo que ela vive.

Mulheres britânicas simplesmente amam afogar suas mentes no abuso. Mesmo durante o natal! Elas AMAM isto.

Elas pagam para isto, leem páginas e mais páginas sobre isto, ficam ligadas na tv por horas para ver isto, demandam altos recursos governamentais para expor isto, falam incessantemente sobre isto e abusam sadisticamente garotinhas de 5 anos de idade e destroem seus pais para poderem ter satisfação sexual nisto.

O que milhões de mulheres atualmente procuram, diariamente, tem envolvimento com “abuso” – TV, rádio, livros, revistas, entrevistas, a vida real! – este é um FATO que joga no lixo todas as pesquisas idiotas sobre abuso doméstico que só se baseiam no comportamento masculino para tirarem suas conclusões.

E este FATO também dá uma evidência enorme que demonstra bem que as britânicas amam o abuso.

E é por isto que Eastenders é a novela favorita das britânicas.

Ela é recheada de abusos. Até mesmo no Natal!

fonte:http://www.angryharry.com/esEastendersTheUKwomansFAVOURITEsoapopera.htm

Continue a leitura do artigo. Clique aqui.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: