«

»

dez 06 2011

Desmontando uma falácia feminista: como as “muié” inventaram inventoras

por Paul Elam

Começo este artigo agradecendo a leitora Sonia, que comentou o artigo de Angry Harry chamado “Por que os homens são mais inteligentes que as mulheres”.

A Sonia diz:

“Eu não acredito que estou me importando em não ignorar sua idiotice, mas criança, é difícil inventar coisas se as pessoas a PROÍBEM DE IR PARA A ESCOLA. Meu deus homem mulher só puderam votar só no começo deste século, mulheres não podiam nem abrir um pedido de patente só por ser mulher, então elas tinham que abri-lo com o nome do marido, e muitas autoras femininas tinham que publicar suas merdas sob pseudônimos.
Você me faz rir”

Primeiro, ao analisar como a Sonia não tem lá muito cuidado com a língua e sua falta de qualquer argumento racional do porque mulheres não são inventoras, ela é que foi negada ter acesso a educação.

Coitada. Não sabia que o patriarcalismo vil e cruel ainda estava tão eficiente em sua opressão.

Mas quem sabe uma alta dose de verdade ajude ela diminuir essa falta de conhecimento. E é muito fácil saber porque ela é tão desinformada. Todo mundo em que ela acreditou estava mentindo para ela.

Vamos lá, irmãos e irmãs, vamos dar uma mãozinha a ela.

Thomas Edison

Primeiro de tudo, educação não tem nada a ver com ser inventivo. Bem, tirando a educação feminista que é mestra em inventar coisas como diferença salarial, estatísticas de violência doméstica, novos e mais mirabolantes tipos de estupro, e agora, inventar inventoras.

Quando o assunto é invenção, considere o que vem a seguir. Thomas Edison, provavelmente um dos maiores inventores da humanidade, foi educado em casa por sua mãe e teve pouca educação “convencional”.

Benjamin Franklin estudou só por um ano. O mestre supremo do patriarcalismo foi filho de um fabricante de sabão pobre e não pode pagar por mais de um ano de escola.

Os irmãos Wright nunca passaram do Ensino Médio. E leia este pequeno trecho da história de Henry Ford:

“Ele estudou até os 15 anos, tempo que ele começou a desenvolver aversão à vida rural e uma fascinação por máquinas. Ele tinha pouco interesse na escola e era um aluno pobre. Ele nunca aprendeu a ler e escrever direito. Ford somente escrevia usando as mais simples das sentenças. Ele preferia era ficar mexendo em objetos mecânicos, principalmente relógios. Ele consertou seu 1º relógio aos 30 anos, e continuou a consertá-los somente por diversão durante toda a sua vida. Mesmo ele não gostando de trabalhar na fazenda, ele sabia do grande valor que o trabalho duro e a responsabilidade tinham.”

Henry Ford

Será que terei que citar mais homens que não tiveram educação formal e que revolucionaram o mundo para a Sonia poder choramingar pela internet?

Ok…

Louis-Jacques-Mandé Daguerre, que largou a faculdade de arquitetura, inventou o primeiro processo viável de fotografia. Thomas Savery, que entre muitas coisas inventou o motor a vapor, não teve nenhuma educação formal conhecida. Elias Howe inventou e patenteou a primeira máquina de costura. Também, não tinha educação formal. George C. Devol Jr., que além de outras 40 invenções inventou também o primeiro robô industrial, também não tinha educação formal.

Eu posso continuar aqui e testar sua paciência só postando inventores que não tiveram uma educação formal. Se eu for citar todos os inventores masculinos, não irei apenas testar sua paciência, mas irei é testar o limite de banda do nosso site.

E aliás, estou aqui para falar sobre as inventoras, ou pelo menos aquelas que as são comprovadamente. Mas para fazer isto precisamos primeiro limpar todo o lixo que o discurso feminista coloca na história. Este lixo sempre vem em abundância quando as feministas é que estão mostrando os dados – ou mesmo quando elas só são chamadas para dar uma opinião.

Procurei pela internet sobre as grandes invenções femininas na história. Assim, consegui uma pequena lista de invenções magníficas feitas pelo sexo frágil. Esta lista aparentemente está sendo passada por aí em correntes da internet.

A maioria dos sites e fóruns que hospedam esta lista tem graciosas observações acompanhando a lista, como “Todas as invenções que os homens tem que agradecer às mulheres por tê-las.”

Só que há um pequeno problema. Quase nenhuma informação nessa lista é correta, e algumas são falsificadas. Resumindo, a lista de invenções femininas não passa de uma invenção.

É triste não poder patentear mentiras. Vou poupar vocês das piadinhas, mas não da oportunidade de esclarecer vocês.

A experiência me diz que emiuçar cada mentira feminista dá um trabalho infernal que não gera muito retorno, então para facilitar só chequei as 15 primeiras invenções, exatamente como aparecem na lista. Das primeiras 15, 9 tem treta. Variam de exageros na participação da mulher na criação da invenção ou eram mentiras deslavadas, fico até me perguntando o que a pessoa tinha na cabeça para ter colocado certos nomes nessa lista.

Eu qualifico essa minha pequena pesquisa como um tanto apressada, mas eu pesquisei o máximo que pude em cada uma das 15 para poder afirmar com boa margem de segurança que 9 delas tem problemas.

Mais explicações depois, mas primeiro vamos a lista e as fontes que refutam as bobagens, exceto onde não consegui achar informações melhores (obs: todos os links estão em inglês).

1 – Recipiente para bateria: Nancy Perkins, 1986 – não consegui mais informações
2 – Colméia: Thiphena Hornbrook, 1861 – bobagem
3 – Aspirador de pó: Nancy Perkins, 1987 – bobagem total
4 – Aquecedor automotivo: Margaret Wilcox, 1893 – boa parte da história é bobagem
5 – Serra Círcular: Tabitha Babbitt, 1812 – correto
6 – Programa de Computador: Augusta Ada Byron, 1842 – bobagem parcial
7 – Fogão: Elizabeth Hawk, 1867 – bobagem total
8 – Modelo de construção de represas e reservatórios: Harriet Strong, 1887 –bobagem total
9 – Envelopes de envio em massa: Beulah Henry, 1962 – correto
10 – Lavadora de pratos: Josephine Cochrane, 1872 – correto
11 – Bebedouro: Laurene O”Donnell 1985 – verificado parcialmente
12 – Aquecedor elétrico de água: Ida Forbes, 1917 – bobagem total
13 – Ferrovia elevada: Mary Walton, 1881 – bobagem totalaqui também diz sobre isto
14 – Escapamento de carro: El Dorado Jones, 1917 – bobagem parcial
15 – Controle de Feedback para processamento de dados: Erna Hoover, 1971 –correto

Como falei, sempre que achei fontes que refutassem a autora da invenção, eu a linkei. Para aqueles que não estão a fim de ficar clicando e lendo tudo isso, deixa eu só resumir alguns dos problemas que encontrei.

Eu procurei um bocado por mais fontes que confirmavam que o recipiente para bateria criado por Nancy Perkins em 1986. Achei muitas referências sobre isto, mas TODAS eram sobre esta lista e nenhuma dela tinham outras fontes.

Então, enquanto não posso afirmar com certeza que o recipiente para bateria foi criado por ela, a única fonte que eu tenho sobre isto é a lista. Nem tem como saber que tipo de recipiente de bateria é esse. Será que ela “criou” uma caixa para a bateria?

É difícil saber sem mais informações. Isso até eu ter uma confirmação…

Mas quando temos mais informações, ficamos ainda mais incrédulos. De acordo com a lista, Harriet Strong inventou um modelo de construção de represas e reservatórios em 1867.

Como? Inventou a construção de represas e reservatórios?!

Pode me chamar de louco, mas eu não acho isso. Ela desenvolveu um esquema de irrigação específico (não, ela não criou o sistema de irrigação propriamente dito) para suas nogueiras. Mais tarde, ela apresentou ao congresso planos para o represamento do Rio Colorado, que não foi usado. Tenho certeza que seu sistema de irrigação era bem legal – e ganhar uma audiência no congresso, na época, era mais ou menos como ir na Oprah nos dias de hoje.

Mas criar represas e reservatórios, ou mesmo fazer uma contribuição significante para a construção delas?

Bobagem.

O mesmo para o aquecedor automotivo “inventado” por Margaret Wilcox. Ela realmente criou um aquecedor – que não funcionava. Então, depois um homem criou um que funcionava.

Que eu saba, quase ninguém ficaria impressionado se Thomas Edison invetasse uma lâmpada que te deixasse no escuro. Não acredito que ele não apareceria em nenhuma lista de inventores. Talvez, na lista da esposa dele…

Tudo isso me traz a mente algumas observações e questionamentos, especialmente para as feministas.

Primeiro, como vocês podem me explicar toda aquela porcaria sobre homens terem “egos frágeis” que vocês repetem há mais de 40 anos? E se isso for verdade, porque tem que se criar tantas mentiras sobre o que as mulheres fizeram somente para vocês se sentirem bem?

Não é exigindo (e inventando) tapinhas nas suas costas, e ficando doidas se lhe retiram isto, um sinal bem claro de um ego infantil que precisa amadurecer, ou talvez fazer algo de útil?

Se você vê alguma esperteza nisso, é melhor amadurecer um pouco. São feitas listas das 50 maiores invenções dos últimos 50 anos. São os mesmos últimos 50 anos que as mulheres exigem e tem acesso a todos os aspectos da vida produtiva ocidental; seja meio acadêmico, profissional, pode escolher.

Agora, veja se há alguma inventora na lista.

A não ser que eu perdi algo, há algumas mulheres listadas, mas elas não são inventoras. Elas estão no juri para escolher as invenções mais importantes.

E até o juri foi inventado por homens.

Claro, há corporações que são creditadas por suas inovações, onde os pesquisadores não são creditados. Eu não acho que quando o Instituto de Engenharia Eletrônica e Elétrica anunciou novos padrões de rede de comunicações eles estariam escondendo as pesquisadoras que estiveram na criação destes padrões.

Aposto na verdade é que nem tinha alguma capaz para estar ali no meio disso.

Mas a minha maior preocupação de tudo isso é que como essas mentiras estão desinformando as pessoas.

Eu pessoalmente tou nem aí se pessoas ingênuas querem acreditar que foram as mulheres que inventaram o ar e a água. E parece que eles realmente querem acreditar nisso…

Mas, e sobre El Dorado Jones?

Como pode ser visto, tirando o fato que ela realmente não inventou o escapamento, ela foi uma pessoa muito inteligente. Uma grande “apostadora”, ela pegou “emprestado” a maioria das suas idéias do inventor William Deal, mas ela criou várias melhorias e inovações em muitos designs originais e ganhou algum reconhecimento por sua mente brilhante e tenaz.

Queria saber como ela se sentiria agora, colocada numa lista por ideologias que nem tão aí com o que ela fez, misturada com um monte de informações fabricadas e bobagens iguais a do caso Margareth Wilcox.

De qualquer jeito, acabamos chegando no velho comportamento feminista padrão. Um conto de fadas; 90% não passando de um sonho bobo, sobre um mundo que elas queriam participar mas não podiam, e contando com os ingênuos para levar esta história adiante e que vêem listas como essas e só dizem “Dãã… ok.”, sem nem checar um simples fato.

E foi assim que o mundo foi tomado por Sonias, todas amarguradas, jogando a culpa nos homens por todas as coisas que as mulheres não podem fazer.

E é precisamente isto que você tem quando começa a fazer uma lista de “inventoras”, ao invés de somente uma com inventores, no geral. Quando você faz isso, você cria uma competição. E quando colocamos mulheres para competir com homens, elas sempre perderão de lavada.

A não ser que a competição seja de gravidez.

Esta, se as mulheres ocidentais são ruins para aprender, pode ser uma boa lição. Mulheres no geral nunca serão capazes de competir com homens se eles realmente entrarem para ganhar.

E como testemunhas dos resultados de todos esses esquemas idiotas que põem homens e mulheres para competir, elas acabam é por criar idiotas neuróticas e raivosas, como esta Sonia, que mentem para si mesmas sobre o porquê elas não conseguem se igualar a nós, procurando pateticamente por bodes expiatórios, e assim demonstrando pateticamente porque nós as consideramos mais emocionais do que racionais.

Se liguem, suas frustradas, eu tenho este mesmo problema, mas lido com ele de uma forma diferente. E eu descobri há um bom tempo que se eu não sou mais inteligente que alguém, não é gritando por aí “Eu sou tão inteligente quanto Einstein!” que vai resolver alguma coisa.

Eu nunca inventei nada. Não conseguiria competir com Edison ou com os irmãos Wright ou mesmo El Dorado Jones em inteligência criativa. Na verdade deve haver muitas mulheres por aí muito mais capazes que eu em muitas coisas.

Então, só lido com o fato que eu não tenho porque competir onde estou totalmente em desvantagem, ou ficar reclamando sobre isto.

Eu aceito a realidade e não a acho tão ruim assim, e certamente não acho que tem algo conspirando contra mim.

Se tentar competir com homens não está dando certo, encare os fatos. Vir aqui e ficar sendo humilhada por suas reclamações bobas não vai melhorar nada.

fonte: http://www.avoiceformen.com/2011/05/04/fisking-feminism-how-womyn-invent-inventors/

8 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Lindalva Lopes

    Conclusão: HOMENS SÃO SUPERIORES ÀS MULHERES EM TUDO, O QUE NOS SUGEREM ENTÃO: cozinnha ou masmorra.

    1. Barãozin

      Sugiro humildade.

  2. Culex

    Ei,so vou falar algo a respeito sobre o erro que teve no texto,o Thomas Edison e um filho da puta,ele nao inventou nada,ele roubou as idéias do Nikola Tesla,tirando isso,o texto esta ótimo.

  3. Arthur Schopenhauer

    Tem algo que é mais comum em homens: não faz sentido a natureza ter dado ao homem músculos e estados comportamentais igual ao das mulheres para lidar com eles (em geral, mulheres gritam quando se assustam, tem maior tendência para chorar, demonstram essas “fragilidades”), o conhecimento aprofundado sobre alguns campos é consequência da “dúvida”, que é estimulada justamente por ousar correr riscos de descobrir “verdades inconvenientes” de conhecer e ter um domínio direto e universal sobre o assunto, por isso que a filosofia sempre foi dominada por homens: E MESMO HOJE, mesmo homens e mulheres estando sobre estímulos parecidos, ainda nos mantemos no status de ser praticamente quase impossível encontrar uma mulher para ter uma conversa afiada sobre FILOSOFIA, MÚSICA (onde estão as mulheres Beethoven, Mozart, Bach?), INFORMÁTICA (95% dos programadores são homens), DESAFIO OBSERVAREM OS AUTORES DOS COMENTÁRIOS DE VÍDEOS NO YOUTUBE SOBRE CAPITALISMO, JULGAMENTO DO MENSALÃO (95% dos autores, que se interessam por política são homens também). NÃO É PORQUE A SOCIEDADE OPRIME AS MULHERES ou não da a possibilidade de estarem nesses cargos, e sim porque antes disso é necessário ter interesse, coisa que não tem.

  4. Estragado

    Fico imaginando o nível de histeria das feminazis ao lerem isso… ficam descontroladas quando uma verdade inconveniente aparece diante delas.

    1. Wallace

      Estragado, é só darem uma banana em formato fálico no rabo delas para elas acalmarem os seus ânimos, hehehe.

  5. Franklin

    abraços sonia…rsrs
    excelente texto kra

  6. HenriquedeÁVilla

    Vou comentar com uma piada mas uma piada sempre tem um fundo de Verdade :
    A prova que Deus é Homem é a seguinte: ELE FEZ O MUNDO ,porque se ELE fosse mulher não tinha feito o mundo tinha ficado SENTADO RECLAMANDO E DANDO PALPITE QUE NÃO PRESTA -VIRAM ?DEUS É HOMEM !!!

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: