«

»

dez 07 2011

Construíndo uma irmandade

por Darren Blacksmith

Faça sua própria irmandade

1 – O que é uma irmandade?

Uma irmandade é um grupo de homens que se unem por um objetivo comum, como se fossem um time ou um clube. Ela pode ser do tamanho que desejarem, com um mínimo de 3 homens e sem um tamanho máximo. Entretanto, se ela passa de uns 100 homens, seria interessante dividí-la em grupos menores.

A maioria das irmandades provavelmente seriam compostas por entre 3 a 10 homens.

Sua irmandade pode ser secreta ou aberta. Mas deve somente admitir homens.

Uma irmandade pode ser formada online, como uma comunidade virtual, mas é interessante ter uma irmandade “não virtual” de homens que você pode se encontrar pessoalmente, ou pelo menos conversarem por telefone. Contato pessoal é muito superior ao contato virtual e fazem os homens mais focados na realidade e menos alienados.

Uma irmandade é composta de homens que tem um ou mais interesses em comum, que confiam no outro e gostam um do outro.

Uma irmandade entende que homens podem gostar um dos outros, se ajudem e até podem sentir algum amor entre eles sem medo de serem taxados de homossexuais, e sem medo de que “os outros irão pensar disso”. (NT: o “amor” que ele fala, antes que role alguma dúvida, é o amor fraternal, comum entre irmãos e amigos de verdade, sem a mínima conotação homossexual. Realmente, considero que este trecho ficou um pouco estranho, mas é completamente compreensível o que ele quis passar.)

Os membros de uma irmandade tendem a não ter a mesma perspectiva de “amor” que o resto da população tem, que são mais sucetíveis a acharem que o amor é só aquelas fantasias adolescentes despropositadas sobre amor romântico e que o “amor” tem “algo especial” e que existem uma “alma gêmea” para todo mundo.

Os membros de uma irmandade enxergam o amor como algo que é gradualmente criado entre duas ou mais pessoas que enfrentam alguma adversidade da vida juntas. O amor é o EFEITO de pessoas passando o tempo umas com as outras, não a RAZÃO de passar este tempo juntos.

2 – Que funções uma irmandade tem?

Uma irmandade típica terá uma ou mais destas funções: companheirismo, suporte, planejamento em grupo, ajuda na resolução de problemas de seus membros, socialização, prática de esportes, ajudar outros homens que estão deprimidos ou sendo vítimas dos efeitos do feminismo, troca de informação, uma rede de indicação de empregos.

3 – Porque precisamos de irmandades?

No ocidente vivemos sob a tirania do matriarcalismo. Mulheres e agências governamentais/legais/corporativistas não se importam com os problemas e o bem estar do homem comum. Por isso, é responsabilidade de cada um cuidar de si mesmo, e se manter seguro e feliz. Mas nenhum homem é 100% autosuficiente, e praticamente qualquer homem só tem a ganhar com o companheirismo, o apoio e as possiblidades que uma rede de amigos podem lhe oferecer formando sua própria irmandade. Não apenas os interesses das mulheres estão sempre sendo apoiados pelo sistema matriarcal, mas além disso as mulheres sempre tiveram a tendência de se unir em grupos para poder ajudar umas as outras. Por isso, irmandades podem ser vistas não apenas como úteis, mas algo necessário para contrabalançar toda esta onde de “poder às mulheres” que nos cerca.

Quando homens se reunem em grupos, e trabalham coletivamente para o bem estar de cada membro destre grupo, coisas extraordinárias podem ser conquistadas. (NT: a frase “Um por todos, todos por um” resume bem este conceito.)

A irmandade é um recurso vital e pode ser uma “rede de segurança” em tempos difíceis na nossa sociedade moderna, onde os antigos valores da família, comunidade e ter mulheres decentes/companheiras são a excessão ao invés de serem a regra.

Há muitos homens por aí que se sentem perdidos, esquecidos e inúteis. Há muitos homens que perderam suas famílias, casas, filhos e muito dinheiro por causa de divórcios e agora se sentem emocionamente, espiritualmente e socialmente aniquilados. Não raro suas vidas se resumem apenas a dias e mais dias de trabalho extenuante e noites solitárias bebendo. Procure por estes homens e dê a eles alguma esperança. Dê a eles alguma companhia.

O mesmo acontece com homens que podem estar desabrigados ou presos num emprego que paga mal. Não assuma de cara que eles “não são bons”. Por exemplo, aqui nos EUA muitos mendigos são ex-soldados que serviram ao seu país com coragem, tanto moral quanto física. Muitos homens que trabalham em empreguinhos de baixa categoria são muito inteligentes e estão fazendo este tipo de serviço por falta de sorte. Muitos homens em empregos mais humildes fazem isto por causa que eles tem um senso de moral que os evitam a se vender para um serviço imbecil em algum cargo que faz coisas amorais em alguma empresa maior. Lembre-se, estes empregos “humildes” que muitos homens realizam geralmente são os mais honestos e essenciais ao funcionamento de nossa sociedade.

O que quero dizer é: não julgue o livro pela capa. Você pode muito bem passar o tempo com mulheres bonitas. Mas a verdade é que 95% delas não valem muita coisa. A maioria delas tem um desprezo velado por você e não teriam o menor escrúpulo em te arruinar financeiramente e emocionalmente quando elas bem entenderem. Pense nisto, deixe elas se afundarem.

Em contraste, um mendigo na rua provavelmente te tratará com muito mais respeito, e jamais sonharia em te arruinar sem uma razão definida, e talvez até tenha coisas interessantes para falar se você parar para conversar com ele. O “nerd” sentado ali no cantinho da lanchonete pode ser uma mente brilhante cheia de conhecimentos técnicos e científicos muito interessantes que ele alegremente compartilharia contigo. O velhote com roupas fora de moda ali na rua pode ter histórias de guerra ou outros causos para contar mais impressionantes de que qualquer filme de Hollywood.

Não julgue um livro pela capa, e não ignore um homem que aparenta estar precisando de ajuda.

Também, outros homens na irmandade podem dar a outros homens conselhos objetivos sobre mulheres, negócios e outros assuntos.

4 – Que tipo de atividades uma irmandade faz?

Depende inteiramente do tipo de interesses que os membros dela tem. Entretanto, dou algumas sugestões:

Tomar umas cervejas num bar; ver futebol juntos, jogar algum esporte juntos; jogar baralho/jogos de tabuleiro juntos; pescarem/acamparem juntos; ir a shows, concertos, festivais e outros eventos culturais juntos; começar algum empreendimento juntos; conversar sobre seus hobbies; se unirem para tomar ações legais contra o feminismo; trocar filmes, equipamentos esportivos, manuais, livros; ensinar coisas úteis uns aos outros, etc.

5 – O que fazer caso não tenha tempo/habilidade de formar uma irmandade?

A essência de uma irmandade é ter alguma preocupação com o bem estar e o crescimento dos outros homens. Não deixe que mulheres e o matriarcalismo façam que você fique num estado mental que todo e qualquer outro homem é um competidor a ser destruído. No geral os homens tem mais a ganhar cooperando contra o matriarcalismo do que competindo entre si.

Uma versão mais simples de uma irmandade são as pessoas que prestam serviços para você ou as relações que você tem com os homens que convivem no seu mesmo ambiente. Isto pode ser simplesmente feito apenas com você conversando amigavelmente com seu barbeiro, mecânico, o cara que conserta o seu pc, etc etc. Trate-os bem, trate-os com respeito e os elogie pelo serviço bem feito. O efeito disto ao longo do tempo é que você irá criar uma lista de contatos confiáveis com outros homens que tem uma gama imensa de habilidades que podem ajudá-lo a se livrar de qualquer problema. Assim como ser amigável com um provedor de serviços – seu mecânico, por exemplo – pode resultar dele fazer serviços mais simples para você de graça. Fique de olho nestes caras e eles podem te salvar quando estiver em maus lençóis.

Tenha uma rede destas com seus semelhantes, e – se possível – lhes dê um desconto, até cobre menos por um serviço do que você cobraria por uma mulher hehe.

Uma rede de 10 homens comuns que trabalham é infinitamente mais útil a você do que 1000 feministas juntas.

Siga em frente e construa sua própria irmandade e seus contatos profissionais.

Unidos nós nos mantemos firmes, divididos nós cairemos.

fonte: http://menforjustice.net/cms/index.php?option=com_content&task=view&id=28&Itemid=23

7 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Pensador

    Os homens atualmente só querem ser amiguinhos das mulheres pra ficarem levantando o ego delas e lambendo seus saltos, ou então ficam amigos dos caras destacados pra ficarem mais próximos das mulheres. Os caras do meu convívio são desse jeito, eu que fico mais no meu canto e eles nem olham pra minha cara ou nem me cumprimentam. Dessa jeito não dá formar uma irmandade se eles estão consumidos pela missão de sempre ficar perto e ajudar as mulheres.

    1. guilherme

      Eu tenho esse mesmo problema, nenhum do meu círculo social é confiável

  2. São Jorge

    Muito bom texto. Eu tenho uma coisa parecida com 2 amigos, que são meus parceiros mesmo. Um deles já tá bem ligado na Real, o outro ainda imerso na matrix. Mas a gente sempre se encontra pra trocar ideia, tomar umas e falar de negócios. Esse texto é gold.

  3. Leandro

    Só pra esclarecer, não sou o mesmo Leandro do comentário de 5 de janeiro de 2012 em 9:17 (UTC -3 )

  4. Leandro

    Que 99,99% das mulheres são vigaristas, ok. Mas achar que um outro homem nunca vai te ferrar, te sacanear? Vivemos numa SELVA, todos nós competimos…. Não acho que tem que ficar manginando com as mulheres, mas acho que tem de tratar mulher e homem da mesma forma… um tipo de serviço que você não prestaria pra um homem, você não deve prestar pra uma mulher gostosa. Qualquer coisa diga que não sabe, mas nunca preste serviços de graça pra ninguém…

    1. Barãozin

      O objetivo da irmandade não seria vc virar um bobão q sai salvando o mundo, mas sim criar uma “carta” de contatos e caras firmeza q se ajudam mutualmente.

  5. Leandro

    Muito bom texto, eu mesmo sendo introvertido conseguido fazer todos se abrirem em conversas de poucas pessoas.

    Tem cada velhinho e pobres com mente brilhantes, a maioria estão em cargos baixos por falta de sorte e honestidade de mais mesmo.

    Vamos ser os machos zetas e mostrar quem manda nessa porra.

    10 homens bem unidos valem MAIS que 1000 feministas, EXATO.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: