«

»

dez 14 2011

Como o Feminismo afeta a Sociedade – Uma atitude de “merecimento”

retirado do livro The Principles of Social Competence
traduzido por Oddy

“A igualdade é um slogan baseado na inveja. Significa, no coração de cada republicano: “Ninguém vai ocupar um lugar mais alto do que eu”

“Há, de fato, uma paixão viril e legal para a igualdade que excita homens a desejar a todos poder e honra. Essa paixão tende a elevar os humildes à categoria dos grandes, mas existe também no coração humano, um gosto depravado pela igualdade, que impele o fraco a tentativa de diminuir o poderoso a seu próprio nível, e reduz os homens a preferir a igualdade na escravidão á desigualdade com a liberdade. “

– Alexis de Tocqueville, Democracia na América

As feministas nos bombardeiam diariamente com coisas que sonoramente se parecem com “Igualdade de gênero” e “diversidade social”, mas sob essa fachada de sentimentos de bem-estar e postura moral reside uma horrível verdade: O feminismo condiciona as mulheres a acreditar que unilateralmente merecem o que os homens ganharam. Como resultado, as mulheres sentem no direito da autoridade masculina.

No entanto, o feminismo não informa as mulheres sobre pesado preço que deve ser pago por aqueles em posições de autoridade. Para mulheres, a liderança só se traduz na aquisição de benefícios pessoais. Sacrificar-se para atender às necessidades de quem está sob seus cuidados, mesmo que isso signifique perder suas vidas, nem sequer lhes ocorre. Nem percebem que um líder nas decisões é fiscalizado por sua competência e responsabilidade. Mulheres tolamente assumem que seu sexo será sempre isento das responsabilidades colocadas sobre as pessoas em posições de autoridade.

O feminismo permite que as mulheres ignorem essa relação fundamental entre autoridade e responsabilidade. A oportunidade de exercer a autoridade masculina, sem se preocupar o custo é uma guloseima atraente.

Isso pode ser observado na denúncia do feminismo sobre o salário desigual. Ainda que as mulheres trabalham menos horas, realizando menos trabalho em ocupações menos perigosas comparadas as dos homens. As feministas simplesmente mentem para as mulheres afirmando que elas ganham menos que os homens fazendo o mesmo trabalho. A idéia de responsabilidade é cronicamente ausentes de suas considerações.

Provocado pela ira feminista por benefícios iguais, mulheres continuam a ignorar os sacrifícios necessários para garantir esses benefícios. Em vez disso, elas são condicionados a acreditar que o ódio de gênero é a causa. Tais afirmações irresponsáveis ​​de injustiças percebidas caracterizam a natureza do indulgente da filosofia feminista sobre direitos.

Esta filosofia sobre direitos é enxertado nas mulheres desde pequenas. Nossa cultura feminista leva jovens a acreditar que seu valor excede em muito os homens. Meninas crescem sentindo que merecem melhor tratamento do que os meninos, com base exclusivamente no seu sexo.

Elas logo descobrem que os outros, especialmente os homens, são condicionados a
arcar com o ônus de suas despesas pessoais. A sociedade apóia fêmeas sendo privilegiadas por programas e assistências baseadas em gênero sexual, indisponíveis para os colegas do sexo masculino.

acesse o site dos autores do livro: http://manhood101.com

Obs: Os grifos são meus.

Deixe uma resposta

Switch to mobile version
%d blogueiros gostam disto: